Montfort Associação Cultural

8 de outubro de 2004

Download PDF

Nossa Senhora dizendo HERESIAS?

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Vilma Santos
  • Localizaçao: – Brasil

Sr. Orlando Gostaria que esta carta fosse publicada no site. Este relato pode ser útil para muita gente.

Há alguns meses atrás eu estava assistindo a Santa Missa numa terça-feira à tarde, e o sacerdote era um Frei dominicano, já bem idoso. Ao explicar o Evangelho, ele concluiu com a seguinte frase: “Nossa Senhora, em Suas aparições, repete sempre o mesmo pedido: oração e penitência. Vejam Lurdes, Fátima e Medjugorge”.

Fiquei pensando naquele comentário e, após alguns dias, anotei em uma folha três mensagens das de Medjugorge e fui procurar o Frei em sua paróquia pois ele está sempre a disposição daqueles que necessitam do seu atendimento.

E aí, seguiu-se conforme abaixo: – Frei, tenho uma dúvida. O Sr. pode me ajudar?

- Claro, eu estou aqui para isso.

- Certo. Vamos supor a seguinte situação: sou uma vidente, recebo mensagens de Nossa Senhora e vou ler algumas dessas mensagens. Gostaria que o Sr. ouvisse.

Comecei a ler a primeira das mensagens e o Frei se pôs a ouvir atentamente. Mal havia terminado de ler a primeira frase da mensagem quando ele me interrompeu dizendo: – Isso não é vidente de Nossa Senhora não!

Pedi a ele que me permitisse lê-la até o final. Quando terminei a leitura ele disse energicamente: – Nossa Senhora NUNCA diria uma coisa dessas.

- Por que Frei?

- Por que isso É HERESIA.

- Certo Frei. Vamos agora para a segunda mensagem.

Nem havia concluído a leitura da primeira parte da segunda mensagem e ele novamente me interrompeu, de forma bem taxativa: – Isso NUNCA pode ter vindo de Nossa Senhora. Nossa Senhora dizendo HERESIAS?

Pedi então a ele só mais um pouquinho de paciência para que eu pudesse ler a terceira das mensagens. Ele ouviu, e com um meio sorriso completou: – HERESIA.

Peguei a folha com as mensagens, apresentei a ele e disse-lhe: – Frei, o Sr. sabe de onde vêm essas mensagens? Isso é Medjugorge.

Nesse momento, percebi o Frei extremamente corado. Olhou-me, estupefacto, e disse: – Eu NUNCA acreditei em Medjugorge. A Igreja está CHEIA de problemas e todo mês Nossa Senhora só diz: rezem, rezem, rezem; rezem rezem rezem. Isso é o que a Igreja pede há dois mil anos. Será que Nossa Senhora não teria nenhuma solução a apresentar? E ainda: aparição com hora marcada. Nunca vi isso!“.

E seguiu por aí a fora, instruindo-me corretamente sobre o assunto e explicando o mal que produz nas almas as falsas aparições. Pediu-me para tomar o máximo cuidado em relação ao indiferentismo religioso, tão comum nos dias de hoje. Exortou-me a não buscar aparições e apontou-me o Sacrário, falando da presença viva e real de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Vilma

Muito prezada Vilma , salve Maria !

Muito obrigado por seu depoimento, que publicaremos com prazer. Ele mostra como até padres que tem certa boa vontade engolem devoções não comprovadas. Graças a Deus o sacerdote que você submeteu ao teste demonstrou honestidade, condenando o que antes aprovara. Pena que nem todos sejam assim.

E parabéns por seu teste bem arguto.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais