Montfort Associação Cultural

23 de março de 2005

Download PDF

Natal pagão

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Ana Luiza
  • Localizaçao: Recife – PE – Brasil
  • Escolaridade: Pós-graduação concluída
  • Profissão: Adm de Empresas
  • Religião: Católica

Prezado Professor Orlando Fedeli, Salve Maria!!!!!!!!!!!
Espero que tenha tido um bom Natal a aproveito para lhe desejar que em 2005 o senhor tenha muita saúde e paz para continuar o seu trabalho, que eu não tenho palavras para elogia-los.
Professor, escrevo para comentar minha indignação ao assistir o Jornal Nacional logo após o Natal, que exibiu uma matéria sobre o Natal nos Estados Unidos. Ao final da matéria, o jornalista falou que os comerciantes de lá, estavam avaliando a possibilidade de não associar o Natal ao nascimento do menino Jesus, pois com isso eles atrairiam consumidores de outras religiões, como muçulmanos, budistas e hindus. Querem voltar ao tempo e transformar o Natal numa festa meramente pagã e comercial destruindo todo o trabalho da igreja durante todos esses anos.
Mas uma vez os americanos que só pensam em poder e dinheiro, saem atropelando tudo que vêm pela frente. Uma sociedade onde valores de família, amor ao próximo não são respeitados, não pode mesmo entender o nosso Natal e depois reclamam porque vivem em guerra com todo mundo e são alvos de tantas desgraças.
Um grande abraço,
Ana Luiza

Muito prezada Ana Luiza,
Salve Maria!
 
    Muito obrigado por seus votos, que retribuo de toda a lama.
    A festa de Natal foi paganizada em todo o mundo. Aqui no Brasil, ela se reduz a batucada, comedeira e presentinhos de papai Noel. Na França, agora se quis proibir até as árvores de Natal porque seriam símbolos religiosos.
    Se a sede de lucros e de gozo destruiu o Natal, foi porque ele foi destruído, antes, nas almas.
    Os católicos esqueceram o significado do Natal. Não sabem o que significa a palavra Redenção, e por certos sermões e artigos de revistas ditas católicas, percebe-se que até muitos membros do Clero não sabem o que foi o Redentor, e o porquê da encarnação do Verbo.
    Aliás, qual é o Padre, hoje, que sabe o que é o Verbo. Muitos deles se interessam mais por verba do que pelo Verbo de Deus. E depois defendem o socialismo e combatem a devoção a Nossa Senhora e o culto à Eucaristia.
    A grande causa da crise não é o capitalismo pagão americano, mas o Modernismo que minou a Fé nas almas. E a culpa das conseqüências do Modernismo cai toda no Concílio Vaticano II e nos que o promoveram.
    Não quiseram João XXIII e Paulo VI abrir a Igreja ao mundo?  Pois o mundo invadiu as mentes do povo. E, como disse Jesus, “todo o mundo está posto no maligno”.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Vídeos: Apresentação do Congresso Montfort 2014 – Tradição e Nova Evangelização - Alberto Zucchi

Artigos Montfort: “Confrades” - Orlando Fedeli

Vídeos: Apresentação do Congresso Montfort 2013 - Duclerc Parra

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais