Montfort Associação Cultural

26 de janeiro de 2005

Download PDF

Protestantismo, do jeito que o diabo gosta!

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Wagner Herbet Alves Costa
  • Localizaçao: Itapetinga – BA – Brasil

Viva Cristo Rei! Viva a Virgem de Guadalupe!

Prezado Prof. Orlando Fedeli

A Bíblia nos ensina que devemos denunciar o mal. E não há maior mal para fé do que as heresias protestantes.

O protestantismo é ao mesmo tempo “Sim e Não”. Ou seja, é a duplicidade de língua. Duplicada como é a extremidade da língua serpentina.

E com essa língua bifurcada de serpente amaldiçoada, ele vem contaminando povos e nações – levando o veneno de suas heresias para todas as partes do mundo. E para se comprovar quão peçonhenta é tal víbora, basta observá-la.

- Se confrantarmos o protestantismo a respeito da validade do batismo de criança, então veremos a ambigüidade; pois nele há parte que diz “sim” há parte que diz “não”!

- Se confrontarmos o protestantismo se o dia de preceito é o domingo também constataremos a ambigüidade; pois há parte que diz “sim” e há parte que diz “não”!

- Se confrontarmos o protestantismo a respeito se a mulher pode presidir assembléia cristã, novamente, contemplaremos a ambigüidade; pois há parte dele que diz “sim” e há parte que diz “não”!

- Se confrontarmos o protestantismo no que tange à virgindade perpétua de Maria, de novo, a ambigüidade se fará presente; pois nele há uma parte que diz “sim” e há uma parte que diz “não”!

- E assim por diante…

E o que pode advir dessa infernal duplicidade, senão: confusão, divisão e rebelião. Tudo isso, frutos cultivados pelo inimigo de Deus e de sua Igreja.

Em suma, o protestantismo é do jeito que o diabo gosta!

P.S.: Dou graças a Deus que me conduziu a este insigne site da Montfort. Pois só posso ver, nesse encontro pela internet, a mão providencial de Deus.

… Mais uma vez – “et semper” – que Deus vos abençoe!

Professor: pelo menos, em parte, não caberia – contra o protestantismo – mais esta sentença do Senhor, que diz: “Seja vosso “sim”, sim; e o vosso “não”. O que passa disso vem do Maligno” (Mt 5,37)?

bibliografia

- BÍBLIA DE JERUSALÉM, Editora Paulus, SP, 1996.

Muito prezado Wagner, Salve Maria !

Quanta razão tem você ao notar que o protestantismo, por causa do livre exame da Bíblia, é a religião do sim = não, e vice versa.

Ele é bem filho da serpente, porque os filhos da serpente se conhecem pela duplicidade de sua língua.

Que Deus o guarde na defesa da Fé.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Decreto Unitatis Redintegratio e o mal do ecumenismo - Orlando Fedeli

Cartas: Wicca e satanismo – 3

Cartas: Orações em latim - Ivone Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais