Montfort Associação Cultural

28 de janeiro de 2008

Download PDF

Muito obrigado a todos vocês da Montfort

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Daniel Henrique Moraes
  • Localizaçao: São José do Rio Preto – SP – Brasil
  • Escolaridade: 2.o grau incompleto
  • Profissão: Estudante
  • Religião: Católica

Caros amigos da Associação Montfort,
Paz e bem!

Primeiro gostaria de contar um resumo da minha vida. Nasci em familia católica e praticante, mãe catequista e tudo de bom que a Igreja tem a oferecer, com gosto de minha familia, e meu também, a pouco tempo resolvi tomar uma decisão e dedicar minha vida inteiramente à Igreja de Cristo, começaram os meus problemas, fui torpedeado de informações que acabaram abalando a minha fé. Passei a enxergar a vida de uma maneira “racional”, cheguei a acreditar que Desu não existia (Olha que absurdo!!!), a ciência explicava tudo! Não havia espaço para o dedo divino! Não via falhas! Acreditei que eramos simples animais metidos a besta e que procuravam escapar da morte criando algo para acreditar, digo que foram os piores dias da minha vida, ser ateu doi e doi muito, olhava para minha familia e tinha medo de não estar com eles, de não poder ter sempre minha mãe conversanda comigo, me acariciando, o amor de meu pai, de meus irmãos, comecei a acreditar que um dia todos nós virariamos pó!
Era inevitavel o nosso fim de animais metidos a besta, vida eterna não existia, lembrei muito durante esses dias de uma frase de Einstein: “Existem duas maneiras de ver a vida: uma é acreditar que nada é milagre e a outra é acreditar que tudo é um milagre“,´o sentido é parecido com esse, no momento mais dificil de minha pequena existencia terrena, fui bombardeado de mais informações “cientificas” que cada vez mais me distanciava de Deus, me enxi desse lixo vagabundo que revistas fuleiras que se dizem cientificas, essa midia “imparcial” que nunca têm espaço para Aquele que tudo fez, foram aproximadamente 35 a 40 dias nessa vida.
Mas algo gritava dentro de mim, acho que era aquele Bom e Velho Pastor que não cansava de bravejar “Daniel! Daniel! Olhe pra mim!”, na vida que estava não sobrava espaço mais para Deus, mas mesmo assim ele gritava meu nome! A ovelha que se separou! Eta como ele é bom! Nessa crise por acaso acabei entrando num site onde fala de Nossa Senhora de Fátima, ao ler ao milagre do sol chorei e pedi perdão a Deus, que me acolhece de novo, nunca me deixou mas sai de seu rebanho e estava voltando, fiquei triste por ser como Tomé, precisei ver para crer! “Meu Senhor e Meu Deus!”, mas a ferida que se abriu nesse tempo ainda era grande, e por Divina Providencia acabei entrando no vosso site! Pude ler as maravilhas que nele têm, a clareza, a objetividade, o carinho com que respondem as perguntas, ler pela primeira vez São Tomaz, que até então, mesmo como católico e praticante nunca havia lido, que beleza, que ciência!
Lembro de Jesus nesse momento :”Quem me segue não andará nas trevas“, vosso site trouxe a luz a minha vida, a luz da verdadeira ciência, a simples e clara, aquela que esteve parada na estante durante minha crise, comeceia ler a Biblia como louco, com sede da Palavra de Deus. MUITO OBRIGADO A TODOS VOCÊS DA MONTFORT, MAS MUITO MESMO! Deus coloca meios em nossa vida para cada vez mais vermos Sua verdade, vocês ajudaram Ele a me mostrar o caminho, vocês foram condutores da graça de Deus em minha vida! Sintam-se agraciados Ele usa vocês para levar a verdade da vida as pessoas.
Hoje posso dizer que estou pronto a responder o chamado do Bom Pastor, com a maior certeza, graças a todos vocês da associação, que mesmo sem saber qu eu existia me ajudaram, MUITO OBRIGADO!

Que Deus, em sua Divina Providência, abençõe ainda mais o vosso trabalho

Daniel Henrique Moraes

OBS: Que tristeza me vem no coração ao ver que irmãos católicos vos cristicam! Eles que se julgam “modernos”, alheios a esses meios “modernos”, acham que podem criar uma “fé moderna”, tomara que um dia abram os corações pa verdade! DH

Muito prezado Daniel,
Salve Maria.
 
     Dou graças a Deus por seu retorno à fé em que sua família o educou. Deus seja louvado. 
     E se o site Montfort o ajudou a realizar esse feliz retorno, isso me deixa contente e bem pago das ofensas que outros nos lançam no rosto. Que Deus os perdoe. 
     O que importa é ajudar as almas a voltarem para Nosso Senhor, e se por por isso somos ofendidos, Deus seja louvado por sofrermos ofensas por amor a Cristo.
     Escreva-me sempre e
reze por nós.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Agradecimentos - Ivone Fedeli

Cartas: Parabéns - Lucia Zucchi

Cartas: Silêncio às calúnias - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais