Montfort Associação Cultural

21 de setembro de 2013

Download PDF

Padre de Tanouarn teme ser “condenado ao museu”

Comentário de Lucia Zucchi

sobre entrevista publicada em Tradinews

Nada mais inútil quando se percebe a iminência de um ataque do queixar-se e admitir razões de ter medo…

O Padre de Tanouarn, do IBP, cuja firmeza de princípios quanto à Missa NÃO é proverbial, analisa o desapreço que o Papa Francisco PARECE demonstrar em relação à Missa Tridentina e à Contra Reforma litúrgica e doutrinária conduzida por Bento XVI. Para o Padre, ao falar em vetus ordo ou “missa antiga”, o Papa nos estaria condenando ao museu! E adverte os “tradicionalistas” contra o perigo de se mostrarem “restauracionistas”, instando-os a provar sua “juventude”.

Que diferença do Padre Aulagnier, que ainda no mês de agosto desfraldava corajosamente no nosso Congresso suas (radicais!) convicções a respeito da Missa Nova! Esse grande lutador, aos setenta anos, transpira juventude e determinação. Por isso esteve o tempo todo cercado por jovens seminaristas…

Mas… se vai cair a noite, caminhemos enquanto temos a luz! E Nosso Senhor mesmo é a Luz do Mundo! (cfr. São João IX, 4-5) É Ele que está real e verdadeiramente presente na Santíssima Eucaristia e é na Missa de Sempre que, diante dessa Presença, “todo joelho se dobra” (Filipenses 2, 10)!

Daí vem nossa força e nossa juventude. Na difusão da Missa “Extraordinária”, da teologia e da vida católica que são compatíveis a ela, está de fato a  “Nova Evangelização”. Não se trata de “restaurar” apenas uma situação preconciliar… Trata-se de fazer triunfar em todo o mundo a Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo!

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais