Montfort Associação Cultural

21 de janeiro de 2005

Download PDF

Medjugorje, Padre Gobbi, Vassula Ryden… entre outros assuntos

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Gilson
  • Idade: 22
  • Localizaçao: RS – Brasil
  • Religião: Católica

Caro Professor Orlando Fedeli Tenho 19 anos, sou gaúcho e Católico (graças a Deus!).

Começarei esta carta elogiando o trabalho que você está fazendo neste site da Internet: Montfort Associação Cultural. Com certeza você está honrando o nome deste site, pois como diz o nome, está realmente transmitindo cultura para o povo brasileiro, que em sua maioria é extremamente ignorante em matéria de religião, e, como disse São Pio X: “Muitíssimos Cristãos vivem numa extrema ignorância sobre o que é necessário saber para alcançar a salvação eterna; e quando dizemos Cristãos, não estamos somente a pensar no povo e nas pessoas de baixa condição…” Quando eu li o nome “Montfort” eu vi que o site era bom, pois não são muitos os que acreditam nos escritos inspirados de São Luís Maria Grignion de Montfort.

Estou te escrevendo para te pedir várias coisas, talvez sejam muitas, mas te peço que me mande uma resposta via e-mail, pois são questões muito importantes para mim.

Primum: Há alguns comentários neste site sobre Medjugorje, e que não positivos em relação as supostas “aparições”, mas confesso-te que foram estas “aparições” que me fizeram entrar no caminho da “conversão”. Acreditava com muita fé, e não sei se ainda acredito, nessas aparições, e eu fui pondo em prática as mensagens dadas por Nossa Senhora – se é que eram mensagens desta Gloriosa Mãe. Só comecei a acreditar verdadeiramente em Deus por causa destas aparições (eu tinha virado cético depois de ler tanta mentira esotérica), porque precisava de uma prova “milagrosa” de que Ele existia, pois a maldita Sociedade Teosófica de Helena Blavatsky – que não tem nada de “Teosófica”, mas sim é “Ateosófica” – embaralhou as minhas idéias, que já eram poucas, sobre religião, tanto que eu não sabia se a Bíblia contava histórias que realmente aconteceram, ou se eram só “mitos”, por assim dizer, esotéricos – e que não podiam ser entendidos literalmente como, por exemplo, o nascimento de Jesus de uma Virgem Gloriosa. Essas aparições provavam a veracidade das histórias bíblicas para mim. Mas quando eu li neste site sobre os “podres” que há nas aparições de Medjugorje, pensei que não ia acreditar mais em Deus. Mas, graças a Deus, não aconteceu isso. Mas, achando que as aparições de Medjugorje tinham sido aprovadas pela Santa Igreja, eu li as mensagens para um grupo de orações e emprestei o livro sobre elas para a minha tia. Se estas mensagens contém erros doutrinários e são falsas, resolvi mandar duas orações, que dizem ter sido ditadas por Nossa Senhora à Jelena, em novembro de 1983, para que você, caro Orlando Fedeli, as analise e veja se há erros doutrinários, e mande para mim as suas conclusões (baseadas nos Santos, de preferência) via e-mail, pois eu as utilizei inúmeras vezes: Consagração ao Sagrado Coração de Jesus: Ó Jesus, sabemos que foste suave (manso) Coração coroado por espinhos e pelos nossos pecados! (ou: Ele está coroado pelos espinhos dos nossos pecados) Sabemos que hoje também rezais pela nossa salvação (ou: Sabemos que ainda hoje tu rezas a fim de que não nos percamos) . Jesus, lembrai-Vos de nós quando cairmos em pecado Fazei que, por meio do Vosso Santíssimo Coração, todos nós, seres humanos, nos amemos (uns aos outros). Desapareça o ódio do seio da humanidade Mostrai-nos o Vosso Amor Todos nós Vos amamos e desejamos que o Vosso Coração de Pastor nos protejas de todo o pecado. Entrai em todos os corações, ó Jesus! Batei! Batei à porta do nosso Coração! Sede paciente e perseverante (ou: Sê paciente e não desanimes) Nós continuamos ainda fechados porque não compreendemos a Vossa vontade. Batei continuamente. Fazei, ó Bom Jesus, que saibamos abrir para Vós os nossos Corações, Ao menos quando nos lembrar-mos da Vossa paixão que sofrestes por nós. Amém. Consagração ao Imaculado Coração de Maria: Ó Coração Imaculado de Maria, repleto de bondade, mostrai-nos o Vosso Amor. A chama do Vosso Coração, ó Maria, Nós Vos amamos infinitamente! Imprimi em nossos corações o verdadeiro Amor, Ó Maria, Vós que tendes um Coração suave e humilde Vós sabeis que todos os homens pecam. Concedei que, por meio do Vosso Imaculado e Materno Coração, Sejamos curados de toda a doença (enfermidade) espiritual. Fazei que possamos sempre contemplar a bondade do Vosso Materno Coração. E nos convertamos por meio da chama do Vosso Coração. Amém. Obs.: nos parêntesis esta colocado outra versão, traduzida um pouco diferente.

Secundum: Qual é a sua opinião sobre as mensagens dadas (supostamente) pela Virgem Maria, ao Padre Stefano Gobbi e Vassula Ryden (está última eu não conheço, mas ouvi falar muito dela)? Há erros doutrinários nelas? Quais? Há falsas profecias que não se cumpriram? Qual a posição da Igreja e do Santo Padre sobre esses dois sujeitos?

Tertium: Eu estou à procura da tradução em português da Bíblia Vulgata, e não encontro. Você poderia me dizer que editora publica tal tradução? Me diga todas as editoras que você souber, pois já tentei encomendar numa livraria, mas não consegui (eu quero a tradução desta Bíblia Latina feita para os Católicos, e não para os evangélicos!).

Quartum: Você escreveu certa vez, em um de seus esclarecimentos a um evangélico (Batista) que “Santo Inácio, que morreu em 107 – bem no início da era Cristã – bispo de Antioquia e considerado como herdeiro de São João, foi o primeiro a usar a expressão Igreja Católica…” Desculpe a minha ignorância, mas, o que significa a palavra “Católica”, etimologicamente falando? Já perguntei para várias pessoas, mas nenhuma sabe me responder.

Quintum: Eu estou à procura das obras de São Boaventura, pois eu tenho somente os seguintes livros deste Santo: Breviloquium; Itinerarium mentis in Deum; De reductione artium ad Theologiam; Christus unus omnium Magister; De triplici via alias Incedium amoris; De sex alis Seraphim; De regimine animae; Soliloquium de quatuor mentalibus exercitiis; Lignum vitae; De perfectione vitae ad sorores; De praeparatione ad missam; Epistola continens viginte quinque memorialia; Epistola de imitatione Christi; De quinque festivitatibus pueri Jesu.(Obras escolhidas; Ed. U.C.S., E.S.T., Sulina; 1983) Te peço que me diga quais são as editoras que publicam as obras desse Santo em português e as cidades das editoras. Se não tiver em português, me diga as editoras e as cidades destas, que publiquem as obras de São Boaventura em espanhol (se você souber é claro!).

Sextum: Já que você é professor de história e católico, você poderia fazer um comentário sobre o livro do bispo de Olinda, Dom Frei Vital Maria Gonçalves de Oliveira: Instrução Pastoral sobre a Maçonaria e os Jesuítas (Documentos eclesiásticos do Brasil 6; Ed. Vozes; 1957). Qual a influência desta sociedade secreta (Maçonaria) no Brasil? E qual a ligação entre Maçonaria, os Filósofos Iluministas e a Revolução Francesa? Qual a posição da Santa Igreja Católica em relação aos Maçons? O que os Papas dizem sobre a Maçonaria? Qual a relação entre a Maçonaria e a Sociedade Teosófica de Helena Blavatsky?

Septimum: Você poderia me dar mais endereços de sites católicos como este? Sites onde eu possa encontrar as obras dos Santos católicos (e ortodoxos) como Hugo de São Vitor, São Bernardo, São João da Cruz, etc…

Octavum: Quais as editoras (em português ou espanhol) em que eu posso encontrar os sermões do Mestre Eckhart? Se você souber, te suplico que me mande a resposta via e-mail?

Enfim: obrigado por responder esta carta (te agradeço antes de tu o fazer). Sei que te pedi muitas coisas, mas é que eu não sei mais a quem recorrer. Por favor responda esta carta. Como agradecimento (é o máximo que eu poço fazer) te transcrevo a preciosas palavras de São Boaventura do seu livro Epistola continens viginti quinque memorialia: Quod super omnia habeas in devotione Virginem Gloriosam Tertiumdecimum, ut gloriosam Reginam, Domini nostri Matrem, in summo habeas omni tempore venerationis affectu et in cunctis ad eam necessitatum articulis ac pressuris tanquam ad refugium tutissimum te convertas, ipsius tutelae praesidium flagitando, eamque in tuam suscipiens advocatam, devotissime ac secure tuam ei causam committas, quae Mater est misericordiae, quotidie studens ei specialem ac singularem reverentiam exhibere. Et ut tua devotio sit accepta et reverentia grata, ipsius puritatis munditiam, omni virtute mente et corpore illibatam in te ipso servando, toto conatu nitaris humilitatis ac mansuetudinis eius vestigia imitari. Aguardando resposta, Gilson

Muito prezado Gilson, salve Maria!

Fiquei muito contente pelo que você me escreveu. não só pelos elogios a nosso site, mas principalmente por sua conversão à Igreja Católica, visto que Nossa Senhora o arrancou dos erros gnósticos da Sociedade Teosófica. Pouco importa que você tenha se aproximado da Igreja por meio da leitura das aparições de Mdjugorjie. Certa vez, um judeu amigo de Sào Pio X foi visitá-lo no Vaticano. Ao despedir-se, São Pio X pediu-lhe que levasse uma benção dele para os habitantes de uma aldeia pela qual ia passar. O judeu lembrou então ao Papa santo que era judeu, e , portanto, que não era o veícilo apropriado para essa missão. E São Pio X lhe retorquiu: “O envelope não é bom, mas o conteúdo que coloco nesse envelope é ótimo”.

Assim também na questão de Medjugorjie e sua conversão.

Quem o atraiu para Igreja, foi a Virgem Maria.O resto não importa.

Por vezes, há pessoas que se convertem ao cairem num pecado mais grave que as assusta, e lhes abre os olhos para a maldade. Deus pode usar de qualquer coisa para nos fazer o bem.

Continue, portanto fiel e devoto a Nossa Senhora, que sob tantos títulos que se apresenta , é semper a mesma Virgem que concebeu o Verbo de Deus em seu seio.

Quanto as orações que você me enviou, achei a primeira um tanto adocicada. O que há de errado nela, aparentemente, é o pedido para que Deus seja “paciente e perseverante” batendo à porta de nosso coração. Ora, isso é absurdo, pois não se pode supor que Deus se torne impaciente ou que não persevere no bem.

Quanto à segunda oração, uma consagração a Nossa Senhora, notei que nela se pede que “sintamos” o desejo de buscá-la. Ora, o sentir na vida espiritual é secundário. O importante é o querer e não o sentir desejos.

Vejo que você admira e tem devoção a São Luis de Montfort. Certamente você conhece o “Tratado da Verdadeira Devoção à Santissima Virgem” de São Luis de Montfort. Lá você tem belíssimas orações para Nosso Senhor (veja p. 70) e para Nossa Senhora, sem perigo de haver erros.

O livro do Padre Gobbi é sem credibilidade nenhuma. Ele o escreveu para fazer Nossa Senhora defender o Vaticano II e Paulo VI… que, de fato, precisam de muita defesa…

Vassula Ryden é uma falsa vidente. Nem católica ela é. Jogue seu livro no lixo.

Havia uma tradução da Vulgata do Padre Mattos Soares, editada pela Vozes. Creio que não a editam mais. Talvez você a encontre em sebos (livros usados). Como você cita livros em latim, suponho que conheça essa língua. Se você, então, conhece latim, leia a Bíblia Vulgata. A editora BAC tem uma edição da Vulgata em latim.

A palavra Católico quer dizer universal. A Igreja é Católica porque Cristo fundou-a para salvar todos os homens, de todas as raças, ricos e pobres, (e não só pobres como dizem, hoje, os adeptos da Teologia da Libertação), inocentes e pecadores, poderosos e fracos, etc.

Livros de São Boaventura em português — livros excelentes — foram editados por uma editora do Rio Grande do Sul precisamente, a da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Em espanhol, você poderá encontrar as obras de São Boaventura, na BAC de Madird Barcelona.

Não recomendo que leia os livros de Mestre Eckhart que foi um herege excomungado por João XXII. Esse Papa medieval condenou 16 teses de Eckhart como heréticas. Dentro em breve, publicarei , no site, um trabalho que redigi sobre esse herege.

Sobre sites católicos, você se dirija diretamente ao WebMaster do site Montfort que lhe indicará alguns. Eu não conheço sites da internet. Só escrevo cartas nela.

Quanto à Maçonaria, sendo esse tema muito vasto, deixo-o para outra carta. Enquanto isso, peço-lhe que leia no site Montforta carta encíclica Humanum Genus (http://www.montfort.org.br/documentos/humanum.html) do Papa Leão XIII contra a Maçonaria.

In Corde Jesu, semper, Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: A salvação é coletiva - Orlando Fedeli

Cartas: Pe. Quevedo nega a doutrina da Igreja sobre a Ressurreição - Orlando Fedeli

Cartas: Abusos na eucaristia em Belo Horizonte - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais