Montfort Associação Cultural

19 de dezembro de 2010

Download PDF

Orações em latim

Autor: Ivone Fedeli

  • Consulente: Luiza de Marillac Nascimento Freitas de Melo
  • Localizaçao: Formosa – GO – Brasil
  • Escolaridade: 2.o grau concluído
  • Profissão: Func. Pública Federal
  • Religião: Católica

Salve Maria
 
Tenho me tornado uma leitora assídua do Montfort, muitas vezes esclarece as minhas dúvidas, outras me deixam muito confusas.
Lendo cartas me deparei com essa “MISSA EM LATIM” de 02/09/2004. Onde o Senhor responde e no final diz o seguinte “Finalmente, a Missa é rezada para Deus, e não para o povo. E Deus entende bem o latim.”
Dai me veio de imediato a seguinte pergunta?: se eu não falo latim, então meus clamores, meus louvores e orações foram em vão?
Eternamente grata por esse site existir.
 
Luiza de Marillac
 

Prezada Luiza,
 
     Não se preocupe. Deus entende não só o latim, mas todas as línguas…
 
     A conveniência de uma língua litúrgica é justamente a de criar um padrão universal e fixo para o culto oficial, que é também universal, e cuja doutrina não deve estar sujeita às inevitáveis e contínuas variações das línguas vivas. Em nossas orações pessoais é normal que usemos a língua materna, embora São Francisco de Sales recomende em seu “Filotéia” que se aprendam também em latim as orações mais comuns. Diz ele:
 
“Si vous me croyez, vous direz votre Pater, votre Ave Maria et le Credo en latin; mais vous apprendrez aussi à bien entendre les paroles qui y sont, en votre langage, afin que, les disant au langage commun de 1″Eglise, vous puissiez néanmoins savourer le sens admirable et délicieux de ces saintes oraisons, lesquelles il faut dire fichant profondément votre pensée et excitant vos affections sur le sens d”icelles, et ne vous hâtant nullement pour en dire beaucoup, mais vous étudiant de dire ce que vous direz, cordialement ; car un seul Pater dit avec sentiment vaut mieux que plusieurs récités vitement et couramment.”
 
(Se você confia em mim, reze seu Pater, sua Ave-Maria e o Credo em latim; mas aprenda também, compreendendo bem todas as suas palavras, em sua língua, a fim de que, recitando-os na língua comum da Igreja, você possa saborear o sentido admirável e delicioso dessas santas orações, as quais é preciso rezar fixando profundamente sua atenção e excitando sua vontade com o sentido delas, não se apressando para recitar muitas, mas aplicando-se a recitar de todo o coração as que você rezar; pois um só Pater dito com atenção é melhor do que vários recitados às pressas e sem atenção.”
 
     Nossa Senhora a ajude.
 
Salve Maria.
Ivone Fedeli

TAGS

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais