Montfort Associação Cultural

24 de janeiro de 2005

Download PDF

Mistérios

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Diarone
  • Localizaçao: Caxias do Sul – RS – Brasil

Sou estudante da Bíblia e procuro a cada dia ler um trecho específico para ter um melhor entendimento dos sagrados ensinos. Entretanto, algumas coisas eu não consigo entender, por exemplo, a Trindade. No Livro de São João 1:1 diz que o Pai é Deus, o Filho é Deus e o Espírito Santo é Deus e os tres são uma só pessoa. Sinceramente, eu não posso entnder como tres pessoas possam estar numa só.

Outro ponto intrigante com respeito a Trindade é: se o Pai, o Filho (Jesus) e o Espírito Santo são uma só pessoa, quando Jesus esteve morto por tres dias, quem o rescussitou ??? Não é intrigante isso ?

Qual o nome do Pai ? (O filho é Jesus) Agradeço a sua ajuda para ampliar os meus conhecimentos bíblicos.

Prezado Diarone, salve Maria.

Claro que o senhor não pode compreender que três pessoas sejam um só Deus: este é o mistério da Santíssima Trindade. E nenhum mistério pode ser entendido pelo homem.

Que são mistérios?

Chamam-se mistérios as verdades reveladas por Deus — que não pode nem errar, nem mentir — e que estão acima da inteligência humana.

Nossa inteligência é finita. É limitada. Deus é infinito e tem uma inteligência infinita. Ele conhece verdades que estão acima de nossa capacidade natural. Se Ele nos revela uma dessas verdades, é claro que devemos aceitá-las, mesmo que não a entendamos.

Assim como os alunos do primeiro ano de um curso primário, ouvem seu professor dizer-lhes que as coisas são feitas de pequenos corpúsculos, invisíveis a olho nu, chamados átomos, com um núcleo e pequenas partículas ainda menores ao redor desse núcleo, e eles acreditam, embora não entendam, porque sabem que o professor sabe muito mais que eles, assim também nós sabemos que Deus sabe mais que nós, e que não quer nos enganar, não pode se enganar, e não pode mentir. Nós, então, acreditamos no que Deus nos revelou.

Embora não consigamos entender como o Pai, o Filho, e o Espírito Santo, sendo três Pessoas iguais e distintas, formem um só Deus, tendo uma só substância, podemos, sim, entender que isso não é absurdo.

Você imagine um triângulo de três lados iguais, e três ângulos iguais: os ângulos P. F e Es.

Nesse triângulo o ângulo P abarca todo o triângulo. O ângulo F também abrange todo o triângulo. E o ângulo Es igualmente contém em seus lados o triângulo inteiro. Os três ângulos são iguais e abarcam o triângulo todo. Mas não são três triângulos: são um só triângulo. De modo semelhante — não igual — o Pai, o Filho e o Espírito Santo são três Pessoas distintas em um só Deus.

Você poderá encontrar uma explicação mais profunda dessa questão num trabalho que escrevi, no site Montfort, sobre as Processões em Deus, resumindo e explicando em termos mais acessíveis o que São Tomás de Aquino expõe sobre essa questão, na Suma Teológica.

Jesus é o nome do Filho de Deus encarnado. A sabedoria de Deus, o Verbo ou Filho de Deus, encarnou-se, tornou-se homem, tendo então duas naturezas: uma divina e outra humana, em uma só Pessoa, a do Filho, Segunda Pessoa da Santíssima Trindade. Jesus Cristo é nome do Filho de Deus encarnado. Esse é o Mistério da Encarnação.

Lembre-se, então, que ter compreensão dos Mistérios que Deus nos revelou é impossível para o homem que tem inteligência finita. Devemos reconhecer essa limitação e aceitar humildemente o que Deus, Infinito e Bom, nos revelou. Isso é que exige a Fé. É nisso que consiste a Fé: crer naquilo tudo que Deus nos revelou, e Igreja confirmou.

Que Deus lhe conceda a graça da Fé, é o que lhe desejo,

in Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli.

Replica

 Senhores,

Apreciei a explicação muito abrangente a respeito do assunto por mim solicitado: Trindade. Entretanto, devo dizer-lhes em que pese todo o seu esforço didático ainda não estou completamente convencido e por isso, solicito que apoiem as suas informações com textos bíblicos. Certamente os senhores concordam que a Bíblia é a nossa autoridade máxima em responder toda e qualquer questão levantada pelos humanos. Portanto, apreciaria muito

se pudessem e tivessem condições de listar textos bíblicos que apoiem sem sombra de dúvida, se a Trindade é ou não de origem Divina. Se realmente for, a Bíblia apoiará.

Aguardo as suas informações com muita ansiedade.

Diarone

Meu caro Diarone, salve Maria!

Não, não concordo que a Bíblia seja a autoridade máxima, e nem que nela esteja tudo o que Deus revelou. Essa é tese protestante e não católica.

A Bíblia é feita de palavras que podem ser interpretadas de modos diversos. Se ela fosse a última e decisiva autoridade, nunca se chegaria a um acordo sobre o que ela diz, porque cada um interpretaria as palavras dela de modo pessoal e diferente. É o que acontece com as seitas protestantes. Uma seita nega a Trindade, outra a defende. Uma seita nega que Cristo é Deus. Outra defende a divindade de Cristo, e assim por diante.

Por isso Cristo estabeleceu Pedro como fundamento da Igreja, dando-lhe as chaves do Reino dos Céus. Cabe a Pedro e a seus sucessores dar o significado verdadeiro da Sagrada Escritura, ligando o sentido que é certo, e desligando o que é herético.

Que Deus seja uno e trino você pode encontrar na Sagrada Escritura onde está escrito que dois serafins cantavam: “Santo, Santo, Santo é o Senhor dos Exércitos” (Is. VI, 3).

Há três santos e um só Senhor. Portanto Deus é substancialmente um, mas em três pessoas distintas.

E Cristo ensinou e mandou : “Ide, pois e ensinai todas a gentes, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo” (Mt XXVIII, 19). A palavra “Nome” está no singular, indicando a unidade de Deus, e entretanto são três os citados: Pai, Filho e Espírito Santo.

Diga-me, por favor, qual a religião a que você pertence, para poder compreender melhor qual é a sua dificuldade.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Oração e Vida Espiritual: Domingo da Quinquagésima

Cartas: Ele esta no meio de nós? - Orlando Fedeli

Curso de Catecismo Romano III – Os Mandamentos - Ivone Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais