Montfort Associação Cultural

8 de outubro de 2004

Download PDF

Movimento Gnóstico

  • Consulente: Larissa
  • Localizaçao: – Brasil

Caros Colegas,

Há cerca de dois anos atrás comecei a freqüentar um “curso” do Movimento Gnóstico. Infelizmente, o freqüentei apenas por, aproximadamente, seis meses. Agora estou buscando novamente esta orientação, mas estou com grandes dificuldades de encontrá-la. Agradeceria muito se pudessem me ajudar.

Aguardo resposta. Obrigada.

Larissa.

Prezada Larissa, salve Maria.

Lamento muito que você tenha freqüentado por seis meses um curso de Gnose, e dou graças a Deus pelo fato de você ter perdido contacto com essa seita diabólica.

Aconselho-a a desistir de procurar contato com a Gnose, porque ela é a religião do demônio, e só poderá fazer mal à sua alma.

A Gnose afirma que o Criador do Mundo é mau, e que seu inimigo, que aparece na Bíblia com o nome de serpente e Lúcifer, ele seria o deus bom. A Gnose afirma que o Deus que nos criou aprisionou uma partícula divina na matéria, e que, por isso, toda matéria seria má. Deste modo, ruim ter corpo, nascer e viver. Mau seria o casamento pois permitiria aprisionar novas partículas divinas na matéria corporal. Má seria a mulher, por ser o instrumento que usaria o Deus Criador para manter a divindade presa no universo.

Como você vê, um conjunto delirante de loucuras.

Portanto, afaste-se dessa falsa religião que leva à loucura e ao suicídio. Nós não somos deuses e sim criaturas que devem servir a Deus.

Reze o terço pedindo a Nossa Senhora que a guie e defenda de erros. E procure ler um bom catecismo, para conhecer realmente a religião verdadeira, que é uma só: a Igreja Católica Apostólica Romana, fora da qual não há salvação.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli.

Replica

Caro Sr. Orlando,

Devo começar esta pedindo desculpas. Reconheço que também não fui educada o suficiente com o Sr. em minha última mensagem. Acredito que seja porque fiquei extremamente chocada com a sua primeira mensagem, pois esta me mostrou um aspecto da Gnose que ainda não havia conhecido e a linguagem foi pertubadora.

Como disse, sou uma estudiosa e não uma Sábia, por isso ainda não li tudo o sobre a Gnose, ou sobre qualquer outro assunto. Meu caminho é longo e apenas comecei a trilhá-lo.

Na noite após ler sua mensagem, comentei o assunto com meu marido, que também se chama Orlando, que concordou que o Sr. não teve muito tato em me falar a respeito deste assunto, que é tão complexo e duvidoso, mas concordou plenamente que a Gnose não poderia me ensinar nada sobre Deus e me lembrou que nas Santas escrituras está dito que o Mal falaria em nome Dele para enganar os inocentes. Concordo com vocês.

Quero continuar nosso contato porque sinto que tenho muito a aprender. E mesmo que ainda pensasse que o Sr. estivesse errado, aprendi na faculdade que devemos conhecer aquilo que nos é bom e também aquilo que não nos é bom, para podermos diferenciar um do outro quando necessário.

Sem mais, despeço-me.
Dra. Larissa

Prezada Dra. Larissa,
salve Maria.

Deus lhe conceda neste novo ano muitas graças, assim como aos seus. E a primeira dessas graças é a de se afastar totalmente da Gnose.

Não é preciso pedir-me desculpas de nada.

Seu esposo tem inteira razão no que lhe disse sobre a Gnose, que já foi combatida por Cristo nos Evangelhos, e por São Paulo em suas epístolas.

Há muito anos tenho estudado a Gnose, e minha tese de doutorado na USP foi sobre Romantismo, Gnose e Cabala.

Escrevi um livro sobre Gnose, que não publiquei, e nem sei se devo publicar, porque não quero que ele seja fonte de descaminho para quem não tenha sólida formação.

Dou cursos contra a Gnose, e tenho combatido essa religião de Satanás, no site da Montfort. Não há, nem nunca houve pior praga que a Gnose.
Afaste-se dela.

Escreva-me perguntando algo específico, que terei gosto em responder-lhe… sempre atacando a Gnose.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli.

TAGS

Publicações relacionadas

Cadernos de Estudo: No país das maravilhas: a Gnose burlesca da TFP e dos Arautos do Evangelho (Parte 6/8) - Orlando Fedeli

Artigos Montfort: Jean Duns Scoto (1266-1308) - Orlando Fedeli

Cartas: Projeções Psicóticas - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais