Montfort Associação Cultural

21 de setembro de 2004

Download PDF

Minha experiência na TFP…

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Marco Antônio
  • Idade: 25
  • Localizaçao: Montes Claros – MG – Brasil
  • Escolaridade: Superior em andamento
  • Religião: Católica

PREZADO PROF.ORLANDO FEDELI,

SOU ACADÊMICO, DO CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MONTES CLAROS – UNIMONTES, JÁ PARA CONCLUIR A GRADUAÇÃO.NO MEU PC DE TRABALHO FIZ UMA PESQUISA NESSES SITES DE BUSCA OUTRO DIA E ACABEI POR CONHECER O SITE DA ASSOCIAÇÃO CULTURAL MONTFORT. DIGA-SE DE PASSAGEM, UM EXCEPECIONAL PORTAL CATÓLICO, O MELHOR QUE JÁ VISITEI.

MAS O PROPÓSITO DESTA NÃO É OUTRO SENÃO O DE PARTILHAR COM O SR. MINHA EXPERIÊNCIA COM A TFP. AO LER AS RESPOSTAS DADAS PELO SR. AOS SEUS NEM SEMPRE SIMPÁTICOS ARGÜIDORES, FIQUEI IMPRESSIONADO COM A CONFIRMAÇÃO QUE TIVE, PELOS RELATOS DO SR., DE MUITAS DAS MINHAS SUSPEITAS SOBRE AQUELA SOCIEDADE. CONHECI A TFP EM 1991/1992, POIS AQUI EM MINHA CIDADE TÍNHAMOS 02 (DUAS) SEDES. COMECEI A FREQÜENTAR A SEDE MONTE TABOR E SIMPATIZEI RAPIDA E PROFUNDAMENTE COM AQUELA ATMOSFERA DE APARENTE SOBRIEDADE, REQUINTE MEDIEVAL, PRÁTICA ESPORTIVA, VIAGENS ETC.(ASSIM COMO TANTOS E TANTOS JOVENS PELO BRASIL AFORA,O SR. BEM O SABE…) O CARÁTER QUASE MILITAR DA DEVOÇÃO A NOSSA SENHORA E AOS SANTOS E A GRANDE ÊNFASE DADA AOS SACRAMENTAIS (SEMPRE ME INTERESSEI) FORAM PONTOS MUITO FORTES E CHAMATIVOS PARA MIM. COMO SEMPRE FUI UM JOVEM DE CERTA FORMA CONSERVADOR E COM GRANDE CONHECIMENTO DAS FORMAS TRADICIONAIS DA FÉ CATÓLICA, FUI MUITO BEM ACEITO NA SEDE. MAS PERCEBI QUE ALGO ESTAVA ERRADO QUANDO N AS JACULATÓRIAS OU NOS BRADOS SEMPRE ESTAVA PRESENTE O NOME DO “SR. DR. PLINIO” E DE SUA MÃE D. LUCÍLIA (QUE ATÉ ONDE SEI, DESCULPE A MINHA IGNORÂNCIA,TEM COMO ÚNICO GRANDE MÉRITO O FATO DE SER A “MÃE” DO “SANTO EM VIDA”…) AQUILO ME INCOMODAVA, MAS POR UM BOM TEMPO EVITEI EXTERNAR ESSAS IMPRESSÕES. DEPOIS PASSEI A NOTAR UMA CERTA OBSESSÂO DAS PESSOAS DA SEDE COM AS FOTOS DO “SR. DR. PLINIO” E DE SUA MÃE D. LUCÍLIA. ERA SALUTAR(?) E REPRESENTAVA UM GRANDE STATUS TER UM ALBUM RECHEADO COM FOTOS DA INFÂNCIA E DIVERSOS MOMENTOS DAS VIDAS DO “SR. DR. PLINIO” E DE SUA MÃE D. LUCÍLIA… EU SEMPRE ME PERGUNTAVA: “PRÁ QUÊ ISSO?”… SEMPRE ACHEI UM EXAGERO FICAR GUARDANDO LASCAS DE UNHA DO “SR. DR. PLINIO”, LENÇOS DE PAPEL COM OS QUAIS ELE LIMPAVA AS MÃOS, FIOS DE CABELO, FOTOS, IMAGENS E MEDALHAS TOCADAS(!!!) PELO “SR. DR. PLINIO”. TUDO ISSO MUITO BEM DISTRIBUÍDO AOS DESESPERADOS-FANÁTICOS POR UM CERTO SR. GUGELMIM, QUE REUNIA ESSAS “RELÍQUIAS” POR SER O MOTORISTA DO “SANTO EM VIDA “. TODOS NA SEDE SE ORGULHAVAM TER UM OU MAIS DESSES ITENS, JUNTAMENTE COM UMA FOTO DOS DOIS PARA SER “VENERADA” A CADA PASSADA DIANTE DELAS… SEMPRE ACHEI ISSO ESTRANHÍSSIMO. NUNCA ME SUBMETI A ESSAS LOUCURAS. EM UMA DAS VIAGENS A SÃO PAULO, CONHECI O DO “SR. DR. PLINIO”. NOTEI-O ABSOLUTAMENTE HUMANO E CAMINHANDO PARA UMA MORTE CERTA E INEVITÁVEL, TAL SUA IDADE E ESTADO DE SAÚDE… OU SEJA: NADA DE CÓSMICO, EXTRAORDINÁRIO OU MIRACULOSO. APENAS UM HOMEM IDOSO… MEUS COMPANHEIROS QUASE PASSARAM MAL (SERIA AQUELA A ÚLTIMA OCASIÃO EM QUE PODERIAM ENCONTRÁ-LO EM SUA PEREGRINAÇÃO TERRESTRE…) E QUASE ENTRARAM (OU ENTRARAM?) EM TRANSE DURANTE OS 02 MINUTOS EM QUE TIVEMOS A “OPORTUNIDADE” DE CONHECER O “SANTO” AINDA EM VIDA… MUITOS NÃO SE ASSEARAM DURANTE DIAS!!! PARA NÃO PERDERAM A “GRAÇA” DAQUELE TOQUE.AO CHEGARMOS AO TÚMULO DOS PAIS DO “SR. DR. PLINIO”, OUTRO MOMENTO BIZARRO: FOTOS DAQUI, DALI, ESFREGA MEDALHA NA LÁPIDE, ORAÇÕES, PROMESSAS… COMO SE ESTIVÉSSEMOS EM FÁTIMA OU LOURDES! NA SEDE “PRESTO SUM” MAIS MANIFESTAÇÕES DE DESEQUILIBRIO: PESSOAS SE ACOTOVELANDO PARA OUVIR O “SR. DR. PLINIO” FALAR. A CADA SUSPIRO DELE, UM “OH!!!!!” E CADA FOTO MOSTRADA (PELA ENÉSIMA VEZ) UM “FENOMENAL!!!!!”
PODERIA RELATAR OUTRAS TANTAS INSANIDADES. MAS DEIXO PARA OUTRA OCASIÃO. QUANDO COMECEI A MANIFESTAR MINHA DISCORDÂNCIA QUANTO A ESSES ASPECTOS, FUI VEEMENTEMENTE REPREEENDIDO PELOS COOPERADORES.POR COMENTAR MINHAS IMPRESSÕES SOBRE ESSAS ABERRAÇÕES, FUI TAXADO DE “HB”, QUE PARECIA SIGNIFICAR “HERESIA BRANCA”, OU SEJA, UM TRAIDOR INFILTRADO. POR FIM, ACABEI SENDO “CONVIDADO” A ME RETIRAR DA SEDE POR NÃO ESTAR EM CONFORMIDADE COM O PENSAMENTO DA TFP (LEIA-SE: NÃO CONCORDAR COM A IDOLATRIA ESCANCARADA PRATICADA PELA TFP AO SEU LÍDER E A SUA MÃE).

PREZADO PROF. ORLANDO, ESPERO QUE ESSE RELATO SIRVA PARA O SR. ILUSTRAR A PERNICIOSIDADE DA TFP (E DERIVADOS…) PARA OS DESAVISADOS.

SE PUDER CONCEDER-ME A HONRA DE UMA RESPOSTA, FICAREI MUITO AGRADECIDO.

ATENCIOSAMENTE,

MARCO ANTÔNIO

Muito prezado Marco Antônio, salve Maria!

Muito lhe agradeço seu depoimento, que confirma o que tenho dito da tfp. Sua experiência confirma o que tantos outros já testemunharam, e que a tfp procura desqualificar.

O culto delirante e descabelado a Dr. Plínio e à mãe dele — insuflado e organizado por ele mesmo, através principalmente daquele que era então o seu discípulo perfeito — João Scognamiglio — é inteiramente confirmado por seu depoimento.

Você deve dar graças a Deus por tê-lo preservado da nefasta influência e pregação dessa seita que fanatiza seus membros. Caso você venha algum dia a São Paulo, seria interessante entrarmos em contato, para que lhe mostre a documentação que possuo.

Agradeço-lhe também suas palavras de apoio e de elogio ao site Montfort. Peça a Nossa Senhora que nos ajude a mantermo-nos neste combate em prol da Fé Católica.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli.

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: TFP e Montfort - Orlando Fedeli

Cartas: Messianismo dos Arautos do Evangelho - Orlando Fedeli

Cartas: Existe uma TFP sem erros? - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais