Montfort Associação Cultural

4 de janeiro de 2008

Download PDF

Juiz condena igreja Universal a indenizar viúva que doou carro por engano

Autor: Marcelo Fedeli

  • Consulente: Paulo Roberto Floriani
  • Localizaçao: Tijucas – SC – Brasil
  • Escolaridade: Pós-graduação concluída
  • Profissão: Professor
  • Religião: Católica

A seita chamada “igreja universal” ataca com virulência a Igreja Católica (única e verdadeira Igreja de Cristo), mas as sujeiras desta seita não param de surgir. Vejam a notícia abaixo:

05/12/2007 – 10h51
Juiz condena Universal a indenizar viúva que doou carro por engano
da Folha Online
O juiz Jeová Sardinha de Moraes, da 7ª Vara Cível de Goiânia, condenou a Igreja Universal do Reino de Deus a indenizar em R$ 10 mil uma viúva que disse ter sido pressionada a doar seu carro à instituição e que depois, ao se arrepender, foi agredida e humilhada. Cabe recurso.
Segundo o TJ (Tribunal de Justiça) de Goiás, no processo, a viúva disse que a filha começou a freqüentar da igreja em 2005, após a morte do pai, e que logo passou a ser pressionada a fazer “doações exacerbadas”, “sob a promessa de retribuição em dobro”.
De acordo com a viúva, a moça chegou a vender utensílios domésticos e móveis –inclusive a cama em que dormia– para doar mais dinheiro à igreja e que, em meio a isso, doou também o carro da mãe. Segundo a viúva, ela a convenceu a assinar um documento de transferência em branco sob o argumento de que iria vendê-lo.
Depois de perceber o golpe, a viúva foi à igreja reivindicar o carro, mas acabou “maltratada, agredida fisicamente e exposta à humilhação”, ainda segundo o TJ.
Em sua decisão, Moraes considerou que a má-fé da Universal é incontestável, pois aceitou um carro de quem não era proprietária. Na sentença, ele ressalta que a filha disse ter sido pressionada pelos pastores a convencer a mãe a assinar o documento em branco. Para ele, a viúva tem direito à indenização por danos morais ainda mais pela reação dos integrantes da Universal ao pedido de devolução do carro.
Outro lado
A reportagem da Folha Online pediu à assessoria de imprensa da Universal um posicionamento sobre o caso, por telefone e por e-mail, mas ainda não obteve resposta.

Prezado Prof. Paulo, salve Maria!

     Agradeço a informação sobre mais um escândalo das rendosas “igrejas evangélicas” que proliferam dia a dia em todas as cidades do Brasil, graças principalmente à ignorância doutrinária em que se encontra o povo — começando pelas crianças – e há muitos anos —  com o abandono do ensino do Catecismo por parte do Clero, cujas homilias são, em geral, de um baixo nivel doutrinário — se é que há…
     Aproveito para desejar ao senhor, sua família e amigos um ano novo com todas as bençãos de Deus.

In Corde Jesu semper
Marcelo Fedeli

TAGS

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais