Montfort Associação Cultural

20 de abril de 2005

Download PDF

João XXIII e Bento XV

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Bruno
  • Localizaçao: Salvador – BA – Brasil
  • Religião: Católica

Salve Maria!

Desde que assisti ao filme João XXIII, fiquei com algumas dúvidas a respeito deste papa: como o Concílio Vaticano II, não existe a probabilidade da história de sua vida ter sido manipulada, afim de exaltar, ainda que indiretamente, o Concílio?

Não conheço praticamente nada sobre ele. Gostaria de informações. E também algo resumido sobre o papa Bento XV, sucessor de S.Pio X; é verdade que ele atuou como uma espécie de percussor do Vaticano II? Diziam que ele tinha idéias liberais em relação aos seus antecessores…

Um abraço,

Bruno.

Muito prezado Bruno, salve Maria !

Você acertou em cheio em suas duas hipóteses.

A vida de João XXIII tem sido totalmente manipulada pala mídia e pelos progressistas.

Esconde-se que ele foi amigo dos piores modernistas italianos — Ernesto Buonaiutti e Niccola Turchi. Esconde-se que ele mesmo foi processado pelo Santo Ofício por suspeita de Modernismo. Esconde-se seus acordos com maçons Marsaudon, em Paris. Esconde-se seu papel no Acordo de Metx entre o Vaticano e a URSS.

Até o cadáver dele tem sido usado para a propaganda. João XXIII determinou, em seu testamento, que tomassem o máximo cuidado com a preservação química de seu cadáver, embalsamando-o com todo o cuidado, a fim de evitar o que acontecera com o cadáver de Pio XII, que explodiu horrivelmente ao ser levado para Roma.

O cadáver do Papa João foi prudentissimamente embalsamado com todos os recursos mais modernos da Química. Entretanto, esse cadáver está exposto no Vaticano, sem aviso nenhum de que não se trata de milagre, como aconteceu com o corpo de São Pio X….

Quanto a Bento XV, ele foi inimigo pessoal de São Pio X, e era um dos líderes progressistas, para não dizer modernistas, no Vaticano . Ele assumiu o nome de Bento, em, homenagem a um personagem do romance Il Santo do Modernista Antonio Fogazzaro, romance condenado ao Index por São Pio X. Durante seu pontificado, Bento XV seguiu diretrizes opostas às que adotara São Pio X.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Artigos Montfort: Anotações “esquecidas” VIII: Dogmas da nova religião: a “Basic Religion” - Marcelo Fedeli

Cartas: Carta de uma alma fiel a um Sacerdote `ajeitador` - Orlando Fedeli

Cartas: Ái dos ricos… em - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais