Montfort Associação Cultural

27 de março de 2008

Download PDF

Novo cisma dentro da Igreja?

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: André Luis da Cruz
  • Localizaçao: Leme – SP – Brasil
  • Religião: Católica

Caro professor Orlando, Salve Maria!

Com imenso prazer e satisfação, envio ao senhor esta nova carta.
O motivo da mesma é pelo fato do movimento carismático, uma heresia dentro da Igreja está se espalhando cada vez mais , como é bem sabido por todos, inclusive pessoas mais velhas; inclusive as que cresceram assistindo a Missa Tridentina , depois viram em João XXIII um bom velhinho ,que reformou e trouxe a Igreja aos novos tempos!!
Essa praga se espalhou a tal ponto que vimos hoje em dia ônibus e mais ônibus vindo de vários cantos do Brasil, na tão falada e conhecida Canção Nova e nas missas personalistas de parde marcelo.
Minha pergunta é a seguinte: o senhor não teme um novo cisma dentro da Igreja??? Um cisma desta vez encabeçado pelos lideres destes movimentos, uma vez que nosso Papa Bento XVI, pela Glória de nossa Igreja,parece intencionado a reverter o quadro que hoje se apresenta, permitindo novamente a Missa de Sempre, criando o IBP , e medidas que aos poucos fará a Igreja retornar ao verdadeiro caminho.
Mas a crença do povão nesses “lideres carismáticos ” é tão grande que chega a assustar, a ponto de alguns dizerem que não vão à Missa, vão no Padre Marcelo!!!!
Creio que um futuro embate da autoridade máxima da Igreja, nosso Papa, com esses “lideres”, CNBB e essa patota toda não está descartada, um grande embate, decisivo para a Igreja de Cristo.
Qual a opinião do senhor sobre isso?

Abraço!

 
Muito prezado André,
Salve Maria.
 
     Concordo inteiramente com sua apreciação da situação. Mais ainda, o próprio Papa João Paulo II se referiu, certa vez, a um cisma silencioso.
     Agora, por causa das valentes decisões de Bento XVI de corrigir os erros da Missa Nova e os erros do Concílio Vaticano II, o cisma deixou de ser silencioso. Passou a ser gritado.
     Você deve ter visto o manifesto do Encontro Nacional dos Presbíteros da CNBB, pedindo a abolição do celibato. Esse foi um manifesto de revolta contra o Papa.
     E o apoio escandaloso que durante anos Bispos deram, mais ou menos às escondidas, às chamadas católicas favoráveis ao aborto?
     O papa Bento XVI liberou a Missa de sempre, entretanto, vários Bispos do Estado de São Paulo, atrevidamente se recusam a aplicar o Motu Proprio Summorum Pontificum, e se negam a permitir que seus padres celebrem a Missa de sempre. Dizem que só permitiriam isso se o povo soubesse latim, quando muitos padres não sabem nem o português.
     Aliás, ainda esta semana, um Bispo da África teve que renunciar ao Episcopado por ter cometido adultério. Esse Bispo reconheceu publicamente que caiu em adultério, mas, ao reconhecer isso, comprovou sua total ignorância religiosa, pois disse que violara o sétimo mandamento ao cair em adultério.
     Como um Bispo não sabia nem que é o sétimo mandamento que proíbe roubar, e que o nono mandamento é que condena o adultério?
     Isso se aprende no Catecismo.
     Será que no Brasil não há caso igual? Refiro-me à ignorância até do Catecismo…
     Fala-se agora que o Papa Bento XVI vai mandar que se celebre a Missa Nova de costas para o povo, e em latim.
     Será que esses Bispos moderninhos e revoltados vão obedecer quando o Papa mandar fazer isso?
     Temo que se revoltarão, e que pode, sim, haver um cisma e uma rebelião imensa contra o Papa.
     Rezemos então pelo papa. Rezemos pela Igreja. Rezemos pelo Clero.
 
In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais