Montfort Associação Cultural

25 de agosto de 2004

Download PDF

Proibição de certos instrumentos musicais na Santa Missa

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Alana
  • Idade: 15
  • Localizaçao: Rio Branco – AC – Brasil
  • Escolaridade: 2.o grau em andamento
  • Religião: Católica

Gostaria de saber se uma irmã pode proibir o uso de instrumentos musicais durante a celebraçao. Como  poderiamos animar mais as missas e assim atrairmos mas jovens  a nossa comunidade? Estou participando de um grupo de jovens  e gostaria de respostas, achamos que e nocessaria a mudança,  porem, nossos apelos sao ignorados, deixando assim muitos  jovens irritados e descontentes com a igreja.

   Obrigado pele atençao 

Alana

Prezada Alana, Salve Maria!

Não é a Irmã que proíbe o uso de certos instrumentos musicais na Igreja. Quem proíbe isso é a Igreja Católica.

Quem proíbe isso é o Papa.

Portanto essa Irmã está de parabéns porque está fazendo o que a Igreja manda.

O Papa João Paulo II, em seu recente decreto Redemptionis Sacramentum mandou que na Missa se tocasse apenas música sacra e não musica popular.

E rock não é nem música e nem é popular. É barulho e cacofonia, propagada pela mídia.

O que atrai na Missa é Cristo que morre, de novo, misticamente, como no Calvário. Tocar Rock na Missa, tocar na Missa guitarras, pandeiros, baterias e cuícas é uma profanação.

Imagine você, que, na morte de meu pai, no enterro, entrassem conjuntos de rock tocando suas desenfreadas baterias. Isso seria um absurdo e ninguém toleraria essa inconveniência. Se assim é na morte de um homem comum, como se pode permitir ou querer tocar rock e certos instrumentos na missa, que é a renovação do sacrifício do Calvário.

Você me diz que a Irmã, proibindo certos instrumentos na igreja e na Missa, está irritando e afastando certos jovens.

Se for verdade isso, se comprova então que esses jovens não iam à Missa por causa de Jesus Cristo, mas por causa da bateria. E de seu barulho. Iam à Missa para transformar a Missa em show de rock.

O que é uma profanação.

Esses jovens, então, não são nem católicos, e nem simples cristãos: são bateristas, já que amam o rock acima de Cristo. E você, minha cara, ama você a Jesus Cisto, Deus e Homem, acima de todas as coisas?

Ama você mais a Cristo do que ao rock e do que esses miseráveis instrumentos de barulho e confusão?

Você tem que escolher Deus ou o rock, na Missa.

Que Deus lhe dê a graça de amá-lo sobre todas as coisas, acima do rock e das baterias tresloucadas, é que lhe desejo

in Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli.

TAGS

Publicações relacionadas

Eventos: 3a. Oficina de Canto Gregoriano: 29 e 30 de Março de 2014

Cartas: Coroinhas - Orlando Fedeli

Cartas: O que podem fazer os leigos diante dos atuais abusos litúrgicos? - Marcelo Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais