Montfort Associação Cultural

21 de setembro de 2004

Download PDF

Metamoforse?…

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Omar
  • Localizaçao: – Brasil

Ilmo. Sr. Fedeli, Minha dúvida:

A TFP eximiu-se ou sofreu uma metamorfose? Os antigos integrantes agora se intitulam: “Arautos de Fátima”… Não mais vejo o Leão dourado sobre o escarlate de seus estandartes, com suas campanhas de rua em defesa de valores morais. Temo que a luta do Ilustre Prof. Plínio Corrêa tenha terminado após sua morte e que a TFP tenha se enclausurado!

Ainda com o resquício do Brado que se fazia ouvir pelas ruas: Tradição, Família, Propriedade! Plínio Corrêa de Oliveira…

Atenciosamente, Omar

Prezado Omar, salve Maria.

A entidade fundada pelo pseudoprofeta de Higienópolis cindiu-se, após a sua morte, em duas alas, cada uma das quais se dizia a fiel seguidora dele.

A ala do discípulo preferido do Dr. Oliveira lançou então uma revista esdruxulamente chamada “Dr. Plínio“, editada por uma editora sintomaticamente chamada Retornarei, já que esperavam que o falecido “imortal” retornasse do túmulo.

Não retornou.

Algum tempo depois, Scognamiglio, virando casaca e estandarte, aderiu ao Modernismo, àquilo que Dr Plínio e ele chamavam antes de “A Estrutura“. A revista “Dr. Plínio” desapareceu. Scognamiglio fez retirar os imensos broches de Dona Lucília e de Dr Plínio da lapela de seus associados. De sua biografia desapareceram misteriosa e rapidamente 40 anos de sua vida, e ele passou a se apresentar apenas como chefe de uma banda, tocando até a “Aquarela do Brasil”.

A velha TFP continua existindo, cada vez mais velha.

Ficou velhíssima. Ainda noutro dia, saiu uma foto de uma manifestação dela, foto na qual apareciam alguns provectos e reumáticos membros dela, querendo parecer a “juventude dinâmica” dos anos 60.

C´est fini.

Ainda bem.

E sem saudades.

In Corde Jesu, semper,

Orlando Fedeli.

TAGS

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais