Montfort Associação Cultural

13 de dezembro de 2005

Download PDF

O que é Fé?

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Clauber Leite
  • Localizaçao: São Paulo – SP – Brasil
  • Escolaridade: Superior em andamento
  • Religião: Católica

Prezado professor,

Muito admiro esse site e com certeza ele me apoia muita em minhas dúvidas em relação a fé.

Serei breve na minha questão.Fui questionado pelo padre em minha paróquia, em uma formação que ele nos dá, em o que seria fé?

Entendi a mensagem que ele queria mas fiquei com algumas dúvidas não esclarecidas. Ele me disse que a fé é fruto de um relacinamento da proposta que Deus nos faz com a resposta que damos a Ele.
Até ai tudo bem, mas tive dificuldade de entender se é necessaria uma resposta do ser humano como isso pode ser um dom? Ele inclusive mencionou que é possível uma pessoa não ter fé, isso me pareceu algo injusto, como Deus iria privar uma pessoa de um dom? Mas ele me disse que eu estava colocando Deus dentro de meus paradigmas e que Deus está no interior e no exterior dos muros da igreja.Entendi a resposta mas ela não me satisfez.

Essa foi uma questão, agora tenho outra que talvez seja mais simples. No advento inteiro o padre está utilizando a cor rosa, não só no terceiro Domingo, ele diz que é uma tendência para diferenciar da Quaresma.Mas acontece que nunca vi essa tendência em lugar algum.É correto essa utilização?

Agradeço muito a atenção e espero ansiosamente pelas respostas.

Salve Maria

Muito prezado Clauber,
salve Maria!
 
    Vejo bem o porquê você não ficou satisfeitro com as respostas confusas do padre…
    Uma das principais causas do abandono em que está o povo fiel, hoje, é a quase completa ignorância religiosa dos padres. Os seminários quase nada ensinam, e há padres que parecem não saber nem o catecismo.
    A Fé é a virtude sobrenatural pela qual aceitamos firmemente as verdades que Deus revelou e que a Igreja nos ensina.
O que lhe disse o Padre é um absurdo: Ele “disse que a fé é fruto de um relacinamento da proposta que Deus nos faz com a resposta que damos a Ele”.
    Deus não propõe. Deus manda. Deus sendo infinitamente veraz, incapaz de errar e de nos enganar, tudo o que Ele nos diz é absolutamente certo. Por isso temos a obrigação de crer o que Deus nos diz.
    Sem a fé é impossível a pessoa se salvar
    A Fé é uma virtude intelectual. É em nosso intelecto que aceitamos as verdades que deus nos revelou, e as aceitamos intelectualmente com o assentimento da vontade. Sem a fé não podemos amar. Sem Fé não há caridade. Ninguém pode amar o  que não conhece. Só amamos o que antes conhecemos. Por isso, só podemos amar com caridade (que é amar a Deus e ao próximo por causa de Deus. Só existe caridade com base na Fé.
    A Fé é como os pilares que sustentam o telhado de uma casa. Se não há pilares, o telhado não pode existir. Sem Fé, não há caridade.
    A Fé deve ser íntegra, isto é, inteira. A Fé ou é inteira ou não existe. Se duvido de uma só coisa que Deus revelou, estarei duvidando de Deus, e então não O terei mais como perfeito absoluto. A Fé, então, é como a virgindade: ou é inteira e íntegra ou não existe. Não há meia Fé.
    A Fé pode ser inteira, porém, de graus diferentes. A Fé pode ter maior ou menor grau. Por isso, Jesus disse que alguns tinham pouca Fé, e de outros disse: “Grande é a tua Fé“.
    Deus não abandona ninguém, pois quer salvar a todos. Portanto, Ele concede a todos os meios para ter Fé. No Batismo, todos recebem a virtude da Fé infusa e o dom da Fé. Aos que não são batizados, Deus dá graças que os chama para a Fé.
    Perde-se a Fé quando se coloca em dúvida qualquer verdade que Deus revelou e que a Igreja ensina como dogma ou como verdade de Fé que deve ser crida por todos os fiéis.
    Convém rezar sempre pedindo a Deus que nos mantenha fiéis aumentando a nossa Fé que é uma certeza sobrenatual em tudo o que Deus revelou e que a Igreja ensina.
     Restando-lhe alguam dúvida nessa questão, escreva-me.
     Quando aos paramentos, no advento, eles devem ser de cor roxa, porque o Advento é um tempo de penitência, no qual nos preparamos para receber a Cristo. Nenhum padre pode mudar a cor dos paramentos que a Igreja determina, assim como nenhum padre pode mudar as orações da Missa. O padre não é o proprietário da Missa, fazendo-a como quer o seu capricho. O padre é obrigado a seguir exatamente tudo o que a Igreja manda, em matéria de Liturgia.
    Quero aproveitar esta carta para lhe desejar, assim como à sua família, os votos de um Santo Natal.   
In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Triste realidade do atual ambiente universitário - Orlando Fedeli

Cadernos de Estudo: Existência de Deus - Orlando Fedeli

Curso de Catecismo Romano IV – A Oração - Ivone Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais