Montfort Associação Cultural

23 de fevereiro de 2007

Download PDF

O sacrifício de Caim

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Carlos Tadeu Dias de Souza
  • Localizaçao: São Paulo – SP – Brasil
  • Escolaridade: Superior incompleto
  • Profissão: Vendedor
  • Religião: Católica

Prezado Senhor,

Tenho o hábito de ler a liturgia diária “Deus Conosco” e na 1ª leitura de hoje (12/02/07), que tirada do livro do Gn 4,1-15.25 e me ficou uma dúvida, e ficaria agradecido se pudesse me responder.

Neste versículo abaixo, Deus olhou para oferenda de Caim, ou seja não lhe agradou. Porque???? é essa a dúvida, por que Deus não aceita a oferta de Caim???

3Aconteceu, tempos depois, que Caim ofereceu frutos da terra como sacrifício ao Senhor, 4e Abel ofereceu primogênitos do seu rebanho, com sua gordura. O Senhor olhou para Abel e sua oferenda, 5mas para Caim e sua oferenda não olhou

Agradeço antecipadamente.

Carlos Tadeu

Muito prezado Carlos,
Salve Maria.
 
    Repare que no próprio texto que você me via está escrito que “Abel ofereceu primogênitos do seu rebanho, com sua gordura“.
    O texto mostra que Abel oferecu o que tinha de melhor para Deus, enquanto de Caim diz apenas que ele ”ofereceu frutos da terra”. Não diz que ofereceu nem os primeiros frutos e nem os melhores.
    Mais adiante, Deus indaga Caim por que ele se irritara pelo fato de Deus não ter aceitado o seu sacrifício:

“Por que estás irado? E por que está abatido o teu semblante? Porventura, se obrares bem, não receberás por isso o teu galardão?” (Gn IV 6-8). 

    O que mostra que Caim não fizera uma oferta digna e generosa.

    Quando se faz um sacrifício para Deus, devemos agir generosa e humildemente.
    Repare ainda, meu caro Carlos, que as palavras que a bíblia usa para se referir ao sacrifício de Caim — “ofereceu frutos da terra” – são muito parecidas àquelas que se dizem na Missa Nova de Paulo VI:

Abençoai, Senhor, esse pão, fruto da terra e do trabalho do homem“.

    Depois de dizer essas palavras, como pedir depois a Deus, ao rezar o “Pai Nosso”, que nos dê o pão nosso de cada dia?
 
In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Veneração a Nossa Senhora - Ivone Fedeli

Cartas: Comunhão de joelhos - Orlando Fedeli

Cartas: Semelhanças entre os anjos e os homens - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais