Montfort Associação Cultural

26 de janeiro de 2005

Download PDF

Glórias de Nossa Senhora

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Paulo Costa V.
  • Localizaçao: – Brasil

Caro amigo, meus parabéns pela sua carta “Enigmas aos protestantes”.

Esta carta sobre Maria, a mãe de Deus, é interessante, pois ela aponta em poucas palavras, todas as virtudes de Maria; o grandeproblema é que, aparentemente, ao longo da história, os homensforamacrescentando virtudes divinas a Maria.
Eu gostaria de saber se Maria, como Jesus, já existia deste o princípio dos tempos.

Por favor, comente os seguintes versículos da Bíblia:

“Ora, aconteceu que, ao dizer Jesus estas palavras, umamulher, que estava entre a multidão, exclamou e disse-lhe: Bem-aventurada aquela que te concebeu, e os seios que te amamentaram! Ele, porém, respondeu: Antes, bem-aventurados são os que ouvem a palavra de Deus e a guardam!” (Lucas 11:27-28).

Atenciosamente. Paulo Costa V.

Prezado Paulo,
Salve Maria.

Muito obrigado por suas palavras generosas. Defender as glórias da Mãe de Deus é dever de todos os que seguem, de fato, a Cristo.
Devo observar-lhe que sua carta contém uma certa imprecisão. Dizer que Jesus Cristo existiu desde sempre não é bem exato.

Jesus é o Verbo de Deus feito homem. Enquanto Verbo de Deus, Ele é eterno. Enquanto homem , Ele começou a existir no tempo, a partir da encarnação, no seio de Maria. A pessoa de Cristo é a do Filho eternamente gerado em Deus. Por isso sua Pessoa – a do Filho, segunda Pessoa da Santíssima Trindade — é eterna.

Nossa Senhora é puramente humana, e só existiu no tempo. Ela de modo algum é eterna. Dizê-la eterna seria um absurdo, e nunca a Igreja afirmou isso.

Também não é verdade que os “os homens foram acrescentando virtudes divinas a Maria”. Nossa Senhora não tem virtudes divinas, porque ela é um ser humano apenas.
A Igreja, no decorrer da História, foi explicitando — guiada pelo Espírito Santo — as graças e dons que Deus concedeu aEla por ser Mãe de Deus.

Você me pede que comente as seguintes palavras do Evangelho:

“Ora, aconteceu que, ao dizer Jesus estas palavras, uma mulher, que estava entre a multidão, exclamou e disse-lhe: Bem-aventurada aquela que te concebeu, e os seios que te amamentaram! Ele, porém, respondeu: Antes, bem-aventurados são os que ouvem a palavra de Deus e a guardam!” (Lucas 11:27-28).

Evidentemente, os protestantes querem extrair desse texto a idéia de que Cristo teria procurado diminuir a veneração de sua Mãe, colocando acima dEla todos os que ouvem e guardam a apalavra de Deus.

Ora, se essa interpretação fosse correta, Ele estaria dizendo que Maria não ouvira nem guardara a palavra de Deus, o que é um absurdo.

Além de absurda, essa interpretação contraria os textos da Escritura que afirmam que “E sua mãe conservava todas estas coisas em seu coração” (Luc. II, 51).

Logo, Jesus, no texto que você pede para interpretar, afirma que Nossa Senhora, além de ter a honra de ser a Mãede Deus, deve ser honrada por sua fidelidade à graça e à palavra de Deus. Pois não disse Ela ao anjo: “Eis aqui a escrava doSenhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra” (Luc. I, 38)?

E se você me permitir um conselho, não tema desagradar a Cristo, por louvar a Mãe do Senhor. Qual é o Filho que se irrita vendo honrar sua mãe?

Como podem pretender entrar no céu, dizendo “Senhor, Senhor”, os que desonram a Mãe dEle?
Ninguém pode ter a Deus por Pai se não tem Maria por Mãe.

In Corde Mariae, semper,
Orlando Fedeli.

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Ameaças de um “Sacerdote” Wiccaniano

Cartas: Oração - Orlando Fedeli

Documentos da Igreja: Juramento Papal

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais