Montfort Associação Cultural

6 de março de 2007

Download PDF

Prof. Felipe de Aquino confessa que há heresias no Concílio Vaticano II

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Ricardo Costa de Araujo
  • Localizaçao: Maceió – AL – Brasil
  • Escolaridade: Superior em andamento
  • Religião: Católica

A paz a todos que fazem a Montfort

Escrevi uma carta para o Prof Felipe de Aquino questionando o sobre a oração em línguas, utilizada e ensinada pelo Padre Jonas Abib e a origem da RCC que segundo ele, não possue raízes heréticas.Veja o que ele me respondeu:

Ricardo,
não vou responder pelo Pe. Jonas.
Por mim digo o seguinte:
a RCC não nasceu do pentecostalismo; nasceu do Espírito Santo; se Ele usou o pentecostalismo é outra coisa. Não se esqueça que o Vaticano II disse que o Espirito Santo atua também nas igrejas protestantes; nem tudo dele é heresia. Há muitas coisas boas; leia a Unitatis Redintegratio.
Se a RCC fosse de base herética os Papas não a teriam aprovado; e todos a aprovam, desde Paulo VI; veja os anexos.
Sobre o dom de linguas eu não estimulo o seu uso, mas creio que é real porque é bíblica.
Prof. Felipe Aquino

Esse nem tudo dele o fez confessar que há heresias no Concílio Vaticano II.Sem querer ele afirma algo que seria um absurdo na concepção dele.
Só para mostrar o quanto o Prof Felipe está iludido com o carismatismo e o Concilio Vaticano II e não enxerga o que ele mesmo escreve.

Autorizo a publicação

Pax et Bono

Muito prezado  Ricardo,
Salve Maria.
 
    Muito boa sua informação sobre essa confissão do Professor Felipe de Aquino.
    Ele começa por tirar o corpo, pois diz: “não vou responder pelo Pe. Jonas”.
    Com isso, ele coloca mal Padre Jonas Abib, pois o constrange a responder pelo que faz.
    Depois, diz a confissão que era de se esperar depois das indicações que vêm de Roma:

Não se esqueça que o Vaticano II disse que o Espirito Santo atua também nas igrejas protestantes; nem tudo dele é heresia. Há muitas coisas boas; leia a Unitatis Redintegratio”.
 
    Ele admitiu, portanto, que há heresias no Concílio Vaticano II. Como, então, ele afirmava outrora que o Vaticano II era infalível e que a Montfort estava errada por criticar os erros desse Concílio pastoral?
    Ele deveria pedir perdão aos seus leitores por ter errado durante tantos anos.
    Em terceiro lugar, ele acaba admitindo que é um tanto contra o pseudo dom de línguas da RCC pois disse: 

Sobre o dom de linguas eu não estimulo o seu uso, mas creio que é real porque é bíblica”.

    Não se trata de saber que há na Bíblia referência ao dom de línguas. Trata-se de saber se os pretensos dons de língua propagados pela RCC são autênticos ou são encenações ou ainda ações preter naturais.
    E você tem toda a razão ao constatar que o Prof. Felipe de Aquino nem percebe o que escreve.
    Em todo o caso, essa carta demonstra a confusão de línguas na RCC: Prof. Felipe de Aquino e Padre Jonas Abib já não falam a mesma língua.
    Que Deus torne cada vez mais patente essa confusão babélica na RCC.
    Que Deus os confunda. Como se reza na Ladainha de Todos os Santos: 

Ut inimicos Santae Ecclessiae humiliari digneris, te rogamus, audi nos!
 
(Para que vos digneis humilhar os inimigos da Santa Igreja, nós Te rogamos, ó Senhor).
In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais