Montfort Associação Cultural

5 de agosto de 2009

Download PDF

Fiel da diocese de Limeira denuncia sabotagem à Missa de Sempre e ao Motu Proprio Summorum Pontificum

  • Consulente: Tiago
  • Localizaçao: Cordeirópolis – SP – Brasil
  • Escolaridade: 2.o grau concluído
  • Profissão: Estudante
  • Religião: Católica

Caro Prof. Orlando, espero que esteja bem, moro em Cordeirópolis-Sp, infelizmente pertenço a Diocese de Limeira aonde o Bispo Dom Vilson proibiu a Missa de Sempre, mão se não bastasse isso estive na Igreja de São Benedito sabado a tarde em Limeira, entrei apenas para uma visita ao Santissimo, percebi que a igreja estava lotada, estava havendo um curso sobre Liturgia dirigida pelo Padre Ocimar pároco de Porto Ferreira e em alguns minutos que fiquei alí percebi logo a fumaça do Diabo nos ensinamentos para aquele povo, era exatamente uma lavagem cerebral contra a missa de São Pio V, vou apenas descrever algumas coisas que ouvi porque se fosse relatar tudo poderia ter vergonha de ser católico.

1) O mesmo estava ironizando e zombando da missa de sempre com os seguinte comentários, que as orações ao pé do altar eram tão pedantes que nem Deus com certeza as ouvia;

2) Que o rito penitencial era tão longo que até Deus ficha cheio de tanto ouvir súplicas de perdão;

3) Que era absurdo o padre permacer de costas para assembléia, e o povo não ter o direiro de participar de nada, além da missa ser rezada numa lingua estranha como o latim, e assim por diante.

4) Por isso que até hoje as velhas rezam o terço na missa, e alguns Padres depois do envangelho rezam ” Pelas palavras do Santo Evangelho sejam perdoados nosso pecados” esse tempo já acabou graças a Deus e lembrar disso nos causa ranço.

Fiquei tão escandalizado em ouvir essas coisas e tive pena daquelas almas , e pensei porque o padre não disse a verdade para o povo, que essa missa se tornou o rito extrordinário para toda a Igreja conforme o Motu Próprio do Papa Bento XVI , se ele é contra a missa e não sabe latim é problema dele, agora enganar o povo apenas para que o Bispo continue com a proibição dos padres em celebra-la privando os fiéis de assisti-la acho covardia.

Um abraço ao Senhor Professor, que Maria Santissíma sempre renove sua coragem em Defender a Igreja Católica.

Ruben.

Muito prezado Tiago, salve Maria.
 
     Recomendo que você mande sua queixa à Pontifícia Comissão Ecclesia Dei, a cargo do Secretário dessa Comissão, Monsenhor Guido Pozzo. Ainda há poucos dias, esse Monsenhor mandou uma carta a um brasileiro de Piracicaba colocando os pingos nos “is” sobre a Missa em latim e o dever dos Bispos de permitir a Missa de sempre. Recomendo-lhe que envie sua queixa à Comissão Ecclesia Dei e não ao Bispo local, porque outros que recorreram a ele foram denunciados por ele por meio de um BO (Boletim de Ocorrência) numa Delegacia.
Na Igreja Católica nunca se viu coisa igual, o Bispo que deveria imitar o Bom Pastor fazer queixa em Delegacia contra suas ovelhas. É apastoralidade do Vaticano II aplicada policialmente e ameaçando processar as ovelhas.
 
In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Padre Fábio de Melo incentiva a perda da Fé - Orlando Fedeli

Cartas: Padrinhos de Crisma

Cartas: Credo de Tomé: "Creio na Igreja Santa e Pecadora" - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais