Montfort Associação Cultural

10 de agosto de 2009

Download PDF

Padre, leitor da Montfort, denuncia: Padre Joãozinho manipulou e distorceu citação de Santo Agostinho

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Anonimo

Caríssimo Prof. Orlando:

Salve, MARIA!

“Aos chamados, queridos em Deus Pai, e guardados em Jesus Cristo…senti a necessidade de vos escrever, exotando-vos a batalhar pela fé que de uma vez por todas foi entregue aos santos. Pois certos homens se introduziram com dissimulação… homens ímpios, que convertem em dissolução a graça de nosso Deus, e negam o nosso único Soberano e Senhor, Jesus Cristo” (Judas 1-4)

Conversando com um amigo padre , sobre os fatos do ataque a Montfort, por parte do Pe. Joãozinho, resolvi me manifestar contra aquela “palhaçada ” armada . Encontrei a citação que Pe. Joãozinho fez dizendo ser de Santo Agostinho:

Cristão receba aquilo que Você é….

Ele manipulou e distorceu a citação, a citação correta é do sermão 272 de Santo Agostinho e se encontra assim:

“Si ergo vos estis corpus Christi et membra, mysterium vestrum in mensa Dominica positum est: mysterium vestrum accipitis. Ad id quod estis, Amen respondetis, et respondendo subscribitis. Audis enim, Corpus Christi; et respondes, Amen. Esto membrum corporis Christi, ut verum sit Amen.”

“Se VÓS sois o corpo de Cristo e seus membros, é o Sacramento (Mysterium) do que Vós sois que está colocado na Mesa do SENHOR; é o sacramento do que VÓS sois que VÓS recebeis. E ao que VÓS sois que respondeis AMÉM, e esta resposta é a vossa assinatura. Torna-te num membro do Corpo de CRISTO, para que este AMÉM seja verdadeiro”-Antologia Litúgica – Textos litúrgicos, Patrísticos e Canónicos do Primeiro milénio. Org.Dr. Pe. Cordeiro, José de Leão. Secretariado Nacional de Liturgia. Fátima. Portugal. 2004.[pág.841. nº3610]

Sendo esse relacionado com I Cor X, 16-17: “O cálice de benção, que benzemos, não é a comunhão do sangue de CRISTO? E o pão que partimos, não é a comunhão do corpo de CRISTO? Uma vez que há um único pão, nós, embora sendo muitos, formamos um só corpo, porque todos nós comungamos do mesmo pão.”

Pe. Joãozinho está usando os três doutorados que possui para deturpar as palavras do Santo Doutor da Igreja Agostinho de Hipona, mudando a citação do plural para o singular ele queria dizer que se recebo a Eucaristia sou a Eucaristia, ou pior o que recebo nada mais é aquilo que já sou a própria Eucaristia, ou o próprio CRISTO, isto é o sacramento é só um instrumento revelador daquilo que sou e não sei, pura Gnose. Enquanto São Paulo e Santo Agostinho se referem a unidade da Igreja, que como Católicos recebem o único corpo de CRISTO e pertence a única Igreja que é o Corpo Místico de CRISTO e na comunhão se revela que somos muitos membros em uma só Igreja. Para uma compreensão maior, uma leitura da Epistola de São Paulo aos Efésios dá um entendimento melhor dessa unidade da Igreja revelada e realizada na Eucaristia. Santo Agostinho em outras explicações sobre o Corpo de CRISTO insiste nesta unidade por meio do önico Cristo . Em resumo a Igreja é única por ser um único Cristo, e assim como Cristo não se divide, assim quem está na única Igreja se une a CRISTO e por meio da Igreja permanecemos unidos a CRISTO.
Pio XII nos diz: “Pela sagrada Eucaristia alimentam-se e fortificam-se os fiéis com um mesmo alimento e se unem entre si e a divina Cabeça de todo o Corpo com um vínculo inefável e divino.” (MYSTICI CORPORIS 18). O resto da argumentação só segue as tolices modernistas, como o Milagre Eucarístico não é Eucaristia, ora então não deveria ser “Milagre EUCARÍSTICO”, seria então “MILAGRE MATERIALISTICO”?????. Entre os milagres já houve os que foram comungados, mas isso é uma outra história. O de Lanciano foi guardado por outros motivos, não os alegados pelo padre, mas sim pela visibilidade do milagre e não porque não fosse Eucaristia.
Já se torna tarde tolerar-mos toda essa baboseira e linguagem ambígua, como diz o grande apóstolo cujo o santuário está nas mãos dos Dehonianos, congregação do Pe. Joãozinho,:Transformam a graça em dissolução. Que despertemos e guardemos nossa Santissíma Fé contra essa corrosiva e destrutiva falsa doutrina.
Recebe minha Bênção etodo o meu apoio e orações.
In Corde Mariae semper,

UM PADRE DE ALDEIA

Para o contexto:

SERMO 272
IN DIE PENTECOSTES
AD INFANTES, DE SACRAMENTO.
Sacramentum corporis et calicis Domini.
1. Hoc quod videtis in altari Dei, etiam transacta nocte vidistis: sed quid esset, quid sibi vellet, quam magnae rei sacramentum contineret, nondum audistis. Quod ergo videtis, panis est et calix; quod vobis etiam oculi vestri renuntiant: quod autem fides vestra postulat instruenda, panis est corpus Christi, calix sanguis Christi. Breviter quidem hoc dictum est, quod fidei forte sufficiat: sed fides instructionem desiderat. Dicit enim propheta: Nisi credideritis, non intellegetis 1. Potestis enim modo dicere mihi: Praecepisti ut credamus, expone ut intellegamus. Potest enim in animo cuiusquam cogitatio talis suboriri: Dominus noster Iesus Christus, novimus unde acceperit carnem; de virgine Maria. Infans lactatus est, nutritus est, crevit, ad iuvenilem aetatem perductus est, a Iudaeis persecutionem passus est, ligno suspensus est, in ligno interfectus est, de ligno depositus est, sepultus est, tertia die resurrexit, quo die voluit, in coelum ascendit; illuc levavit corpus suum; inde est venturus ut iudicet vivos et mortuos; ibi est modo sedens ad dexteram Patris: quomodo est panis corpus eius? et calix, vel quod habet calix, quomodo est sanguis eius? Ista, fratres, ideo dicuntur Sacramenta, quia in eis aliud videtur, aliud intellegitur. Quod videtur, speciem habet corporalem, quod intellegitur, fructum habet spiritalem. Corpus ergo Christi si vis intellegere, Apostolum audi dicentem fidelibus: Vos autem estis corpus Christi, et membra 2. Si ergo vos estis corpus Christi et membra, mysterium vestrum in mensa Dominica positum est: mysterium vestrum accipitis. Ad id quod estis, Amen respondetis, et respondendo subscribitis. Audis enim, Corpus Christi; et respondes, Amen. Esto membrum corporis Christi, ut verum sit Amen. Quare ergo in pane? Nihil hic de nostro afferamus, ipsum Apostolum identidem audiamus, qui cum de isto Sacramento loqueretur, ait: Unus panis, unum corpus multi sumus 3: intellegite et gaudete; unitas, veritas, pietas, caritas. Unus panis: quis est iste unus panis? Unum corpus multi. Recolite quia panis non fit de uno grano, sed de multis. Quando exorcizabamini, quasi molebamini. Quando baptizati estis, quasi conspersi estis. Quando Spiritus Sancti ignem accepistis, quasi cocti estis. Estote quod videtis, et accipite quod estis. Hoc Apostolus de pane dixit. Iam de calice quid intellegeremus, etiam non dictum, satis ostendit. Sicut enim ut sit species visibilis panis, multa grana in unum consperguntur, tamquam illud fiat, quod de fidelibus ait Scriptura Sancta: Erat illis anima una, et cor unum in Deum 4: sic et de vino. Fratres, recolite unde fit vinum. Grana multa pendent ad botrum, sed liquor granorum in unitate confunditur. Ita et Dominus Christus nos significavit nos ad se pertinere voluit, mysterium pacis et unitatis nostrae in sua mensa consecravit. Qui accipit mysterium unitatis, et non tenet vinculum pacis, non mysterium accipit pro se, sed testimonium contra se. Conversi ad Dominum Deum Patrem omnipotentem, puro corde ei, quantum potest parvitas nostra, maximas atque veras gratias agamus; precantes toto animo singularem mansuetudinem eius, ut preces nostras in beneplacito suo exaudire dignetur; inimicum quoque a nostris actibus et cogitationibus sua virtute expellat, nobis multiplicet fidem, mentem gubernet, spiritales cogitationes concedat, et ad beatitudinem suam perducat: per Iesum Christum Filium eius. Amen.

http://www.augustinus.it/latino/discorsi/index2.htm
 

Muito prezado e reverendo Padre, salve Maria.
 
     Deus lhe pague por sua intervenção em defesa da fé na presença real de Nosso Senhor Jesus Cristo na Eucaristia, negada rotundamente por Padre Fábio de Melo – um especialista em xampu -, que depois procurou escusar-se por meio de sofismas baratos, quer por parte dele, quer por parte de um tal Padre Joãozinho – que mania de adotar apelidinhos redutores próprios de criança mimada!
 
     E se padres não crêem na presença real de Jesus na hóstia consagrada, se eles não professam claramente essa crença, em que eles acreditam?
 
     Deus lhe pague, Padre.
 
In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Conversão de um ex-mórmon - Orlando Fedeli

Cartas: Defesa da fé verdadeira - Orlando Fedeli

Cartas: Testemunho - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais