Montfort Associação Cultural

26 de setembro de 2006

Download PDF

Mais duas mentiras do Prof. Felipe Aquino

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Fabio Garcia Durante
  • Localizaçao: São José dos Campos – SP – Brasil
  • Escolaridade: Superior em andamento
  • Profissão: Contabilista
  • Religião: Católica

Prezado Prof. Orlando Fedeli, salve Maria!

Ao ler sua carta aberta ao Professor Felipe Aquino, é oportuno citar dois erros ridículos apresentados pelo pseudo defensor da fé (carismática) Felipe Aquino, em seu programa semanal na TV Canção Nova, chamado Escola da Fé:

– Há cerca de um mês, indagado por um telespectador sobre as mudanças na missa advindas com a Reforma Litúrgica do maçon Mons. Bugnini, o Prof. Felipe Aquino respondeu que não houve mudança nenhuma no rito, mas apenas a permissão de se rezar a missa em vernáculo e a mudança na posição do sacerdote. O que demonstra ou uma ignorância absurda por parte de quem tem inúmeros livros publicados, ou o uso da mentira e má-fé para defender a reforma litúrgica;
– Ontem, dia 21 de setembro, novamente no programeco, o Professor Felipe Aquino, destilando sua formação modernista, afirmou que o Pentatêuco foi escrito por sabe lá quem, e que a crença de que teria sido escrito por Moisés é algo do longínqüo século XVIII! Os padres formadores do pseudo-doutor nunca lhe mostraram este parecer da Comissão Bíblica, no tão próximo século XX:

“Dúvida I: Se os argumentos, acumulados pelos críticos para combater a autenticidade mosaica dos livros sagrados que se designam com o nome de Pentatêuco são de tanto peso que, sem ter em conta os muitos testemunhos de um e outro Testamento considerados em seu conjunto, o perpétuo consentimento do povo judeu, a tradição constante da Igreja, assim como os indícios internos que se tiram do próprio texto, dêem direito a afirmar que tais livros não têm a Moisés por autor, mas que foram compostos de fontes, na maior parte, posteriores à época mosaica.
Resposta:negativamente”.

(Resposta da Comissão Bíblica em 27 de Junho de 1906. Cfr. Denzinger, 1996).

Ut in omnibus glorificetur Deus,

Fábio G. Durante

Muito prezado Fábio,
Salve Maria.

Esse professor carismático tem, de fato, o dom das duas línguas. Como a serpente.

Ele foge da luta, quando é pego em flagrante delito de deturpação dos fatos, e depois, recomeça logo sua pregação de heresias, como é o caso do Pentateuco, que você cita.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Padre Joãozinho não se aguenta e lança desafio-fuga contra Montfort

Cartas: Missas Afro - Orlando Fedeli

Cartas: Velha hipocrisia - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais