Montfort Associação Cultural

10 de janeiro de 2016

Download PDF

Políticos católicos

Autor: Alberto Zucchi

Enviada em: 07/10/2008
Nome: Oscar Nascimento Oliveira Júnior
Religião: Católica
Profissão: Estudante
Local: Salvador – BA, Brasil
Mensagem: 

Se o professor Orlando aconselha um católica filiar-se a um partido político, então o que fazer?
Não é preferível correr os riscos um católico bem instruido, pois não melhoraria muito a política, se tivesse um cargo eletivo, seria um voto contra a descriminalização do aborto, contra as políticas contra o bem comum.
Se alguém vai ser governante, não seria melhor ser um católico do que os comunistas?
Aguardo resposta
Atenciosamente,
Oscar Nascimento Oliveira Júnior
Paz e bem.

Resposta:
Data:  21/11/2008

Prezado Oscar,
Salve Maria!

É evidente que é melhor um político católico do que um comunista. Entretanto, a decepção com os chamados políticos católicos tem sido enorme. Apenas para lhe citar um exemplo, o ex-deputado federal Severino Cavalcante que jurava fidelidade e amor à Igreja Católica e que era um dos maiores opositores da lei de biosegurança que autorizava a destruição de embriões, ao ser nomeado presidente da Câmara colocou imediatamente a lei em votação e prestigiou aqueles que desejavam a aprovação da lei.

Veja, portanto, que o sistema existente em nossos dias não permite que um verdadeiro católico consiga uma posição de destaque na política. A mudança na nossa sociedade não será realizada pelos políticos, mas sim, por um Papa santo.

Em vista disso devemos procurar fazer o bem para aqueles que são próximos a nós e não arriscarmos a salvação de nossa alma com uma atuação política que terá poucos frutos.

Continue a nos escrever e reze sempre por nós

Alberto Zucchi

TAGS

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais