Montfort Associação Cultural

30 de novembro de 2011

Download PDF

Luta contra o pecado

Autor: Ivone Fedeli

  • Consulente: V
  • Localizaçao: Porto Alegre – RS – Brasil
  • Religião: Católica

Prezados,

Tenho me confessado regularmente. No entanto, possuo alguns vícios que são pecados mortais. Confessei várias vezes o mesmo erro. Cansada de ficar caindo, errando, pecando, fiquei revoltada comigo mesma pois não consigo me conformar com o fato de pecar. Então, firmei o propósito de confessá-lo integralmente somente após vencê-lo, por achar ridículo confessar e cair novamente. Estou conseguindo vencê-lo! O espaço de tempo entre um erro e outro está aumentando.

Assim , sendo, com firme propósito de confessar a luta com sua vitória, depois, tem algum problema?

Ou mesmo caindo devo confessá-lo? Confessar depois não pode?

Fico no aguardo.

Prezada amiga,
Salve Maria.

     A confissão é um sacramento que tem como um de seus efeitos nosso fortalecimento contra o pecado. Portanto, você deve confessar-se toda a vez que cometer um pecado grave; para não voltar a cair ou, ao menos, ir se fortalecendo contra a queda. É sumamente importante afastar-se da ocasião. A maioria das vezes, pecamos quando nos pomos em ocasião de pecar, ou seja, quando nos colocamos numa circunstância que facilita a queda: um lugar, uma companhia, uma atividade, etc. Trate e ocasião como seu pior inimigo e, com a ajuda de Nossa Senhora, as quedas desaparecerão.

     Por outro lado, estando em pecado mortal – e você continua em pecado mortal enquanto não se confessa – você não pode comungar. A comunhão em pecado mortal é sacrilégio. Diz São Paulo que “quem come e bebe indignamente o corpo e sangue do Senhor, come e bebe a própria condenação” (1Cor 11). Ora, a comunhão dá uma grande força contra o pecado. Ficando afastada da comunhão ou, pior ainda, comungando sacrilegamente, você perde sua melhor arma para vencer essa luta.

     Por fim,é preciso que você reze. A oração é uma excelente arma contra o pecado, principalmente se tome Nossa Senhora como intercessora. Reze o terço todos os dias – como Nossa Senhor pediu em Fátima – e a vitória será sua.

     Não queira ser amiga do demônio, pelo pecado; seja amiga de Nosso Senhor Jesus Cristo, cumprindo a sua amabilíssima lei. Só nisso se encontra a verdadeira felicidade, tanto para esta terra como para eternidade.

     Mando-lhe o link do Catecismo Maior de São Pio X, para que um conhecimento maior da fé católica e de Nosso Senhor Jesus Cristo a fortaleça na luta contra o pecado. Só se ama o que se conhece. Só se ama muito o que se conhece bem.

http://www.diocese-braga.pt/catequese/sim/biblioteca/publicacoes_online/56/Catecismo_Sao_Pio_X.pdf

 

     Nossa Senhora a ajude e ilumine.

Salve Maria.
Ivone Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: O Espírito Santo - Orlando Fedeli

Cartas: Suma Teológica e predestinação - Orlando Fedeli

Cartas: Ódio e ignorância teológica e ortográfica - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais