Montfort Associação Cultural

2 de outubro de 2010

Download PDF

Protestante pretende "iluminar" os católicos

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Paulo Fernando Maltarolli
  • Localizaçao: Itapetininga – SP – Brasil
  • Escolaridade: Superior concluído
  • Religião: Protestante

Professor como vai o senhor? Venho por desta missiva lhe colocar algumas questões que certamente servirão de luz para iluminar alguns Católicos e firmar ainda mais os protestantes em sua Fé.
A primeira questão é de cunho Teológico:

1- a) Jesus, no Evangelho de Marcos no capítulo 16 afirma que é necessário crer para ser batizado; com efeito lá está escrito: “(…) quem CRER e for BATIZADO será salvo(…)”. Paulo diz em Atos 16,31:”CRÊ no Senhor Jesus e será Salvo tu e tua casa.” Ora, destes versículos se depreende duas coisas: Primeiro, para se salvar é necessária a Fé, e como testemunho público desta Fé vem o Batismo. A pergunta é esta: uma criança pode ter fé senhor Fedeli?
b) O purgatório me parece uma Doutrina não cristã pelo fato de que se aqueles que estão no Purgatório já estão sendo purificados de seus pecados por quê então fazer orações por eles se ja estão com a salvação garantida? Não é contraditório?

Bem, a segunda questão trata sobre a natureza da Igreja e sua Missão:

2- Desde o Antigo Testamento, Deus quis congregar um povo para Si.Ora, este povo naõ tinha um chefe visível, porém de vez em qaundo Deus suscitava um líder que era chamado de Juíz. Quando os Israelitas pediram um rei, ou seja um cabeça, Deus ficou contrariado como lemos no primeiro Livro de Samuel, porque era de seu desejo que todos fossem iguais que existissem mandantes, mas que Ele, o Senhor Deus, fosse o único cabeça do povo eleito.
O povo Hebreu é sombra da Igreja. Se o povo da Antiga Aliança não necessitava de cabeça quanto mais a Igreja! O único Cabeça da Igreja é o Senhor Jesus e esta Igreja é constituída por va´rias igrejas como lemos nas epístolas e no Apocalipse! Estão estas igejas estão divididas no que é secundário, porém unidas no essencial, ou seja, na Fé em Jesus como único e suficiente Salavador e quem aceita Jesus, passa logo a fazer parte desta família independetemente se pertence a esta ou aquela igreja, ou se não perence a nenhuma!

A terceira questão é sobre Lutero:

3- Lutero, ao contrário do que afirmam alguns Católicos, não foi o pai da Reforma, mas sim líder de um movimento já existente desde os primórdios do Cristianismo; movimento este que visava colocar a igreja no seu verdadeiro lugar, e dar à Bíblia o seu devido respeito. Basta lembrar aqui Nestório, Ário, Huss, Jerônimo de Praga e outros que pregaram o verdadeiro Cristianismo sufocado pelo pelo Império Romano e pela igreja deste império.
Lutero, foi, na verdade, um verdadeiro herói no sentido que ele ousou, sem nenhum apoio a princípio, desafiar o maior poder civil e religioso da sua época.
Me despeço na certeza de ter contribuído para despertar os Católicos de seu sono e firmar os Cristãos em sua Fé.

Data: 9 Mar 2010

 
Muito prezado Paulo, portador de farolete,
Salve Maria!
 
     Você começa muito gentilmente perguntado se estou bem. Suponho que pergunta por minha saúde. Vou bem, obrigado. Na medida em que um velho de 77 anos vai bem. Depois dos 60, dizia um judeu meu amigo, não se pergunta se a pessoa está bem, mas o que lhe dói, hoje.
     Pois hoje me dói seu estado de saúde espiritual, pois vejo que você vai mal. Vai muito mal.
     Vai muito mal porque, escondida atrás de sua pergunta gentil, vem sua presunçosa e falsa alegria de pretender “iluminar os católicos e firmar os protestantes em sua fé”.
     E para isto você lhes traz a ‘luz’ de um seu farolete sofístico protestante.
     Todo protestante se julga o “campeão“ da Bíblia.
     Saiba, pretensioso Paulo, que normalmente os sofistas se encantam com seus próprios sofismas, tomando a treva como luz. E desse modo são como os morcegos, que odeiam a luz verdadeira. Os morcegos, caro Paulo, se guiam por ondas de som. Assim como os protestantes se guiam pelas ondas de seus boatos e sofismas.
     Vamos então ao seu primeiro morcegal sofisma, com o qual você pensou que me iluminaria. Ou esmagaria.
 
1- a) Jesus, no Evangelho de Marcos no capítulo 16 afirma que é necessário crer para ser batizado; com efeito lá está escrito: “(…) quem CRER e for BATIZADO será salvo(…)”.
       
     Todo protestante é cego e não sabe ler. O que Jesus dá aí, nessa passagem, são as condições para a salvação, e não para o Batismo.
     Tanto que, citando o que você mesmo escreveu, e não entendeu, “Paulo diz em Atos 16,31:”CRÊ no Senhor Jesus e será Salvo tu e tua casa.”  
 
     Ora, de onde você tirou que toda a “casa” desse cristão não tinha bebês?
     Isso você inventou. Isso não está na Bíblia.
     E nos Atos dos Apóstolos nunca se disse que os Apóstolos excluíam os bebês do Batismo, quando batizavam toda uma família de um convertido. Assim, o carcereiro que se converteu foi batizado por São Paulo, com toda a sua família” (Atos XVI, 33).
     De novo lhe pergunto: onde está dito que o carcereiro não tinha filhos pequenos, ou que São Paulo excluiu os bebês do Batismo?
     Não está escrito nada disso. Portanto, ou você está ruim da vista, ou não sabe ler, ou deve procurar um professor de lógica.
     Mas o que você precisa mesmo é vencer o orgulho sectário que o cega. Todo morcego é símbolo do orgulho cegante, que toma a treva do sofisma loquaz como luz da verdade.
     Também de Lidia, está escrito que ela, tendo se convertido “foi batizada ela e a sua família” (Atos XVI, 15).
     Será que também essa mulher só tinha adultos em sua família?
     E na primeira epistola aos Coríntios, São Paulo dia que “batizei também a família de Estéfanes “(I Cor., I, 16).
     Vai ver que, dessa família de Estéfanes, você arranjou as certidões de nascimento de todos os filhos dele, e sabe que nenhum deles era criança.
 
     E você tem filhos? E você os leva desde a meninice a ouvir as besteiras e sofismas do seu auto nomeado “pastor”
     Ou você mesmo arranjou o diploma de pastor?
     E onde se lê na Bíblia que qualquer um pode se dizer pastor?
     E como se lê na bíblia que, no Antigo Testamento, Deus mandou Abraão circuncidar todos os membros de sua família, inclusive escravos. E  Deus mandava as crianças serem circuncidados aos oito dias de seu nascimento.
     Vai ver que Deus não fez o curso de Teologia com pastores protestantes.
 
 
     E sua primeira pergunta inclui uma segunda questão “b”:
 
b) O purgatório me parece uma Doutrina não cristã pelo fato de que se aqueles que estão no Purgatório já estão sendo purificados de seus pecados por quê então fazer orações por eles se já estão com a salvação garantida? Não é contraditório?”.
       
     Seja sincero meu sofismador Paulo: o purgatório, para você, não existe (por isso, você, se não se converter de seu paulinismo maltolleresco, você deverá ir para outro lugar).
     As almas do purgatório já foram julgadas e não podem adquirir méritos. Mas nossa orações podem ajudá-las, alcançando-lhes uma antecipação de sua ida ao céu, pelos méritos de nossas orações unidas às de Cristo, tal como a oração de Abraão podia ajudar Abimelec e toda a sua família (inclusive, os bebês). Isso se dá por algo em que você não crê: a comunhão dos santos, graças à qual os méritos de uns podem ajudar os outros.
     Depois que você começar a aprender a ler, e vencer o ódio que o cega, quando deixar de ser “morcego”, leia o Gênesis capítulo XX, 7. E leia o livro de Jó (XLII, 8).
     E saiba que os ossos do Profeta Eliseu, em seu túmulo, ressuscitaram o morto. (II Reis XIII, 21).
     Sua segunda pergunta é uma besteira histórica.
     Pergunta-me você, (sempre julgando que “dessa agora, ele não escapa”):
 
2- Desde o Antigo Testamento, Deus quis congregar um povo para Si. Ora, este povo naõ tinha um chefe visível, porém de vez em qaundo Deus suscitava um líder que era chamado de Juíz. Quando os Israelitas pediram um rei, ou seja um cabeça, Deus ficou contrariado como lemos no primeiro Livro de Samuel, porque era de seu desejo que todos fossem iguais que existissem mandantes, mas que Ele, o Senhor Deus, fosse o único cabeça do povo eleito.
O povo Hebreu é sombra da Igreja. Se o povo da Antiga Aliança não necessitava de cabeça quanto mais a Igreja! O único Cabeça da Igreja é o Senhor Jesus e esta Igreja é constituída por va´rias igrejas como lemos nas epístolas e no Apocalipse! Estão estas igejas estão divididas no que é secundário, porém unidas no essencial, ou seja, na Fé em Jesus como único e suficiente Salavador e quem aceita Jesus, passa logo a fazer parte desta família independetemente se pertence a esta ou aquela igreja, ou se não perence a nenhuma!”
Com os negritos ressaltei suas besteiras)

     
Não lhe disse eu que protestante não sabe ler.
Está aí.
     
Então o povo judeu, no Antigo Testamento não tinha chefe visível. Portanto, para você, como para Coré, Moisés não era o chefe do povo. Ou então ele era invisível. E Abraão não foi cabeça visível do povo escolhido. E se os judeu erraram ao preferirem ter um rei do que serem governados diretamente por Deus, nem por isso o Rei Davi deixou de ser o chefe do povo judeu.
     
Sua “igrejola” protestantóide, essa sim, não tem cabeça. Portanto é como a famosa mula. E percebe-se bem isso por seus “argumentos”. Que são sem pé…E sem cabeça.
     
Cristo deu uma cabeça visível à sua única Igreja, que é Pedro e seus sucessores, os Papas. Cada Papa é cabeça visível da igreja. Leia em São Mateus. Quando você recuperar a vista e souber ler.
     
Cristo disse que Pedro era a pedra fundamental de sua Igreja.
     
Portanto, há uma só Igreja de Cristo.
     
Mas para você, o que está no Evangelho não vale. Para você não existe uma Igreja de  Cristo. Qualquer igreja serve.
     
Tanto faz.
     Você desmente Cristo.

     Na sua terceira questão você reconhece que sua seita faz corpo com todos as heresias do passado. E Para você Lutero foi um herói. Pois saiba que seu “herói” em suas Conversas à Mesa (Tische Redden) chamava Cristo de bêbado e adúltero. 
     
Espero então que depois de minha resposta, você perceba que seu farolete estava sem pilha.
     
Volte a me escrever quando deixar de ser cego.

 
In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Notícias e Atualidades: O que está errado nessas missas? - Lucia Zucchi

Cartas: Abri meus olhos para os erros da RCC! - Orlando Fedeli

Cartas: Presbiterianismo, Calvino e outros hereges - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais