Montfort Associação Cultural

26 de janeiro de 2005

Download PDF

Fé e Razão

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Carlos Eduardo
  • Idade: 22
  • Localizaçao: Piracicaba – SP – Brasil
  • Escolaridade: Superior em andamento
  • Religião: Católica

Que Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo esteja convosco!

Parabéns ao senhor Orlando Fedeli e à todos os responsáveis pela página Montfort.org.br!!!

Os textos que aqui encontrei são extremamente interessantes!! Ajudou muito no meu fortalecimento na Doutrina Católica. Apesar disso, por esses dias, tive um diálogo com um membro da comunidade Sara Nossa Terra – a mesma seita que Marcelinho Carioca e Monique Evans fazem parte. Ele tentou me convencer de que Sao Tomás de Aquino e Santo Agostinho são ultrapassados e que teologia é uma tentativa frustrada de unir a Fé e a Razão. Disse-me, também, que poderia até ser compatível essa tentativa de união apenas enquanto durou a Idade Média, mas agora, é besteira faze-lo. Que Aristóteles, Sócrates estavam ligados a Grécia e tentar juntar isso com o pensamento hebreu contido na Bíblia é idiotice. Em suma: ele fez proselitismo e tentou provar que a Igreja Católica é alicerçada em falácias. Como não foi possível continuar o diálogo devido ao curto espaço de tempo que tivemos, gostaria de pedir à vocês que colocassem neste site mais textos referentes a Fé e a Razão. Já li a encíclica Fi!

des et Ratio e todos os textos daqui do site que tratam do tema. Mais, gostaria de me aprofundar mais no tema e peço humildemente a colaboração de vocês. E, também, peço que vocês passem algumas informações da seita Sara Nossa Terra, como por exemplo, a sua doutrina, história e outras coisas pertinentes.

Abraços a todos

Carlos Eduardo

Muito prezado Carlos Eduardo, salve Maria.

Agradecemos suas palavras generosas com relação a nosso trabalho no site Montfort.

Realmente, é um grande incentivo para nós, recebermos tantas cartas, como a sua, de leitores que nos dizem terem sido incentivados a uma melhor prática da religião, graças aos argumentos, que, com a graça de Deus temos empregado em nosso estudos e respostas aos consulentes.

O que diz esse seu conhecido é absurdo. A doutrina ensinada pelos grandes Doutores da Igreja nunca fica superada, porque aquilo que Nosso Senhor ensinou, permanece para sempre. Disse-nos Cristo: “Passarão os céus e a terra, mas minhas palavras não passarão”.

A Fé nos faz aceitar as verdades que Deus nos ensinou. A razão nos foi dada pelo mesmo Deus para compreendermos a realidade. Como poderia, então, a Fé ser contrária à razão, se ambas provém do mesmo Deus? Se fosse assim, haveria contradição entre o que Deus nos revela pela Fé, e o que Ele nos faz entender pelo intelecto. Ora, em Deus não pode haver contradição. Logo as verdades da Fé jamais podem estar em desacordo com aquilo que a razão compreende. Deus não nos revela loucuras, nem absurdos.

E por que era possível, na Idade Média a harmonia entre a Fé e a razão, e agora não seria mais possível essa harmonia?

O que mudou? Não a Fé, que Deus não muda. Também não mudou a razão, que continua sendo a mesma, na Idade Média e hoje. Logo, a Fé e a razão são tão possíveis de serem harmonizadas hoje, quanto na Idade Média, e sempre.

Besteira, então, é o que lhe disse esse pobre coitado, membro de uma seita com nome absurdo.

Sócrates e Aristóteles não estavam ligados à Grécia. Eles eram gregos. E as verdades descobertas por eles não são incompatíveis com o pensamento hebraico.

Pergunte a esse seu colega, se o teorema de Pitágoras valia só para a Grécia, ou se ele é verdadeiro em qualquer país, e em qualquer época? É claro que a verdade não é nem grega, nem brasileira, hebraica ou alemã. A verdade é universal. O que é verdade num lugar e num tempo, é verdade para sempre, e em qualquer lugar. Um mais um são dois, há muito tempo, e em qualquer lugar.

Quanto a essa seita, nunca havia ouvido falar dela. Mas pedirei a um de meus alunos que a estude, e depois publicaremos algo sobre ela, na primeira ocasião oportuna.

In Corde Jesu, semper,

Orlando Fedeli

TAGS

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais