Montfort Associação Cultural

10 de junho de 2005

Download PDF

Pecado original e Batismo

  • Consulente: Paulo Roberto
  • Localizaçao: Juiz de Fora – MG – Brasil

Que a graça de Deus esteja conosco.
Li em resposta do prof. Orlando Fedeli a um leitor, que ao herdarmos o pecado de Adão, não herdamos a culpa pessoal que é só dele (de Adão). Mas fiquei um pouco confuso pelo seguinte: é que em uma outra resposta a respeito do Limbo, ele comentou a respeito do Batismo, que livraria a pessoa da culpa do pecado original. Daí a minha questão: como se pode falar então que o Batismo nos livra da culpa deste pecado, se por outo lado não herdamos essa culpa? Poderiam esclarecer-me a esse respeito? Obrigado
Paulo

Caro Paulo, salve Maria!

Quando Adão cometeu o pecado original, o resultado imediato foi a perda da graça santificante e a plena união com Deus. Então, como conseqüência, Adão e Eva, que eram imortais, junto com sua descendência, foram submetidos à corrupção material e ao jugo da morte.

Apesar de apenas Adão e Eva terem a culpa pessoal pelo pecado original, todos os seus filhos herdaram sua pior conseqüência, que foi a perda da graça santificante e a plena união com Deus. A mácula do pecado original, ou seja, a dívida do homem enquanto tal para com Deus, foi impressa na alma do homem, afastando-o da graça santificante de Deus.

Quando Nosso Senhor instituiu o batismo, permitiu que os homens pudessem recuperar a graça santificante, pois o batismo não só apaga esta mácula do pecado original, mas também todos nossos pecados pessoais que tenhamos cometido. Uma vez recuperado o estado de graça, o homem pode perdê-lo caso caia em pecado, recuperando-a após a confissão dos pecados.

Esperando ter lhe esclarecido este ponto, me despeço.

Auxilium Christianorum, ora pro nobis.

Paulo Pedrosa

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Ciúmes no casamento - Orlando Fedeli

Cartas: Oração ´Pai Nosso` - Orlando Fedeli

Artigos Montfort: Fingindo rezar, Frei Betto mostra-se blasfemo e herege completo - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais