Montfort Associação Cultural

14 de junho de 2010

Download PDF

Nota de pesar pelo falecimento do Prof. Orlando Fedeli

  • Consulente: Antônio Manuel da Silva Filho
  • Localizaçao: Recife – PE – Brasil
  • Escolaridade: Superior concluído
  • Profissão: Advogado
  • Religião: Católica

No fim da tarde do dia 09 de junho recebo a ligação de um amigo me perguntando se era verdade a notícia do falecimento do professor. Eu estava trabalhando e até então não sabia de nada. Quando com pouco, esse mesmo amigo acessara o site e via a Nota de Falecimento do tão querido professor Orlando. Fiquei sem chão e com o corpo trêmulo, senti-me completamente resignado diante de tão triste realidade.
Conheci o site Montfort ao acaso, procurando uma crítica sobre O Nome da Rosa, cheguei aos Labirintos de Eco do Professor Orlando em 2005. E esse labirinto, no mesmo ano de 2005, me levou a conhecer pessoalmente o professor. Logo me tornei aluno e amigo e ao assistir a primeira aula dele, fiquei deslumbrado com a clareza de suas argumentações a nos levar à compreensão da Fé e do Mistério de Deus na História. O Professor Orlando nos mostrou a ação de Deus na História, a atuação do seu corpo místico, que é a Santa Igreja. Contra tudo que nos tinham ensinado deliberadamente mentiroso, se insurgiu a voz do professor. Não apenas o ensinamento e a sabedoria de ver e de explicar, o professor ainda era dotado de um humor juvenil que fazia valer a frase que ele tanto dizia AD DEUM LAETIFICAT JUVENTUTEM MEAM. Na sua idade senil, Deus animava sua juventude, que tinha a alma talhada para o combate, para a estocada diante do erro e da heresia. O professor ensinou-nos a ver o céu até na imperceptível poça d´água. Tudo para ele era um ensinamento. Ensinamento que nos elevava aos Céus.
Uma pena, professor, não escutar mais sua voz dando-nos as excelentes aulas de História, filosofia, religião, literatura e tantos e tantos outros assuntos. Uma pena que não pudemos tomar o último suco de graviola recifense que o senhor tanto apreciava. Uma pena não rezarmos juntos. Porém, como o senhor mesmo nos ensinou, Deus sempre nos leva no momento certo. Fui visitá-lo em São Paulo nesses últimos dias do mês de maio. Sem saber, foi minha despedida. Ao despedir-me do professor na ladeira que dá acesso à sua casa, na noite do dia 31 de maio, vi-o andar sozinho e dobrar a esquina pela última vez. Alegre pela sua alegria em lançar sua denúncia contra a TFP e os Arautos e esperançoso de logo vê-lo novamente.
 
Amigo, professor, polemista, escultor, católico. Como bom filho de italiano, dono de uma largueza e conversa franca. Sempre lembrarei do bom amigo e se agora quisermo ter aula novamente, façamos por merecer a glória do Céu para quem sabe um dia encontrá-lo novamente. Lembro que em Maceió o professor nos disse que no Céu teremos muitas e muitas aulas. Aulas boas, leves, inteligentes e alegres, como a que ele dava.
 
É difícil e custa acreditar que o professor se foi. A la fin de la vie, je touche!
 
Parabéns pela vitória, pela vida que o senhor teve. Por ser esse homem incansável pela defesa da Fé e que não aparentava cansaço e desconforto, sempre pronto a ensinar até horas a fio.
 
Obrigado pelo que o senhor fez na vida desse indigno filho da Igreja. Obrigado por nos mostrar que devemos amar a Deus e à Sua Santa Igreja.
 
Honra para o senhor, professor Orlando!

Despeço-me com o coração entristecido, mas esperançoso de um dia poder revê-lo!

Meus sentimentos a D. Ivone Fedeli, seu Marcello Fedeli, a toda a família, amigos, alunos!

FAÇA DA SUA ALMA UMA ESPADA!

Rezemos pela alma do PROFESSOR ORLANDO FEDELI

In corde Iesu, semper,

Antônio Manuel

 

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Agradecimentos - Orlando Fedeli

Cartas: Admiração pelo trabalho do Professor Orlando - Orlando Fedeli

Cartas: Parabéns - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais