Montfort Associação Cultural

6 de janeiro de 2005

Download PDF

Jubileu

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Joseny Freire de Carvalho.
  • Localizaçao: – Brasil

Sou frequentador do Site Monfort e gostaria de saber se poderá me ajudar a compreender melhor sobre o Ano Santo e o Jubileu. Sou catequista e tenho constante sede em aprender as coisas de Deus e de Sua Santa Igreja. Parabenizo a todos que fazem este Site.

Atenciosamente,
Joseny Freire de Carvalho.

Prezado Joseny, salve Maria.

Agradeço-lhe o estímulo de suas palavras em favor de nosso site.

O jubileu é um acontecimento católico que tem raízes ainda no Velho Testamento.
Entre os judeus, após cada 49 anos (7×7), portanto no quinquagésimo ano, se comemorava um ano de jubileu, ano no qual se concediam certos favores.
No jubileu judaico, a terra não podia ser cultivada, deixando-se-a descansar, e todas as propriedades que haviam sido hipotecadas ou perdidas pelas famílias, voltavam a ser, de novo, propriedade da família original.
Isto significava que a propreidade familiar era alienável apenas por cinqüenta anos.

A Igreja tomou este costume judaico e o aplicou à esfera espiritual: a cada 50 — ou a cada 25 anos — se festeja um Jubileu de graças. O Papa concede então, aos que praticarem certos atos penitenciais (confissão, peregrinações a Roma ou a certas igrejas) indulgências extraordinárias. Por ela ficam perdoadas todas as penas temporais pelos pecados cometidos, CONFESSADOS e PERDOADOS, desde qua a pessoa cumpra os atos penitenciais com verdadeiro arrependimento e propósito de emenda, confessando-se e comungando na intenção de obter a indulgência do jubileu.

Este ano — 2.000 depois do nascimento de Cristo — o Papa João Paulo II decretou ano jubilar, concedendo indulgências extraordinárias e especiais, facilitando muito a obtenção delas, mesmo sem ir a Roma, podendo ser obtidas em cada país.

Esperando te-lo atendido, nos suscrevemos
in Corde Jesu, semper, Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Oração e Vida Espiritual: Bento XVI aos Cavaleiros de Malta: O que é o amor ao próximo?

Oração e Vida Espiritual: Oração a São Luiz Gonzaga

Cartas: Dízimo e Coleta

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais