Montfort Associação Cultural

11 de abril de 2005

Download PDF

Mestres de ignorância

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Othon S. Campos
  • Localizaçao: Fortaleza – CE – Brasil
  • Escolaridade: Superior em andamento
  • Profissão: Estudante
  • Religião: Católica

Caro prof. Orlando, salve Maria!

Permita-me expressar sobre alguns temas que muito me assolam o coração e minha mente. Meu coração, que suporta dores fortíssimas por causa de Deus e de Sua Igreja, pela história mal-contada e pelas heresias que todos os dias sou obrigado a escutar. Minha mente, que não consegue compreender como pessoas doutas conseguem assimilar tantas bobagens e mentiras.

Mas professor, não tenha pressa em responder esta carta, pois compreendo que há tantas outras centenas de cartas para responder, não somente o senhor, mas toda a equipe do site Montfort. Gostaria muito que o senhor respondeste a esta, e estou na espera da resposta de outra carta que mandei para o senhor, faz algum tempo. Repito: estarei aguardando a resposta.

Professor, creio que o senhor seja licenciado em História. Pois bem, hoje curso licenciatura em Química, onde com certeza pretendo ser um professor decente e correto.

Estou no terceiro semestre do curso, e tenho uma cadeira de Psicologia da Educação.

E nessa aula, infelizmente, não se consegue aprender nada.

Porquê? Nosso amigo psicólogo só fala em encontrar o “self”, encontrar o Deus dentro de si, praticar Reiki e Yoga, fazer exercícios quase hipnotizantes, com a esperança de ser o melhor.

E ainda tem mais! O professor fala com a boca cheia a grande lorota herética-secular: a Igreja foi cruel com as mulheres, mandou 6 milhões pra fogueira!

E sem contar que o professor “psicólogo” não parece ser nada cristão, pois diz que Deus é um arquétipo (um modelo para se seguir) e que existe dentro de nós mesmos, quando atingimos o “self”.

Mais uma: a Igreja Católica transformou Maria Madalena em prostituta! E beijou na boca de Jesus!

Oh, professor Orlando, se não tivesse bem firme na minha Fé, eu acreditaria nessas fábulas fabulosas e teria abdicado dela.

Mas eu tento aguentar firme, e quando o professor fica repetindo essas mentiras, fico calculando algumas integrais no meu caderno, aquelas bem difícieis.

A destruição da Fé Católica começa por esses cidadãos que acreditam em mentiras cabeludas como essas, se as vítimas dessa chacina religiosa já não estiverem traumatizadas.

Ainda mais, professor Orlando. Existe um site na Internet (creio que o senhor conheça) chamada Traditio, onde numa resposta sobre a RCC, o senhor cita um texto desse site, chamado Novus Ordo Charistmatics Barking Like Dogs, Oinking Like Pigs, and Rolling on the Floor In the “Spirit of Vatican II” .

Nesse site há fotos que mostram sacerdores consagrando batata frita, biscoito, etc.

Recentemente, com a morte do santo Padre, fui lá ver as perguntas e outras notícias, similar ao site Montfort.

Foi inevitável: a primeira notícia que deparei foi “O velório de JPII é uma piada”. Abreviou o nome do Santo Padre, assim como os protestantes abreviam Igreja Católica Apostólica Romana de ICAR.

Ah! Soubesse essa pessoa escondida atrás de um apelido (Fr. Moderator) soubesse ler os documentos que João Paulo II lançou!

Sem contar também outras pessoas ditas católicas tradicionalistas!

Tradicionalistas por chutarem a Cátedra de Pedro para escanteio.

Argumento deles: todos os papas pós-conciliares são inválidos!

Oh! Meu Deus! Será que eles nunca ouviram falar nos pronunciamentos ex-cathedra?

Por serem tão soberbos e orgulhosos por se auto-proclamarem “tradicionalistas”, a pena para isso é a auto-excomunhão.

Pobres sede-vacantistas…

E esse Fr. Moderator diz que a Nova Missa de Paulo VI é inválida, blasfematória, dentre outros adjetivos nada animadores.

Sinceramente, prof. Orlando, nunca tive a oportunidade de participar da Santa Missa pelo rito tridentino (que muito desejo), mas nas Missas que participo, hoje, são um tanto… diferentes.

Não sou teólogo, canonista ou sacerdote para poder dizer se a Missa Nova é válida ou não, apenas sigo o que a Igreja fala sobre esse sublime rito, oferecido somente na Igreja Católica.

A Redemptionis Sacramentum e a Ecclesia de Eucharistia são bem claras à correta realização da Missa e da disciplina dos Sacramentos, anulando aboslutamente os abusos.

Muitas vezes, professor, por defender os valores que a Igreja sempre defendeu, muitas vezes é entendida como uma “absorção” de opniões de outrem (como a sua), e bem sabemos que não é verdade.

São Bosco nos fala: “Trabalha e sofre por Deus, que tanto sofreu e trabalhou”.

São Bosco é um santo que tenho muita devoção e afeto.

Conservo comigo uma medalinha que fora de meu pai, dado pela minha tia salesiana, com a imagem de Dom Bosco (Sanctvs Joannes Bosco), e atrás, uma imagem de Nossa Senhora Auxiliadora (Maria auxilium christianorum, ora pro nobis).

Professor, creio que minha carta está longa demais. Se, por acaso, o sr. encontrar algum erro, não hesite em corrigir esse erro, pois ainda tenho muito o que aprender, seja na Química, seja na Doutrina.

Que Deus nos una, na mesma Fé, pelas mãos virginais da Mãe de Deus.

Othon

Muito prezado Othon,
Salve Maria!
 
    Muito me alegra sua simpatia pelo site Montfort e pelo que escrevo. Peço-lhe que reze por nós, para que continuemos sempre a defender a Fé católica. E que Deus lhe pague.
    Esse professor de psicologia seu é um repetidor das baboseiras de Jung, o que faz dele um gnóstico sem que ele saiba o que é a Gnose.
    É incrível como, por toda a parte, mestres de ignorância podem vomitar seu ódio contra a Igreja sem que nada lhes aconteça. Para eles não existe o crime de preconceito. Até parece que caluniar a Igreja seja o requisito necessário para ser tido como competente.
    Esse seu professor ignorantíssimo fala em 6.000.000 de hereges queimados pela Igreja. 
    De onde tirou ele esse número ?
    Isso indica que ele jamais leu um livro sobre a Inquisição.
    Em cem anos de Inquisição em Toulouse, só 42 pessoas foram condenadas á morte. E Toulouse era o maior centro de heresias da Idade Média.
    Claro que todos os Papas pós conciliares são papas legítimos!
    Os sede vacantistas, no mínimo, são cismáticos, se não forem também hereges. Eles se atrevem a julgar o papa e declará-lo ilegítimo, quando pela doutrina católica ninguém pode julgar o papa, e muito menos depô-lo. Não leia então os delírios dos sede vacantistas.
    No caso da Missa Nova, se o sacerdote use pão de trigo e vinho de uva, se tenha a intenção de transubstanciar o pão no corpo de Cristo e o vinho em seu Sangue divino, pronunciando as palavras da Consagração, a Missa é válida.
    É claro que se deveria ainda considerar a liceidade de certas missas-show e outras nas quais se nega até a presença real de Cristo na hóstia.
    Foi por causa de tantos abusos e sacrilégios que o Papa João Paulo II lançou o Decreto Redemptionis Sacramentum, que quase ninguém obedeceu, continuando a rezar Missas, ainda que válidas, escandalosas e ilícitas.
    E obrigado por seu pedido que Nossa Senhora proteja a Montfort.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais