Montfort Associação Cultural

14 de agosto de 2009

Download PDF

Padre amigo ajuda a desarmar arapuca de Padre Joãozinho contra a Montfort

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Anonimo
  • Religião: Católica

Prezado professor,

SALVE MARIA!

“ Perguntavam-lhe isso, a fim de pô-lo á prova e poderem acusá-lo”
(Jo VIII, 6)

O Joãozinho arrumou arapuca para pegar passarinhos, se esqueceu e novamente se perdeu no meio da floresta com Mariazinha e foi comer os doces na casa da Bruxa, ou será resolveu jogar feijões mágicos. Resolveu jogar Caça-Palavras como nos gibis que aparecem também Zezinho, Huguinho e Luizinho ( sobrinhos do Pato Donald). Quais palavras são minhas, quais do Papa ( para ver no que disse no Blog, que o PAPA não é tão ortodoxo)

http://blog.cancaonova.com/padrejoaozinho/2009/08/10/sera-heresia-afirmar-que-a-constituicao-da-igreja-e-essencialmente-eucaristica/

Bem nada como pegar um dicionário para ver o verbo constituir:

Verbo
cons.ti.tu.ir
1. Transitivo
1. formar, organizar:
Constituíram uma empresa.
FORMAR, ORGANIZAR

15. Eucharistia est igitur pars constitutiva Ecclesiae essentiae actionisque (http://www.vatican.va/holy_father/benedict_xvi/apost_exhortations/documents/hf_ben-xvi_exh_20070222_sacramentum-caritatis_lt.html):

Uma Tradução seria : A Eucaristia é portanto parte constitutiva da Igreja de sua essencia e de sua ação.

Pediria ao senhor, verificar se essa tradução é possivel

A pergunta difere da afirmação:

Será heresia afirmar que a constituição da Igreja é essencialmente Eucarística?

A Eucaristia é constitutiva do ser e do agir da Igreja.

Constituir e ser a constituição são duas coisas distintas em um bom português. A pergunta afirma ser, enquanto a afirmação da Exortação Apostólica é fazer. Uma Ação Constitutiva é que é atribuida a Eucarístia que infere diretamente no que a Igreja deve ser e como deve agir, sem confundir o ser de CRISTO com o SER da IGREJA. Bem São Paulo é quem melhor explica isso, mas antes é bom lembrar o que disse São Pedro sobre as cartas de Sâo Paulo:
” Nelas há algumas passagens dificeis de entender, cujo sentido os espíritos ignorantes ou pouco fortalecidos deturpam, para a sua própria ruina, como o fazem tambem com as demais Escrituras” ( II Pedro III,16)

Bem, a Eucaristia proporciona a união com CRISTO, para usando as palavras de JESUS, ele ser a videira e nós os ramos ( que podem ser cortados). São Paulo afirma: ” Eu vivo, mas já não sou eu; é CRISTO que vive em mim. A minha vida presente, na carne, eu a vivo na fé no FILHO DE DEUS, que me amou e se entregou por mim” ( Galatas II,20). Esta transformação que realiza Cristo, não é na ordem do ser no que se refere a divindade, mas na ordem moral: ” Tende em vós os mesmos sentimentos de que JESUS CRISTO foi animado” ( Filipenses II, 5). Vejamos, na Eucaristia eu recebo JESUS, “que me amou e se entregou por mim” (cf. Gl II, 20). Se ele se entregou por mim, devo corresponder ao que ele fez: ” Ora, é para isso que fostes chamados. Tambem CRISTO padeceu por vós, deixando-vos exemplo para que sigais os seus passos” ( I Pe II, 21).

Diferente é a concepção moderna muito difundida e com sérios efeitos sobre a moral.

É a concepção defendida é de PIERRE TEILHARD DE CHARDIN :

“Eu creio que o Universo é uma Evolução. Eu creio que a Evolução vai para o Espírito. Eu creio que o Espírito, no Homem, se conclui no Pessoal. Eu creio que o Pessoal supremo é o Cristo-Universal”

“A única religião daqui por diante possível para o Homem é aquela que lhe ensinará, primeiro, a reconhecer, amar e servir apaixonadamente o Universo do qual ele faz parte”
“Como lemos em São Paulo e em São João, lemos também que criar, construir e purificar o mundo é, para Deus, unificá-lo, unificando-o organicamente consigo mesmo. Como Ele o unifica? Imergindo-se parcialmente nas coisas, tornando se “elemento”; e depois, dessa posição vantajosa no coração da matéria, assumindo o controle e a direção do que chamamos de Evolução. O Cristo, princípio da vitalidade universal tendo Se manifestado como Homem entre os homens, colocou-Se na posição (sempre mantida) de englobar sob Simesmo a ascensão geral das consciências nas quais Ele se inseriu. Através do ato perpétuo de comunhão e de sublimação, Ele agrega para Si mesmo o psiquismo total da Terra. E, quando Ele houver reunido tudo e tudo transformado, Ele tornará a se fechar sobre Si mesmo e Suas conquistas para retornar enfim, em um gesto final, ao lugar divino de onde Ele nunca saiu. Então, como nos disse São Paulo, Deus será Todo em tudo. É a expectativa deuma unidade perfeita, mergulhada na qual cada elemento atingirá sua consumação ao mesmo tempo que o Universo. O Universo se realizando em uma síntese de centros em conformidade perfeita com as leis da união. Deus, o Centro dos centros. Nessa visão final, o dogma do Cristianismo se culmina. E tão exatamente, tão perfeitamente essa culminação coincide com o Ponto Omega, que, sem dúvida, eu não teria jamais me aventurado a antecipar Sua visão, ou formulado a hipótese racionalmente, se, em minha consciência de crente, eu não houvesse encontrado, não apenas seu modelo especulativo, mas também sua realidade viva.”
(Hino do Universo- PAULUS)
DOUTRINA OPOSTA AQUELA ENSINADA POR PIO XII (valeria ler a Enciclica inteira):

http://www.vatican.va/holy_father/pius_xii/encyclicals/documents/hf_p-xii_enc_12081950_humani-generis_po.html

II. INFILTRAÇÃO DESSES ERROS NO PENSAMENTO CATÓLICO
9. Os teólogos e filósofos católicos, que têm o grave encargo de defender e imprimir nas almas dos homens as verdades divinas e humanas, não devem ignorar nem desatender essas opiniões que, mais ou menos, se apartam do reto caminho. Pelo contrário, é necessário que as conheçam bem; pois não se podem curar as enfermidades antes de serem bem conhecidas; ademais, nas mesmas falsas afirmações se oculta por vezes um pouco de verdade; e, por fim, essas opiniões falsas incitam a mente a investigar e ponderar com maior diligência algumas verdades filosóficas ou teológicas.
10. Se nossos filósofos e teólogos somente procurassem tirar esse fruto daquelas doutrinas, estudando-as com cautela, não teria motivo para intervir o magistério da Igreja. Embora saibamos que os doutores católicos em geral evitam contaminar-se com tais erros, consta-nos, entretanto, que não faltam hoje os que, como nos tempos apostólicos, amando a novidade mais do que o devido e também temendo que os tenham por ignorantes dos progressos da ciência, intentam subtrair-se à direção do sagrado Magistério e, por esse motivo, acham-se no perigo de apartar-se insensivelmente da verdade revelada e fazer cair a outros consigo no erra.
11. Existe também outro perigo, que é tanto mais grave quanto se oculta sob a capa de virtude. Muitos, deplorando a discórdia do gênero humano e a confusão reinante nas inteligências dos homens e guiados por imprudente zelo das almas, sentem-se levados por interno impulso e ardente desejo a romper as barreiras que separam entre si as pessoas boas e honradas; e propugnam uma espécie de “irenismo” que, passando por alto as questões que dividem os homens, se propõe não somente a combater em união de forças contra o ateísmo avassalaste, senão também a reconciliar opiniões contrárias, mesmo no campo dogmático. E, como houve antigamente os que se perguntavam se a apologética tradicional da Igreja constituía mais impedimento do que ajuda para ganhar almas a Cristo, assim também não faltam agora os que se atreveram a propor seriamente a dúvida de que talvez seja conveniente não só aperfeiçoar mas também reformar completamente a teologia e o método que atualmente, com aprovação eclesiástica, se emprega no ensino teológico, a fim de que se propague mais eficazmente o reino de Cristo em todo o mundo, entre os homens de todas as civilizações e de todas as opiniões religiosas.

Bem professor , esse é apenas uma contribuição contra a arapuca, já que ele montou as afirmações dele no blog com textos da Exortação Apostólica Sacrametum Caritatis.

In Corde Mariae.

Um padre de aldeia
 

Muito prezado e reverendo Padre, salve Maria!
 
     Obrigado por sua missiva . Deus lhe pague seu apoio à defesa da fé católica.
 
     Esse Padre Joãozinho não tem escrúpulos de copiar textos sem colocar o autor só para tentar enganar, montando arapucas primárias e cavando fossos para que outros caiam em
erro. Ele caiu no fosso que cavou, A arapuca foi logo desvendada.
     
     Uma vergonha!
 
In Corde Jesu, semper,
     Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: A favor da religião, mas contra a Igreja - Orlando Fedeli

Cartas: Heresias no Concílio Vaticano II - Orlando Fedeli

Cartas: Ex-pentecostal se converte a verdadeira Igreja de Nosso Senhor - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais