Montfort Associação Cultural

11 de novembro de 2009

Download PDF

Leitor abandona a RCC e encoraja o site ao apostolado

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Robson Carvalho
  • Localizaçao: Pitangueiras – SP – Brasil
  • Escolaridade: Superior em andamento
  • Profissão: Técnico Em Administração
  • Religião: Católica

Caríssimo Prof. Orlando Fideli e amigos da Associação Montfort.

É com muita alegria e honra, que escrevo esta humilde carta para pessoas tão cultas e convictas em sua fé. Sou católico, e moro no interior de São Paulo, me converti aos 18 anos de idade, e para desgraça da minha formação entrei na igreja pelas portas do fundo, através da RCC.

Digo que é pelas portas do fundo, porque quem entra nesse movimento só tem dois destinos, o primeiro é militar por um bom tempo, e depois se tornar um católico morno e relativista, com sérios problemas psicológicos, e o segundo destino é deixar a igreja, e se tornar um protestante, que por sinal não é improvável, já que os carismáticos não estão tão distante assim deles.

Confesso, que fui um carismático apaixonado, e não admitia de modo algum tudo o que o senhor escrevia sobre o movimento, mas assim como o remédio só faz efeito quando tomado na dose certa, a sua convicção e o seu zelo produziu em mim, algo que jamais pensei, fez brotar o amor pelo tradicional, pela Igreja de sempre, alicerçada, e em união absoluta com Cristo.

Hoje vejo que o senhor me libertou do relativismo, da união que os moderninhos estão fazendo com Satanás, querendo conciliar a Igreja de Cristo com o mundo, fui liberto da fé sentimental, desprovida de raízes sólidas, fui liberto da falsa mística, e principalmente fui liberto do meu orgulho, pois hoje reconheço que nada sei, e que preciso de ajuda para aprender mais e mais.

Deus opera maravilhas através da criação, e o senhor foi a criatura escolhida para me libertar, muito obrigado senhor Orlando por ser instrumento nas mãos de Deus, mesmo não sendo digno, e digo isso, porque nenhum de nós somos dignos do amor de Cristo. Obrigado Prof. por sua fidelidade a Igreja, pois graças a ela, pude conhecer a verdadeira Casa de Deus, o verdadeiro Culto, a verdadeira Tradição. Na minha região infelizmente não há a missa de sempre, e nem pessoas interessadas em resgatá-la, nunca participei do culto sublime de S. Pio V.

Gostaria de contar-lhe mais sobre minha vida, sobre minha vocação, meu desejo de encontrar uma comunidade (seminário) tradicional, os abusos e grosserias que tenho visto, mas esta carta ficaria longa demais, e o objetivo dela não é esse, é apenas exortá-los a continuarem no bom combate.

Felicidades, rezem por mim, assim como rezo por vossa obra e por seus membros.

Em Cristo Jesus
Robson Carvalho

Muito prezado Robson, salve Maria.
 
Muito obrigado por sua carta tão grata.
 
A gratidão é uma virtude rara. Dou graças a Deus que Nossa Senhora, Medianeira de todas as graças, tenha usado o site Montfort, embora indigno, para ajudá-lo a compreender o mal da RCC, que deveria se chamar RCP, isto é, Renovação Carismática Protestante.
 
Você tem muita razão ao notar que a RCP na verdade conduz as pessoas ou ao relativismo emocionalista, ou ao protestantismo, que é outra forma de relativismo. Em ambos os casos, há o orgulho de se julgar agraciado por dons e carismas extraordinários que Deus dá só para alguns, e que, na RCC, todos julgam ter. Na RCC o extraordinário fica muito ordinário.
 
Que bom que você deseja ser sacerdote.
 
Que idade tem você?
 
Procure escrever para o Padre Rafael Navas Ortiz, que é o Superior do IBP na América Latina. Ele poderá orientá-lo sobre vocação.
 
Vejo que você é de Pitanguieras, perto de Ribeiráo Preto, onde a Montfort tem Amigos. Vou pedir a eles que o procurem para participar de palestras que eu der por lá e das reuniões deles.
 
In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais