Montfort Associação Cultural

20 de março de 2009

Download PDF

O Ecumenismo vale somente para os católicos?

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Edson Wander Carvalho
  • Localizaçao: São Paulo – SP – Brasil
  • Escolaridade: Superior incompleto
  • Profissão: Comerciante
  • Religião: Católica
Caríssimo prof. Fedeli, bom dia, é sempre um prazer lhe falar.
 
Hoje quando fui a parôquia de São João Clímaco tive uma surpresa triste, pois estavam no chão e quebradas, as imagens de São João Clímaco, de Nossa Senhora Aparecida e a imagem de São José desapareceu. Prof. jamais devemos levantar suspeita sobre ninguém sem provas concretas, mas é dificil não supor que sejam motivos religiosos.
 
Pergunto, e o ecumenismo, defendido com unhas e dentes por alguns na IGREJA? Teria este ecumenismo validade apenas para católicos? Eu creio e professo o que dizem vários documentos dogmáticos, FORA DA IGREJA DE CRISTO, OU SEJA, IGREJA UNA SANTA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA, NÃO HÁ SALVAÇÃO.
 
Para mim o protestantismo é uma peste, um abísmo de perdição de almas, muitas inocentes, mas, não sei até aqui ponto………
 
Um forte abraço. Saúde e coragem prof., para que a Montfort continui sendo essa espada da Verdade…
 
SALVE MARIA SANTÌSSIMA, MÂE DO MEU SENHOR…….
 

Edson.

Muito prezado Edson,
Salve Maria.
 
Claro que muito provavelmente essa profanação foi causada pelo fanatismo protestante, que confunde imagens com ídolos. E isso comprova como o ecumenismo é errado.
 
O ecumenismo pensa que, cedendo aos maus em materia de idéias, eles se converteriam. Isso é um erro liberal fundamentado na esperança de que os maus, no fundo, seriam bonzinhos. Cedendo aos hereges e aos maus somente se os fortalece no erro.
 
Isso é como o erro de pais que cedem aos filhos tudo o que querem e pedem choramingando. Ceder às ciranças que choramingam somente as vicia. Elas sempre choramingarão, porque perceberam o ponto fraco dos pais, e sabem que chorando obterão o que exigem.
 
Os pais não devem ceder a tudo o que pedem os filhos. Do mesmo modo, ceder aos hereges e aos pecadores no que pedem, supondo que cedendo, eles se converterão, é bem prejudicial a eles porque os fortalece no erro e no pecado.  
 
Nosso Senhor nunca cedeu aos maus e tratava os maus choraminguentos com energia, acusando-os diretamente. Veja, por exemplo, como Nosso Senhor tratou o moço rico que entretanto praticava a lei de Deus. Nosso Senhor o tratou firmemente, para levá-lo a uma perfeição maior. E quando ele recusou o chamado e foi embora triste, Jesus não foi atrás dele.
 
Pais mimadores viciam os filhos. Mestres que não têm coragem de repreender alunos que se encaminham para o mal são cúmplices de seus pecados e desvios.
 
Assim também o ecumenismo, em vez de converter os hereges só os confirma no mal e no fanatismo.
 
O que está por trás dessa atitude de fraqueza é a idéia liberal de que, no fundo, o homem é bom. Esse erro esquece o pecado original e atua como se todo homem fosse omaculado. Ora, a Sagrada Escritura diz que, o pai que não repreende seu filho, o perde.
 
A misericórdia é só para os que temem a Deus, disse Nossa Senhora no Magnificat.
 
E São Paulo em sua carta a Tuto, manda que ele repreenda os maus duramente: “Increpa ilos dure. E manda que ele devia fechar a boca dos maus. E São Paulo é o modelo do modo de fazer corretamente apostolado, com firmeza e doçura. Firmeza para com os maus e misericórda e doçura para os que se arrependem.
 
In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Notícias e Atualidades: Papa Francisco manda introduzir São José nos Canons II, III e IV do Novus Ordo

Oração e Vida Espiritual: Santa Hildegarda e São João de Ávila doutores

Notícias e Atualidades: Cristo nasceu em 25 de dezembro

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais