Montfort Associação Cultural

27 de outubro de 2011

Download PDF

Leitor contesta crítica ao Movimento Salvai-Almas

Autor: Pe. Marcelo Tenório

  • Consulente: Vitor Lima Raimundo
  • Localizaçao: Curitiba – PR – Brasil
  • Escolaridade: Superior incompleto
  • Profissão: Téc. Eletrônico
  • Religião: Católica

Participo do Movimento Salvai-Almas desde o final de 2010. Não era católico praticante desde então, rezava muito pouco e participava das missas sem muito interesse. Fiz catequese meio por obrigação e respeito aos meus pais. Meu pai foi seminarista e por pouco não se tornou padre, mas mesmo assim pouco me interessei em estudar e conhecer a minha própria religião. Comecei a trabalhar e buscar juntar dinheiro, dando cada vez menos atenção a Deus. Meus valores estavam cada vez mais degradados com o tempo, e muitas coisas passei a achar como algo normal, que não havia problema, pois todo mundo fazia. Muito de minha mudança de vida se deve é claro ao Movimento, e também aos meus filhos, pois quem sou eu a querer exigir algo futuramente deles, uma educação católica, valores cristãos, sendo que eu mesmo falhava neste sentido?

Para acreditar no Movimento Salvai-Almas, procurei conhecê-lo. Além de ler seus livros, comecei a estudar a doutrina católica, sua história, seus dogmas, a ler a Bíblia, a participar diariamente da missa, e a rezar (acredito que neste período em que estou no Movimento rezei muito mais do que todo restante de minha vida). Percebi que o Salvai-Almas tem um amor muito grande a Jesus, a Nossa Senhora, a Igreja Católica, as almas do purgatório e aos padres. Nada mais quer que a nossa salvação, que precisamos mudar de vida, seguir e amar a Deus, amar ao próximo.

Além disso, procurei também estudar as aparições de Nossa Senhora pelo mundo, e por estas já se percebe o quanto a humanidade está desagradando a Deus, e o quanto Nossa Senhora insiste na necessidade da oração, como em Fátima pedindo para nós rezarmos o Rosário diariamente. Quase 100 anos após esta aparição como se comporta o mundo hoje? Quantas pessoas rezam o Rosário todos os dias? Quantos participam da Santa Missa? Qualquer um percebe que cada vez mais as Igrejas estão vazias (até a dos protestantes), são poucos os jovens que frequentam e entendem o valor de uma Santa Missa, e o que hoje o que impera é o consumo e a obtenção de riquezas e prazeres mundanos.

Nunca tive nada de diferente em minha vida, nada que eu acreditasse ser um sinal de Deus para mim. Tive uma mudança muito grande através do Salvai-Almas, posso me considerar um fruto deste Movimento. E com esta mudança tive vários sinais, sinais do céu, diversos acontecimentos inexplicáveis aconteceram comigo, várias “coincidências” aconteceram e continuam a acontecer. Estes sinais e acontecimentos (sempre bons) vieram a fazer eu acreditar na mensagem do Movimento e as vezes eu tenho até medo pela quantidade de coisas que presenciei, na responsabilidade em se acreditar em tais mensagens.

As mensagens passadas pelo Movimento Salvai-Almas são fortes, mas do jeito que o homem caminha hoje – querendo cada vez mais viver sem Deus, com suas crianças e jovens influenciadas pela máquina do consumo, com seus pais que acham que é normal as coisas da forma que estão – vocês se arriscariam a dizer que o final dos tempos não se aproxima rapidamente? Com toda beleza que há na Igreja Católica como pode grande parte dos católicos se interessarem tão pouco em conhecer sua própria religião?

Além de tudo isso ainda conheço uma das pessoas que presenciaram a mensagem do confidente Cláudio em Ponta Grossa em 25 de Junho de 2001 que em parte apresentava “Em meio rosário de dias, cairá a torre maior… e outras cairão, uma após outra.» É a vossa libertação”. A explicação foi dada no site: “Meio Rosário de dias: Como não sabíamos o que significava este “Meio Rosário de dias” São Miguel Arcanjo nos explicou: Um Rosário completo tem 150 Ave Marias. Meio Rosário tem 75. Somando-se as outras 3 Ave Marias, do Crucifixo, temos 78. Meio Rosário de dias são 78 dias. A mensagem é do dia 25 de Junho. Contando-se 78 dias, a partir de 25/06/2001, encontramos o dia 11 de Setembro, o dia da derrubada das torres nos Estados Unidos. Precisão matemática.”

Será que esta mensagem é realmente falsa? Será que esta pessoa que eu conheço e presenciou esta mensagem é louca? Será que os integrantes do Salvai-Almas são loucos?

Como um Movimento, com tanto amor em sua essência, na qual centenas de pessoas através deste se tornaram católicas de verdade, que tem como sua base a oração, pode falar tantas “mentiras”? Será que não merece um estudo melhor antes de um julgamento? Afinal, se são mensagens tão fortes e tantas pessoas acreditam, não seria o mais prudente conhecer realmente o Salvai-Almas, suas mensagens e seus frutos antes de julgá-lo? Não julgue-o negativamente sem antes estudá-lo, antes de participar de um cenáculo em Porto Belo, ou antes de conhecer o confidente Cláudio. Pois se não for enganação, se as previsões se confirmarem como acredito que irão, pode ter a certeza de que uma luta contra este Movimento não agrada a Deus.

Não é necessário acreditar nas revelações privadas, porém devemos analisá-las pois em I Ts 5, 19-21 Não extingais o Espírito. Não desprezeis as profecias. Examinai tudo: abraçai o que é bom. E em Mt 7, 17-20 Toda árvore boa dá bons frutos; toda árvore má dá maus frutos. Uma árvore boa não pode dar maus frutos; nem uma árvore má, bons frutos. Toda árvore que não der bons frutos será cortada e lançada ao fogo. Pelos seus frutos os conhecereis.

Espero estar fazendo sempre melhor esta missão que Deus me confiou, ainda mais com tudo que me aconteceu. Tem horas que bate o desânimo, em que eu percebo que as pessoas não querem mudar a sua vida, não querem “gastar seu tempo” com Deus. Mas tem outras que vem para me incentivar, quando alguns comentam que estão participando mais da Missa, rezando, elogiando os livros. O que tenho comigo é a idéia de que estou transferindo responsabilidade, pois mesmo que as pessoas não se interessem ou não acreditem a princípio, batendo as datas e acontecimentos as pessoas não vão ter o por que de não acreditar que este Movimento é sério e não vão ficar caladas. A partir deste momento estas pessoas, inclusive vocês da Montfort, vão ser responsáveis pelas que estão a sua volta.

Assim peço a vocês, mesmo que não queiram estudar com mais afinco o Salvai-Almas, mesmo que não acreditem nas suas mensagens, mesmo que não achem que nós estamos vivendo o Apocalipse, por favor preparem o rebanho de Deus. Faça-o perceber que se estamos vivendo o Apocalipse ou não é necessário estarmos sempre preparados, e nada melhor do que nos prepararmos do que observar e praticar os mandamentos de Deus. É necessário rezarmos sempre, sempre mais e com mais amor. Que estejamos todos unidos como verdadeiros irmãos para sermos conduzidos por Jesus. Pois em São João 10,16 Tenho ainda outras ovelhas que não são deste aprisco. Preciso conduzi-las também, e ouvirão a minha voz e haverá um só rebanho e um só pastor.

Muito Obrigado

Vítor Lima Raimundo

Sr. Victor, Salve Maria.
 
Recebemos o seu e-mail, o que passamos a responder.
 
Gostaria de levar em conta três pontos em sua colocação.
 
1.      O fato de se mudar de vida para “melhor”, através da participação ativa em algum movimento ou seita, não é sinal algum de veracidade de doutrina. Se fosse assim estaríamos perdidos e, a Verdade não seria absoluta, mas relativa, a gosto do freguês. Ora há espíritas que se sentem muito bem no espiritismo e dizem ter a vida “mudada para melhor”, assim como budistas, animistas, protestantes, “yogueiros” e até satanistas….Quantos hereges mudaram realmente de vida após praticarem suas heresias ?! Muitos! Basta ligar a tv nesses “programas” de shows da Fé.
 
Essas mudanças devem ser vistas no âmbito da chamada “religião natural”, ou seja, a lei moral gravada no coração do homem. Apenas isso.
Uma coisa é a “lei natural”, outra é a Revelação, que consiste na Doutrina Sagrada que o próprio Deus revelou através de seus eleitos e, na plenitude dos tempos, por meio de Jesus Cristo, Nosso Senhor. Esta Revelação que teve início com Abraão e que foi concluída com a morte do último apóstolo.
A fé meu caro, não se trata de um sentimento, mas da adesão da inteligência à Verdade, movido pela graça de Deus, como ensina Sto. Tomás de Aquino.
 
 
2.    O senhor coloca que, antes de pertencer a este “movimento”, nunca tinha percebido nada de extraordinário e que depois de ingressar nele, muitos “sinais” lhe vieram ao encontro:
 
E com esta mudança tive vários sinais, sinais do céu, diversos  acontecimentos inexplicáveis aconteceram comigo, várias “coincidências” aconteceram e continuam a acontecer. Estes sinais e acontecimentos (sempre bons) vieram a fazer eu acreditar na mensagem do Movimento e as vezes eu tenho até medo pela quantidade de coisas que presenciei, na responsabilidade em se acreditar em tais mensagens…”
 
Os santos doutores, entre eles Sta. Teresa d´Avila e S. João da Cruz, considerados os “papas” da teologia mística nos ensinam o contrário: deve-se fugir de toda e qualquer busca por sinais e coisas extraordinárias, pois aqui é campo fértil para os enganos diabólicos. E mais: sinais extraordinários também não servem para chancelar uma doutrina como verdadeira e falsa. A linha divisória entre Verdade e Erro está na doutrina apostólica, é ela que nos dá a grande segurança. Tudo que a ratifica em sua integridade é VERDADE, tudo que venha a deforma-la, amputa-la ou nega-la, é MENTIRA.
 
3.     O senhor nos pergunta:
 
“Será que esta mensagem é realmente falsa? Será que esta pessoa que eu conheço e presenciou esta mensagem é louca? Será que os integrantes do Salvai-Almas são loucos?”
 
E ainda:
 
“Como um Movimento, com tanto amor em sua essência, na qual centenas de pessoas através deste se tornaram católicas de verdade, que tem como sua base a oração, pode falar tantas “mentiras”? Será que não merece um estudo melhor antes de um julgamento?…”
 
Respondemos categoricamente: As mensagens do chamado “movimento  Salvai Almas”, são inteiramente falsas! Mais ainda: são heréticas e se alguém tendo consciência da fé católica nele insiste em permanecer estar em pecado mortal de heresia.
 
Um dos critérios que a Igreja usa para verificar se tais visões são realmente divinas é justamente a concordância das mensagens com toda doutrina católica e não o “amor” com que elas são pregadas,  já que é sentimento, subjetivo e por vezes enganoso.
 
O senhor nos falou que estudou a doutrina da Igreja, ora se estudou sabe que a verdade católica deve ser acatada na íntegra e negar um só ponto de Fé é nega-la toda. De forma que
Deus não pode se contradizer nem enganar-se, muito menos a Virgem Santíssima, logo, são falsas as mensagens.
 
Já quanto à sanidade de quem as recebe ou divulga, não nos cabe divagar sobre isso.
 
Do mais , siga a Igreja e o senhor estará seguro.
 
Sugiro que leia este artigo, muito lhe ajudará na reflexão: http://www.padremarcelotenorio.com/search?updated-max=2011-10-05T12%3A13%3A00-03%3A00&max-results=6
 
Com minha bênção,
Pe. Marcélo Tenório

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: A Lógica Espírita

Cartas: Experiência pessoal com Deus - Orlando Fedeli

Cartas: Agradecimento

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais