Montfort Associação Cultural

7 de dezembro de 2012

Download PDF

Liturgia tridentina e comentário da Festa da Imaculada Conceição de Nossa Senhora

Do site Missa Tridentina em São Sebastião,

de Campo Grande/MS

IMACULADA CONCEIÇÃO DE NOSSA SENHORA

1ª Classe – Paramentos Brancos
Nossa Senhora da Imaculada Conceição
Livro dos Provérbios 8, 22-35.
Pertenci ao Senhor logo no inicio dos seus caminhos, ainda antes de Ele ter criado fosse o que fosse. Fui constituída desde a eternidade, em época remotíssima, ainda antes de o mundo existir. Quando fui concebida, ainda não havia abismos, nem asfontes tinham brotado, nem se tinha erguido a mole imponente das montanhas; vim àluz antes de se alterarem as colinas, quando ainda não tinha feito, nem a terra, nemos rios, nem os pólos do eixo do globo. Quando desdobrava os céus, já eu estava presente. Quando submetia os abismos ao curso de leis invioláveis; quando estendiaos espaços siderais, e punha em equilíbrio as fontes subterrâneas; quando fixava oslimites ao mar, e lhe impunha não violá-los; quando lançava os fundamentos da terra, eu estava com Ele dispondo todas as coisas e deleitava-me sem cessar, jubilosa por me encontrar a seu lado, brincando sobre o globo da terra, e deliciando-me por viver entre os filhos dos homens. Agora, meus filhos, ouvi-me: “Felizes os que seguemos meus caminhos! Aceitai os meus ensinamentos, e cultivai a sabedoria, não osrejeitando. Feliz o homem que me encontra, e que permanece constantemente de vigia à minha porta, sem nunca deixar os seus umbrais! O que me encontrar, encontra a vida, e alcançará do Senhor a salvação.
Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 1, 26-28.
Naquele tempo: Foi enviado por Deus o anjo Gabriel a uma cidade da Galileia, chamada Nazaré, a uma Virgem desposada com um varão, que se chamava José, da casa de Davi. O nome da Virgem era Maria. Entrando o anjo onde ela estava, disse-lhe: “Deus te salve, cheia de graça! O Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres!”
Traduções das leituras extraídas do Missal Quotidiano por Pe. Gaspar Lefebvre OSB (beneditino da Abadia de Santo André) – Bruges, Bélgica: Biblica, 1963 (com adaptações).
Comentário ao Evangelho do dia feito por
Papa Bento XVI
Trecho do Ato de Veneração à Imaculada  Discurso na Praça de Espanha, Roma, em 08/12/2011 (site do Vaticano)
toda a sua vida terrena foi uma vitória sobre a morte…
 Maria é representada por uma estátua que em parte recorda o trecho do Apocalipse: «Depois apareceu um grande sinal do Céu: uma mulher revestida de sol, com a lua debaixo dos seus pés e uma coroa de doze estrelas sobre a cabeça» (Ap 12, 1). Qual é o significado desta imagem?
Antes de tudo a “mulher” do Apocalipse é Maria. Ela está “revestida de sol”, ou seja, revestida de Deus: de fato, a Virgem Maria está totalmente circundada pela luz de Deus e vive em Deus. Este símbolo da veste luminosa expressa claramente uma condição que diz respeito a todo o ser de Maria: Ela é a “cheia de graça”, cumulada pelo amor de Deus. E “Deus é luz”, diz ainda são João (1Jo 1, 5). E eis que a “cheia de graça”, a “Imaculada”, reflete com toda a sua pessoa a luz do “sol” que é Deus.
Esta mulher tem debaixo dos pés a lua, símbolo da morte e da mortalidade. Com efeito, Maria está plenamente associada à vitória de Jesus Cristo, seu Filho, sobre o pecado e sobre a morte; está livre de qualquer sombra de morte e totalmente repleta de vida. Pois a morte já não tem poder algum sobre Jesus ressuscitado (cf. Rm 6, 9), também por uma graça e um privilégio singulares de Deus Onipotente, Maria deixou-a atrás de si, superou-a. E isto se manifesta nos dois grandes mistérios da sua existência: no início, o fato de ter sido concebida sem pecado original, que é o mistério que hoje celebramos; e no fim, o fato de ter sido elevada ao Céu em corpo e alma, na glória de Deus. Mas também toda a sua vida terrena foi uma vitória sobre a morte, porque se dedicou totalmente ao serviço de Deus, na oblação total de si a Ele e ao próximo. Por isso, Maria é em si mesma um hino à vida; é a criatura na qual já se realizou a palavra de Cristo: “Vim para que tenham vida, e a tenham em abundância” (Jo 10, 10).

 

TAGS

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais