Montfort Associação Cultural

31 de janeiro de 2009

Download PDF

Pedido de perdão de Dom Richard Williamson dirigido ao Cardeal Castrillón Hoyos a respeito de suas declarações sobre o genocídio

Autor: Orlando Fedeli

Por Dom Richard Williamson, Dinoscopus

Tradução e comentário por Orlando Fedeli, Montfort.org.br

O site Montfort tem a alegria de publicar a nobre carta que Sua Excia. Monsenhor Richard Williamson dirigiu ao Papa através do Cardeal Castrillón Hoyos, reconhecendo o mal que suas declarações causaram à Igreja e ao Santo Padre, assim como à própria FSSPX.

Nossa alegria é tanto maior porque temos discordado diametralmente das posições de Dom Wiliamson. Mas sempre que alguém reconhece um erro que cometeu e pede perdão, há que dá-lo de coração inteiro. Quanto mais quando exprime seu arrependimento com tanta humildade quanto grandeza. Uma carta desse porte redime toda culpa.

Dom Williamson errou gravemente ao defender uma opinião falsa e comprometedora sobre o genocídio, sempre condenável.

Ficamos comovidos, e também admirados, pela grandeza que esse Bispo revelou ter, ao confessar publicamente com as palavras do profeta Jonas sua culpa, e seu pedido de castigo, sua penitência e seu pedido de perdão.

Deus tenha toda misericórdia e que engrandeça ainda mais a alma desse Bispo, que, se foi culpado, errado e infeliz em suas afirmações, foi nobre, sincero e humilde em seu arrependimento.

Só na Igreja se encontra tal grandeza.

Orlando Fedeli

São Paulo, 31 de janeiro de 2009

Carta do Bispo Richard Williamson ao Cardeal Castrillón

À Sua Eminência Cardeal Castrillón Hoyos

Eminência

Em meio desta tormenta dos meios de comunicação causados por imprudentes afirmações minhas na televisão sueca, peço a V. Emcia. que aceite, somente como é próprio do respeito, meu sincero pesar por ter causado a V. Emcia. e ao Santo Padre tão desnecessária angústia e problemas.

Para mim, tudo o que interessa é a Verdade Encarnada, e os interesses de Sua única verdadeira Igreja, somente através da qual podemos salvar nossas almas e dar eterna glória, em nosso pequeno caminho, a Deus Todo Poderoso. Portanto, tenho um só comentário a fazer, tirado do profeta Jonas, I, 12:“Agarrai-me e jogai-me ao mar, e o mar se acalmará para vós, pois sei que é por minha culpa que vos sobreveio esta grande tempestade.”

Por favor, aceite também, e transmita ao Santo Padre, meu sincero e pessoal agradecimento pelos documentos assinados quarta-feira passada e tornados públicos, no Sábado. Muito humildemente ofereço uma Missa por ambos.


Sinceramente seu, em Cristo

+Richard Williamson

 

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais