Montfort Associação Cultural

25 de abril de 2007

Download PDF

Prefiro Dom Estêvão Bettencourt

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Ir. Patricia
  • Localizaçao: São José dos Campos – SP – Brasil
  • Religião: Católica

Caro Orlando Fedeli, saudações em Cristo Jesus

A primeira vez que visitei este site achei-o estranho simplesmente pelos seus argumentos serem expostos de uma maneira tão “indelicada”. Ataques atrás de ataques… é impressionante.
Eu prefiro tirar minhas dúvidas com o teólogo Dom estêvão Bitencourt, que parece-me mais sensato.
Até pelo fato de ele ser teólogo e o senhor, não. (ou é?)
Já verifiquei que o site é contra algumas decisões tomadas pelo Vaticano II e isso bastou para que eu duvide de muitas questões abordadas aqui.
Quando navego não sinto paz.
A leitura de hoje diz que os cristãos eram reconhecidos pela sua unidade, coisa que não é muito valorizada aqui.
Mesmo assim entrego a todos que eventualemente dirigem este site para que sejam instrumentos fecundos do Bom Deus e de Sua Igreja, verdadeira Igreja e sejam iluminados pelo Espírito Santo.
Sei que meu e-mail será também criticado, mas não quero me passar por omissa.
Sou religiosa, graças a Deus, amo a Igreja na qual me consagrei, apoio os cristãos sensatos que desejam uma Igreja mais dinâmica, como o seu Fundador o é.
Para quem desejar saber sobre questões doutrinárias sugiro o site: www.presbiteros.com.br
www.vatican.va (é a melhor fonte!)
www.materecclesiae.com.br (que traz cursos por correspondências ótimos!, dirigidos por Dom estevão.
Acho que parte do meu e-mail será velado…imagina eu fazendo propaganda de alguns sites “proibidos” aqui….

Muito prezada e ponteaguda Irmã Patrícia,
Salve Maria.
 
    Que bom conhecer uma religiosa ponteaguda!
 
    Na ladainha da humildade, feita pelo Cardeal Merry del Val, se pede que “os outros sejam mais amados do que eu, Jesus, dai-me a graça de desejá-lo“.
    Fico então pessoalmente bem contente que a senhora tenha preferência pela pessoa de Dom Estevão do que por mim.
    Afinal ele é um monge beneditino e eu um velho professor casado, aposentado, briguento e chato. Insuportável, me dizem alguns que estimam com muito leal querer.   
    A senhora então só revela sabedoria nessa sua preferência pessoal por Dom Estevão..
    A senhora considera que Dom Estevão é mais delicado nas respostas do que eu. E só posso concordar com essa sua apreciação.
    Que Dom Estevão seja naturalmente mais sensato e mais virtuoso do que eu, não é nada difícil de constatar e de compreender.
   
    Também a senhora tem razão no dizer que ele é teólogo e eu não o sou.
    Graças a Deus não sou teólogo.
    Hoje em dia, querer ser teólogo é um perigo…
   
    Também compreendo e concordo que a senhora, sendo favorável ao Concílio Vaticano II, não sente paz ao ler o site MontfortEle a petrurba.
    Que bom!!!
   
    A senhora, como religiosa, deve saber bem que a alma é como um lago, que somente sofre perturbação, vindas de Deus ou provenientes do diabo.
    O diabo perturba quem está no bem. 
    O diabo jamais perturba quem está no mal ou no erro.
    Quando alguém está no erro ou no mal, a perturbação provém da graça de Deus, que procura despertar a consicência e salvar a alma do erro ou mal em que está.
 
    Dom Estevão foi perito do Concílio Vaticano II…
    O que não é nem de longe uma boa recomendação.
    É natural, pois, que a senhora gostando das teses liberais e modernistas daquele Concílio não seja perturbada pelo que escreve Dom Estevão. E é bem natural que fique perturbada com o que lê no site Montfort.
    …E a senhora quer estar em paz…
    A senhora quer o sossego de uma tranquilidade que a senhora julga ser a paz.
    Mas só há verdeira paz na única verdade de Cristo, ensinada por sua única Igreja.
 
    E a senhora fala de divisões…
    O Concílio Vaticano II trouxe o pluralismo religioso, e, portanto, a divisão.
    Como a senhora poderá encontrar e ter a verdadeira paz que nasce da Verdade que é una, aceitando o pluralismo do Vaticano II, ainda que com as santas bênçãos de Dom Estevão?
   
    A senhora leu o site Montfort.
    A senhora já não tem paz.
    Compreendo bem.
   
    A senhora está perturbada.
    A senhora só recuperará a verdadeira paz, aceitando a única verdade da única Igreja de Cristo, que não é nem pluralista, nem aggiornata, mas una e imutável, a Igreja Católica Apostólica Romana como sempre ela foi.
   
    Três coisas devo louvar ainda na senhora.
    Primeira: o não querer ser omissa. E essa qualidade a aproxima do site Montfort.
   
    Segunda: a de ter a caridade de nos dizer: 

sejam instrumentos fecundos do Bom Deus e de Sua Igreja, verdadeira Igreja e sejam iluminados pelo Espírito Santo”.

    Deus a recompense por este seu caridoso desejo.

   
    Terceira: a senhora acertou em prever que seu e-mail seria criticado.
    Desconfio, porém, que não imaginava nem de longe como seria essa minha crítica.
    Surpresa, não Irmã?
   
    Agradeço-lhe também os sites que me envia, recomendando-os por seu valor doutrinário… Logo que me for dado um tempinho os analisarei.
    Veremos…
    E veja que a senhora errou a previsão de que o site Montfort iria velar esses sites.
    A senhora errou.
    Tenho certeza de que muitos dos mais de 400.000 leitores mensais do site Montfort vão acessar esses sites que a senhora me recomenda, e que logo terei notícias deles. E temo que não serão boas.
    Quanto a mim, saiba que achei a senhora muito simpática. Afinal, os semelhantes se estimam, e pelo menos a senhora há de reconhecer que também eu não sou omisso.
    E não lhe omitirei que rezarei para que Deus não lhe dê paz, e que a perturbe com sua graça até que a torne bem santa.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli



Leia mais:

´Pérolas` de heresia retiradas de sites recomendados por Irmã que criticou o site Montfort

TAGS

Publicações relacionadas

Vídeos: Controvérsias: “Pinga-fogo III” (17/05/2016) - Alberto Zucchi

Cartas: Sobre Marcelo Barros e a FSSPX - Orlando Fedeli

Cartas: `Nem só de pão vive o homem` - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais