Montfort Associação Cultural

28 de março de 2006

Download PDF

Macumba

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Ana
  • Localizaçao: São Paulo – SP – Brasil
  • Escolaridade: Pós-graduação concluída
  • Religião: Católica

Prezados amigos, Com muita satisfação encontrei vosso site após uma busca para tentar elucidar uma dúvida. Conversando durante horas com amigas, onde cada uma tem seu ponto de vista, venho perguntar à vcs sobre a veracidade de trabalhos de macumba para se conseguir algum objetivo. Isso existe mesmo ou não se passa de lenda. Imagino que caso exista, não deva ser certa tal atitude, mas apenas gostaria de saber se isso é possível.

No aguardo de um retorno, Atenciosamente, Ana

Prezada Ana, salve Maria.

Para responder sua pergunta, deve-se distinguir, inicialmente, entre o que é imaginação, e o que é real ação diabólica.

Conforme o livro de Jó, sabe-se que o demônio tem poder de usar os elementos materiais para fazer mal ao homem, quando Deus permite isso, por alguma razão.

Do caso de Jó, deduz-se que o demônio pode provocar doenças nos homens, caso Deus o permita. Pode mesmo matar uma pessoa, pois que Deus proíbe ao demônio que mate Jó.

Logo, se não o tivesse proibido, o demônio poderia tirar a vida do santo patriarca.

É claro que quem pede ajuda ao demônio, para fazer mal a outra pessoa, comete pecado gravíssimo, e jamais isso pode ser tido como lícito. É pecado de satanismo e de malefício.

Para nos proteger contra os assaltos do demônio, é que a Igreja usa os exorcismos, as bênçãos, as orações para Nossa Senhora e para São Miguel Arcanjo contra a ação do demônio.

In Corde Jesu, semper, Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Celibato - Orlando Fedeli

Cartas: CNBB e educação sexual - Orlando Fedeli

Cartas: Fé e Caridade - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais