Montfort Associação Cultural

15 de maio de 2013

Download PDF

Papa Francisco afasta da Escócia o Cardeal O’Brien

Comunicado da Sala de Imprensa do Vaticano

Comentário publicado por Vatican Insider

 

A Sala de Imprensa da Santa Sé publicou hoje um comunicado em que informa que o Cardeal Keith O’Brien, Arcebispo emérito de Edimburg, “pelas mesmas razões pelas quais decidiu não participar do último conclave”, de comum acordo com o Santo Padre, deixará a Escócia, para “alguns meses de renovação espiritual, oração e penitência”. “Toda decisão futura a respeito do Cardeal dependerá da concordância da Santa Sé”, acrescenta o comunicado.

As acusações de “conduta moral imprópria” contra o Cardeal O’Brien partiram de três padres e um ex-padre de sua diocese e remontam a fatos ocorridos trinta anos antes. As denúncias foram confirmadas publicamente pelo próprio embaixador do Vaticano na Inglaterra, Monsenhor Antonio Menini, uma semana antes da renúncia de Bento XVI. Dias depois, o Cardeal decidiu, “informado Bento XVI” – ou seja, por ordem deste – não participar do Conclave e difundiu um comunicado pedindo perdão a “todos os que tinham sido ofendidos”.

Segundo um dos acusadores, o “enorme poder” que tinha o bispo O’Brien sobre seus subordinados facilitava-lhe os abusos. Essa declaração confirma a tese de Monsenhor Charles Scicluna, o promotor de justiça da Congregação para a Doutrina da Fé no pontificado de Bento XVI: “Atrás de todo abuso sexual cometido por um eclesiástico, está sempre um abuso de poder”

 

 

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais