Montfort Associação Cultural

16 de fevereiro de 2015

Download PDF

Comissário dos Franciscanos da Imaculada condenado a pagar indenização à família do fundador

Notícia de Riposte Catholique e Chiesa e post concilio

Comentário Montfort

Os Franciscanos da Imaculada sofreram intervenção alegadamente por má gestão financeira. Esta foi a acusação que fez o comissario Padre Fidenzio Volpi, em carta a todos os membros desse Instituto, em 8 de dezembro de 2013:

   “Coisa porem extremamente grave – que eu trago somente agora ao conhecimento oficial – foi a transferência da disponibilidade de bens móveis e imóveis do Instituto para fiéis leigos, conhecidos filhos espirituais e familiares do fundador P. Stefano M. Manelli, bem como a alguns pais de religiosas. “Padre Volpi continua: “Essas transações gravemente ilícitas moral e canónicamente, com implicações também no ambito civil e criminal, foram feitas após a nomeação do comissário apostólico, manifestando-se, assim, a vontade de remover tais fundos para do controle do Santa Sé”. O Comissário impõe medidas a este respeito: “Quem fez ou permitiu tudo isso  caiu em falta grave e, se religioso, é passível de sanções canônicas severas. Uma coisa semelhante aconteceu também às obras de apostolado: editora, televisão … “.

Entretanto, o comissario  entrou proibindo radicalmente a missa tridentina, com a acusação de criptolefebvrismo… O que isso tem a ver com má gestão financeira, não se sabe.

Segundo um padre amigo extra bem informado, o capuchinho Padre Volpi executa também uma vingança contra os Franciscanos da Imaculada, pois o Conselho Geral dos Franciscanos tinha votado por sua extinção no fim dos anos 90,  mas eles sobreviveram porque  João Paulo II os confirmou na ocasião.
Pois bem, por decisão da Câmara de Mediação do Tribunal de Roma, em 12 de fevereiro último, o Padre Volpi foi condenado a pagar 20 mil euros de indenização à família do Padre Stefano Manelli, por acusação caluniosa. Por essa sentença as partes concordam, uma em admitir sua culpa e outra a limitar a indenização, sem possibilidade de apelação!
Logo, se tal acusação era a base para as severas restrições aos Franciscanos da Imaculada, devemos esperar para breve a restauração de sua liberdade para o apostolado da Missa Tridentina!

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais