Montfort Associação Cultural

4 de outubro de 2005

Download PDF

Ilusão do ecumenismo

Autor: Lucia Zucchi

  • Consulente: Suellen Maria Jovita
  • Idade: 20
  • Localizaçao: São Francisco doSul – SC – Brasil
  • Escolaridade: 2.o grau concluído
  • Profissão: Técnica em Enfermagem
  • Religião: Católica

Não consigo entender porque as pessoas preferem acreditar em falsas seitas criadas pelo homem (sob inspiraçâo do demônio) a acreditarem em JESUS que morreu por nós, que se manifesta todos os dias no simples fato de acordarmos.

É impressionante, e ao mesmo tempo triste, o fato de as pessoas acreditarem que a religião deve se adaptar ao seu modo de vida, e NÃO ela se adaptar a verdadeira religião.
Penso que o maior representante disto foi Lutero.

Por que ultimamente a Igreja Católica está perdendo tantos adeptos ? Será por necessidade de showzinhos emocionais tão bem feitos por falsos pastores?

As vezes penso que se a Igreja combatesse mais abertamente as falsas religiões, inclusive nas missas, haveria menos pessoas se iludindo com falsos profetas.
O que vocês acham do ecumenismo?

A paz de Jesus !

Prezada Suellen,
Salve Maria!
 
Nosso Senhor Jesus Cristo fundou uma única Igreja, cujo comando deu a Pedro, com a ordem de apascentar cordeiros e ovelhas, ou seja, de governar os fiéis e os bispos. Mandou além disso ir e ensinar a todos os povos a doutrina que Ele transmitiu, batizando em um só batismo.
 
Toda idéia de ecumenismo que se afasta dessa doutrina tão claramente ensinada nos Santos Evangelhos e na doutrina católica de sempre é uma loucura. E leva à tremenda confusão doutrinária, moral e social que estamos vendo no mundo moderno.
 
Volte a nos escrever,
 
In Corde Jesu,
 
Lucia 
  

TAGS

Publicações relacionadas

Artigos Montfort: Conclamação a resistir ao mundo moderno: a Declaração do Papa Francisco e Patriarca Ortodoxo Kyrill - Alberto Zucchi

Cartas: Respeitar o erro - Orlando Fedeli

Cartas: Ide e dialogai? - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais