Montfort Associação Cultural

29 de dezembro de 2012

Download PDF

Missa da Circuncisão do Senhor: Primeiro de Janeiro

 

Fonte: Missa Tridentina na Paróquia São Sebastião

Comentário: São Pio V

Epístola de São Paulo Apóstolo a Tito 2, 11-15.Caríssimo: A graça de Deus, nosso Salvador, apareceu a todos os homens, ensinando-nos a que, renunciando à impiedade e aos desejos mundanos, vivamos neste mundo sóbria, justa e piedosamente, aguardando a esperança bem-aventurada e a vinda gloriosa do grande Deus e Salvador nosso Jesus Cristo, que se deu a si mesmo por nós, a fim de nos resgatar de toda a iniquidade, e purificar para Si um povo que Lhe pertença, zeloso das boas obras. Ensina estas coisas, e exorta a que se cumpram, em Jesus Cristo, Nosso Senhor.
Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 2, 21.Naquele tempo: depois de se completarem os oito dias para ser circuncidado o Menino, foi-Lhe dado o nome de Jesus, nome que lhe tinha sido dado pelo Anjo, antes de ser concebido no ventre materno.

Traduções das leituras extraídas do Missal Quotidiano por Pe. Gaspar Lefebvre OSB (beneditino da Abadia de Santo André) – Bruges, Bélgica: Biblica, 1963.

 

Circuncisão do Senhor: Pôs-se-Lhe o nome de Jesus

Homilia de Santo Ambrósio, Bispo
Livro II sobre o capítulo 2 de Lucas, perto da metade.

Então o Menino foi circuncidado. Quem é Este Menino, senão Aquele de Quem foi dito: “Um Menino nos nasceu, um Filho nos foi dado”(1)? “Submeteu-Se à lei para ganhar aqueles que estavam submetidos à lei.” (2) Para apresentá-l’O ao Senhor. O que significa ser apresentado ao Senhor em Jerusalém, já o disse no comentário a Isaías. Aquele que circuncidou seus vícios, será achado digno de contemplar o Senhor, porque “Os olhos do Senhor estão sobre os justos”.(3) Vês que toda lei antiga era um símbolo da futura: a circuncisão simboliza a purgação dos delitos.

Mas, porque a fragilidade do corpo e da mente humanos, envolvidos em invencíveis vícios, conservam a tendência ao pecado, a circuncisão do oitavo dia prefigura a futura purgação de toda culpa, no tempo da ressurreição. Isso deve-se entender do seguinte: “Todo varão, saindo à luz, será chamado santo para o Senhor”(4). Essas palavras só são literalmente verdadeiras para o nascido da Virgem. E Ele era verdadeiramente santo, porque imaculado. E podemos dizer, ainda, que esse era o sentido da lei, porque as palavras são repetidas do mesmo modo pelo Anjo, que diz: “O Santo que nascer de Vós será chamado Filho de Deus”(5).

O único, portanto, santo, entre os nascidos de mulher, é o Senhor Jesus, Que, isento do contágio da terrena corrupção, que não atingiu o parto imaculado, nem a majestade celeste. Se, pelo contário, entendermos literalmente, como chamar santo todo varão, se não é segredo que muitos sejam maculadíssimos? Acaso é santo Acab? Acaso são santos os falsos profetas, sobre quem Elias justamente fez cair fogo do céu(6)? Mas é santo Aquele Que os piedosos mandatos da divina lei figuravam futuramente, Aquele único que, com imaculada fecundidade, da sua santa Igreja,  gera povos para Deus.

NN. do T.:
(1) Is 9: 5.
(2) Gl 4: 4-5.
(3) Sl 32: 18.
(4) Nm 18: 15.
(5) Lc 1: 35.
(6) 2Rs 1: 10.

Antífonas das Vésperas da Festa da Circuncisão do Senhor, na Oitava do Natal.

O admirábile commércium : * Creátor géneris humáni, animátum corpus sumens, de Vírgine nasci dignátus est; et procédens homo sine sémine, largítus est nobis suam Deitátem.Quando natus es * ineffabíliter ex Vírgine, tunc implétæ sunt Scriptúræ : sicut plúvia in vellus descendísti, ut salvum fáceres genus humánum : te laudámus, Deus noster.Rubum, quem víderat Móyses * incombústum, conservátam agnóvimus tuam laudábilem virginitátem : Dei Génitrix, intercéde pro nobis.

Germinávit radix Jesse, * orta est stella ex Jacob : Virgo péperit Salvatórem ; te laudámus, Deus noster.

Ecce María génuit * nobis Salvatórem, quem Joánnes videns, exclamávit, dicens : Ecce Agnus Dei, ecce qui tollit peccáta mundi, allelúja.

Ó comércio admirável : * O Criador do gênero humano, tomando um corpo animado, dignou-Se nascer de uma Virgem; e, sendo concebido sem o concurso de varão, dispensou-nos Sua Divindade.Quando nascestes * inefavelmente de uma Virgem, então se cumpriram as Escrituras : como a chuva descestes, para salvar a raça humana : louvamos-Vos, ó Deus nosso.Na sarça que viu Moisés * incombusta, reconhecemos conservada a Vossa louvável vingindade : Mãe de Deus, intercedei por nós.

Germinou a raiz de Jessé, * apareceu a estrela de Jacó : a Virgem deu à luz o Salvador ; louvamos-Vos, ó Deus nossos.

Eis que Maria gerou * para nós o Salvador, Que, vendo-O, João exclamou, dizendo : Eis o Cordeiro de Deus, eis Aquele Que tira os pecados do mundo, aleluia.

(Tradução do Grupo São Pio V.)

 

Publicações relacionadas

Artigos Montfort: Onde o Céu toca a terra: um percurso pelo Rito Romano Tradicional – Parte 6 - Marcos Bonelli

Oração e Vida Espiritual: Próprio da Missa de Quarta Feira de Cinzas

Oração e Vida Espiritual: Quinta Feira depois de Cinzas – Próprio da Missa

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais