Montfort Associação Cultural

16 de novembro de 2005

Download PDF

Pena de morte no Brasil?

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Ederson
  • Idade: 25
  • Localizaçao: Três Laoas – MS – Brasil
  • Escolaridade: 2.o grau concluído
  • Profissão: Operador de Maquinas
  • Religião: Católica

Prezados Senhores: Salve Maria Mãe do meu Senhor.

Eu leio sempre este site que é uma benção de informação, ao qual tenho aprendido muito sobre a nossa Igreja Católica Apostólica Romana, e pra ser sincero tenho concordado com 99,9% de suas respostas aos leitores sobre o assunto

Estive lendo os artigos sobre a Pena de Morte e quero dizer o seguinte; eu acho que se a Pena de Morte fosse aplicada segundo a vontade de Deus, acho que seria uma excelentíssima solução que é de acordo com as leis do antigo testamento, Mas por outro lado estive pensando e conclui que a implantação da Pena de Morte no Brasil seria um desastre, não porque a Pena de Morte seja errada, ora se for segundo a vontade e o comando de Deus é claro que ela estará correta, mas somente se ela for administrada por Deus, através de um povo mais justo, que não é o caso do governo do brasil.
Mas nós sabemos que confiar tal lei na mão do governo do mundo, principalmente do brasil não é a mesma coisa que confiar esta lei na mão de Deus. Ora, o brasil está cheio de corrupção em sua administração, em todos os setores, no legislativo, executivo e judiciário, será que ele vai cumprir corretamente tal lei conforme a vontade de Deus?, Se ele não cumpre para o bem do povo, corretamente muitas das leis já existentes, dificilmente ele irá cumprir corretamente a lei da Pena de Morte.
Ora, se essa lei for aplicada no brasil é fácil de se saber, que a maioria ou todos os que vão receber a tal pena, será os condenados pobres e os negros pobres, que cometeram os delitos graves, e sem falar na possibilidade de houver erros de julgamentos e for condenado um inocente.
Enquanto que os ricos, políticos, empresários da alta burguesia e os que tem influência na sociedade, se cometer algum delito grave, provavelmente não irão sofrer a pena. Isso, eu não falo por que somente acho, basta observar a realidade dos fatos que vemos todos os dias na TV, nos rádios e jornais, sempre são os ricos e poderosos é que são privilegiados, o ladrão que é pego roubando uma galinha porque não tem o que comer é condenado severamente, enquanto que muitos dos poderosos que são políticos e desviam e roubam do dinheiro publico quantias que se somadas dariam para comprar milhões de galinhas e ficam impunes, e dificilmente vai para cadeia, e se vai para cadeia fica acomodado isoladamente em lugar especial com ar condicionado, televisão e tudo o que um ladrão não devia Ter direito, não somente os políticos mas também os ricos, que compram a sua liberdade através do suborno, comprando os homens que administram as leis e que deveriam cumprir tais leis corretamente, mas não a cumpri porque amam mais o dinheiro do que a justiça.
Não que eu esteja defendendo o ladrão de galinhas, porque sei que o que ele faz é errado mesmo nestas circunstancias de pobreza, o que eu quero mostrar, é a injustiça da distinção dos ricos e poderosos versus os pobres com relação as leis deste mundo, principalmente no brasil.
Ora, quando se aplica uma lei para a sociedade, todos tem que estar sujeito a esta lei, e esse todos inclui pobres, ricos, poderosos, fracos, brancos, negros e todos os que compõem tal sociedade, ou seja se o pobre e o negro ou o japonês cometem um delito digno de morte e neles não há conversão, então PENA DE MORTE para eles. E se o rico e os poderosos cometem um delito digno de morte e não há conversão neles, então PENA DE MORTE a eles.
Mas como já disse antes, que o nosso governo não cumpri corretamente as leis, e podemos observar pelos fatos que nós vemos através dos meios de comunicação e até mesmo em nosso dia dia, então se ela a punição pena de morte, for aplicada a uns e a outros não, sendo as duas partes merecedora dela, então; pena de morte pra quem administrou erradamente esta lei.
Então não se pode colocar esta lei nas mãos destes governantes corruptos e mundanos.
Como já disse antes e torno a dizer, que a pena de morte é valida se for aplicada corretamente para todos que a merecem sem distinção de ninguém, ai sim seria conforme a vontade de Deus.
O que é certo e justos tem que ser confiado a quem é justo porque este só pratica a justiça, enquanto que o que é injusto está para quem é injusto porque só pratica a injustiça.
Todos nós sabemos que o governo deste mundo não é de Deus, porque este mundo só prática a injustiça, e uma lei justa nas mãos de um injusto vai ser com certeza mal aplicada, fazendo com que uma lei justa se passe por injusta, da mesma forma que a bíblia é uma sã doutrina nas mãos da verdadeira Igreja, Católica Apostólica Romana, ela será uma mal doutrina nas mãos das seitas protestantes, que inverte o verdadeiro sentido das palavras para própria perdição daqueles que as ouvem, corrompendo assim, aquilo que deveria servir para salvação e justificação e correção das pessoas.
Então a pena de morte neste país de governo corrupto eu não aceito, porque tenho certeza de que alguns ou vários erros iram acontecer, podendo matar pessoas inocentes; Ora, vale mais um inocente do que 99 culpados, e se entre 100 condenados mortos estiver um inocente, eu digo de que nada valeu o sacrifício.
Eu li no site um argumento de comparação um tanto meio sem relação, com a questão no que se diz a respeito de acontecer algum erro no julgamento de pena de morte, e uma pessoa for vitimada inocentemente, e que descrevo logo abaixo.

1ª objeção: Não pode haver pena de morte porque podem acontecer erros e acabar-se matando inocentes.
Resposta: Segundo esse argumento, tudo o que contém algum risco de erro é ilegítimo. Se esse argumento procedesse, deveriam ser proibidos o avião e o automóvel, porque acontecem vários acidentes por ano e muitos inocentes morrem. “Abusus non tollit usum” (o abuso não tolhe o uso), é uma máxima do Direito absolutamente verdadeira. Caso contrário, a vida em sociedade seria impossível.
Olha, no caso de houver algum erro, e matar pessoas inocentes, deve sim ser considerados, primeiro como eu já disse antes, que um governo corrupto comete injustiças, e injustiças é um erro que muitas vezes pode ser intencional, ou seja, eles podem cometer injustiça poupando a vida de uma pessoa que praticou um ato gravíssimo merecedor da pena de morte, só porque é filho de um magnata empresário, ou político, ou por ser algum empresário ou político que tem uma certa influencia na sociedade, ou até mesmo um jogador famoso de futebol, que certamente deve ser algum ídolo desses fanáticos de futebol, ou um cantor famoso desses, que as moças assanhadas choram e se derramam todas; Já pensou !! Quantos desses hoje, talves já não tenham cometido atrocidades e tem tido ficado impune por vontade da injustiça dos injustos, e nós nem ficamos sabendo e nem foi pra cadeia.
Agora quanto aos acidentes de aviões e carros que matam pessoas inocentes, são erros involuntários, que são é erros é claro, mas não se trata de injustiça, porque não é intencional, por exemplo: um médico pode as vezes matar uma pessoa na sala de operação cometendo um erro não intencional, e isso não é uma injustiça, ao passo que a vontade dele era outra, a de salvar a vida do paciente, e não mata-lo.

Bom irmãos: eu quis dar somente a minha opinião, sobre o assunto, sem querer desmerecer e nem ofender a ninguém. Sou a favor a pena de morte, mas neste brasil do jeito que está não dá.

Continuem sempre assim defendendo a verdadeira Igreja de Cristo, junto com Maria nossa Rainha e Mãe.

Que Deus continue sempre mantendo, as benções sobre vocês, que tenho certeza que só querem anunciar a verdade. Até mais.

Muito prezado Ederson,
salve Maria!
 
    Muito obrigado por suas palavras de elogio ao site Montofrt, do qual você se demonstra tão amigo. Peço-lhe que reze por nós. Fico contente também com o fato de que você aceita a doutrina da Igreja que defende a licitude da pena de morte e a sua necessidade em certos acasos.
    Você argumenta, porém, que no caso barsileiro, e de outros países com governo corrupto — é é difícil nos tirarem o campeonato em corrupção governamental graças a imensa contribuição de corrupção do “ético” PT — esses governos corruptos usariam mal a pena de morte.
    Claro que sei disso. E creio que, numa eventual ditadura do PT, eu mesmo correria risco de ser honrado com el paredón.
    Para responder seu argumento, lembro-lhe o seguinte. Nosso Senhor Jesus Crsito viveu sob o governo tirânico e corrupto de César, e foi condenado à morte injustamente. Ora, apesar disso, Jesus nada disse contra a pena de morte. Pelo contrário, quando Pilatos disse a Jesus que tinha poder de condená-lo a morte, Nosso Senhor não condenou a aplicação da pena de morte por um governo pior do que corrupto, por um governo tirânico e injusto, mas reconheceu que o poder de Pilatos de condenar a morte vinha de Deus dizendo:
 
“Tu não terias poder algum sobre Mim, se não te fosse dado do alto” (Jo. XIX,11).
 
    Durante cerca de 300 anos os primeiros cristãos foram condenados à morte no Império Romano, cujos imperadores eram bem corruptos e injustos, e todos os Santos e todos os Padres da Igreja dessa época jamais condenaram a pena de morte apesar de lhes fazer injustiça. Portantro, o que nos ensinam o Evangelho e a Tradição é que devemos defender a pena de morte ainda que o governo seja tirânico e injusto porque esse fato não pode anular a bondade da pena de morte em si, ainda que ela nos faça injustiça.
    Esperando ter elucidado seu problema, despeço-me atenciosamente

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Onde está fundada a fé católica nos santos? - Orlando Fedeli

Cartas: Parusia – Segunda vinda de Cristo - Orlando Fedeli

Cartas: Triste realidade do atual ambiente universitário - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais