Montfort Associação Cultural

25 de novembro de 2004

Download PDF

Freira faz campanha política durante missa

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Adalberto
  • Localizaçao: – Brasil

Paz e Bem, meu caro Professor Orlando Fedeli.

Na data de hoje, ao assistir a uma missa em uma das igrejas aqui de Fortaleza, deparei-me com uma situação. Uma freira estava animando a missa, no ambão, com uma propaganda política sobre seu peito, candidato à Prefeitura de Fortaleza, do Partido Comunista. Ao terminar a missa falei-lhe que aquilo era proibido por lei e que os líderes religiosos não deveriam manifestar, nem tampouco induzir a outrem a votar naquele de sua preferência. No entanto, tal freira disse que eu era alienado e que a Igreja deveria era estar a frente da Política. Disse ainda que era por causa de pessoas como eu que o país estava em caos. Por favor, diga-me o senhor, como um homem esclarecido. Eu estou errado?

Prezado Adalberto, salve Maria.

O que você me diz demonstra como os inimigos de Deus penetraram na Igreja, e como eles ousam desde o próprio presbitério pregar heresias. Essa freira é comunista, como tal é uma herege. O que ela fez é contrário à doutrina e às leis da Igreja. O decreto do Santo Ofício de 1914, excomungando quem quer que dê ajuda ao comunismo, continua em vigor. As palavras que ela usou contra você comprovam que ela está encharcada de filosofia marxista (ex. o termo alienado).

Desgraçadamente a infiltração comunista na Igreja é muito grande, e ela se aproveita da ignorância do povo para enganá-lo. De quem é a culpa senão dos maus Bispos que não vigiam, e por vezes até incentivam lobas, como essa freira, a devorar o rebanho?

Você agiu muito bem ao criticar a atitude dessa freira, que usava a Igreja para fazer propaganda de um candidato comunista, inimigo de Deus. Ela é que terá contas graves a prestar diante de Deus.

Continue você a resistir firme na fé a essas serpentes traidoras de Deus e da Santa Igreja.

In Corde Jesu, semper,

Orlando Fedeli.

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Padre Marcelo Rossi: blasfemador ou herege? - Orlando Fedeli

Cartas: Teologia da Libertação e a opcão preferencial pelos pobres. - Orlando Fedeli

Artigos Montfort: O Pastor vai e vem - Alberto Zucchi

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais