Montfort Associação Cultural

23 de março de 2005

Download PDF

Fé e oração

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Lucas Campello
  • Idade: 18
  • Localizaçao: Belo horizonte – MG – Brasil
  • Escolaridade: 2.o grau concluído
  • Profissão: Estudante
  • Religião: Católica

Olá equipe do site Montfort! Em especial, meus cumprimentos para o prof. Orlando Fedeli.

Esses dias eu fui a uma paróquia, e conversei com o padre local. Era um padre que tinha um espírito de Canção Nova. Um padre moderno.
Nas missas dele, há músicas da Canção Nova, violão, músicas populares e certos costumes meio que anticatólicos.
Eu estava conversando com esse padre a respeito de certos documentos papais que se opõem a essa missa moderna. Eu disse ao padre que música católica é música vocal, mas se permite o órgão.

Bem, o padre disse q a Igreja nunca falou a respeito de instrumentos musicais em missas. Ele disse indiretamente que essa afirmação “música católica é música vocal, mas se permite o órgão”, não procede, pois muito tempo atrás, na época da Igreja Primitiva, as missas eram celebradas usando-se cornetas. O padre disse que aspectos da missa não estão no campo da doutrina nem da moral. Logo, nenhum papa pode ser infalível ao falar a respeito de música nas missas, por exemplo. Ele disse também que essa preocupação com música é algo compatível com a mentalidade DOS FARISEUS. Sim, o padre disse indiretamente que o prof. Orlando é meio fariseu. (…)

Outra coisa…

Conheci um protestante que afirmou que toda INSTITUIÇÃO deve ser necessariamente humana. Como a Igreja é uma instituição, ela tem que ser necessariamente humana. Essa foi a forma que ele usou para atacar o primado de Pedro. Essa parece ser nova, não?

Gostaria de um comentário…

Um abraço, do leitor assíduo

Lucas Campello Lopes

Muito prezado Lucas,
Salve Maria!
 
    Muito obrigado por suas palavras de apoio ao site Montfort.
    Contamos com suas orações para Deus nos sustente nessa luta.
    O que afirmou esse padre de que a Liturgia nada tem a ver com a doutrina parece piada. É conhecido o princípio Lex orandi, lex credendi. A lei da Fé se expressa na lei da oração. A Liturgia expressa — e como seria diferente? — a Fé que se professa.
    E é curioso como esses modernistas, querendo ser de vanguarda, pretendem voltar à Igreja primitiva, como se o Espírito Santo não guiasse a Igreja através da História. Eles querem mudar a religião, mas não aceitam aquilo que o Espírito Santo, através do ensinamento dos Papas, foi elaborando durante a História.
    Quanto ao protestante gagá que afirma que instituição só pode ser humana, ele deveria tirar as conseqüências do despautério que ele disse: se fosse assim, ele deveria negar a divindade de Cristo, porque todo ser formado de corpo e alma é homem. E assim ele cairia na heresia, pois Cristo é Deus e homem, assim como a Igreja é uma instituição divina e humana.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Artigos Montfort: Anotações “esquecidas” VIII: Dogmas da nova religião: a “Basic Religion” - Marcelo Fedeli

Artigos Montfort: O fim do princípio

Artigos Montfort: A Igreja que o Padre Jesus Lezaun quer - Marcelo Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais