Montfort Associação Cultural

26 de janeiro de 2005

Download PDF

Presbiterianismo

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Alessandro
  • Localizaçao: São Paulo – Brasil
  • Religião: Católica

Olá Professor. Salve Maria
Escrevi Este Salve Maria porque percebi que o senhor sempre sauda assim no começo de suas cartas.
Escrevi para te perguntar o que é esta seita presbiteriana, no que crêem, e se são hostis a Santa Igreja Católica Apostolica Romana.
Um Grande abraço e Salve Maria Santíssima, Mãe de DEUS.

Prezado Alessandro,
Salve Maria.

Muito prazer em responder sua pergunta, porque ela revela que você é um visitante habitual de nosso site.

Os presbiterianos são membros da seita fundada por Calvino, no século XVI, em Genebra.
Eles assim são chamados porque não aceitam nem o Papa, nem os Bispos. Dizem que admitem apenas os presbíteros ou anciãos eleitos, para dirigir sua seita herética.
Calvino afirmava a crença na dupla predestinação: alguns já nasceriam destinados a salvar-se, enquanto outros nasciam destinados ao inferno eterno, independentemente de suas obras. Os presbiterianos, então, negam o livre arbítrio. A salvação e a perdição não dependeriam de nenhuma colaboração da vontade humana. Como todos os protestantes, os presbiterianos negam quase todos os sacramentos da Igreja Católica, especialmente a presença real de Cristo na Eucaristia. Também recusam prestar culto aos santos, e especialmente a Nossa Senhora. Eles, por isso, recusam ter imagens, considerando-as ídolos.
Foram os calvinistas franceses que tentaram estabelecer uma colônia no Rio de Janeiro no século XVI e que foram expulsos com a ajuda de Nóbrega e de Anchieta.

Havendo novas dúvidas, respoder-lhe-ei com prazer.
In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli.

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Adventismo - Orlando Fedeli

Cartas: “Leia a Bíblia?” - Orlando Fedeli

Cartas: Resposta a um protestante sobre a questão do sábado e o uso de animais impuros - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais