Montfort Associação Cultural

7 de março de 2005

Download PDF

Fé e ambientalismo

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Tiago Valentim Georgette
  • Idade: 22
  • Localizaçao: Limeira – SP – Brasil
  • Escolaridade: Superior em andamento
  • Profissão: Estagiário da Qualidade
  • Religião: Católica

Prezado Orlando,

Já faz um tempo que venho acessando esse site, e tenho lido algumas cartas. Confesso que muitas vezes fico super contente com o que o senhor diz e outras vezes o odeio o que leio. Acho que isso é fruto da contradição que ainda sou, já que tenho apenas 21 anos, tento ler e entender muitas coisas mas tenho pouca “bagagem” armazenada.
Sou aluno do curso de Gestão Ambiental na ESALQ-USP, e tenho lido muito sobre ambientalismo. Também sou católico, milito e desde janeiro sou coordenador da região centro da Pastoral da Juventude da Diocese de Limeira.
Tento sempre em minhas leituras correlacionar a fé (católica) com a opção profissional que estou buscando (gestão ambiental) e gostaria de saber a opinião do senhor sobre essa correlação. Em algumas leituras, percebi ( e posso estar enganado) que o senhor não foi a favor do tema da CF-2004 sobre Fraternidade e Água e vi que o senhor é contra as atividades pastorais sociais. Gostaria que o senhor expusesse sobre esse assunto.
O meu interesse nessa carta não é provocar polêmica e sim, simplesmente ouvir uma opinião e a partir daí tomar as minha conclusões.
Outro ponto que percebi em minhas leituras foi que o senhor não é a favor nem dos movimentos neopentecostais e nem das mudanças que o Concílio Vaticano II trouxe. Na sua opinião qual rumo a igreja deveria tomar? Voltar a situação pré-concílio Vaticano II?
Desde já agradeço a atenção e aguardo respostas.

Tiago

Muito prezado Tiago,
Salve Maria!
 
    Você acertou.
    A crise atual da Igreja foi causada especialmente pelo Concílio Vaticano II e pela Nova Missa de Paulo VI.
    Só se vencerá crise retornando á doutrina que a Igreja sempre ensinou, banindo e excomungando os erros da heresia Modernista adotados e ensinados pelo Vaticano II.
    Esse retorno à Igreja de sempre tem sido um tanto incentivada pelo papa João Paulo II. Daí, um cardeal comunista e corintiano pedir escandalosamente a renúncia do papa por estar ele doente. Claro que esse Cardeal nem sonharia em pedir que Stephen Hawking deixasse de se pronunciar sobre Física, por estar muito mais doente do que o papa.
    No site Montfort, você encontrará muitas encíclicas papais contrárias ao Vaticano II, e muitos trabalhos meus. (talvez  você, lendo meus trabalhos, tenha muito material para odiar, mas aprenderá bastante). E é bem necessário que você aprenda, porque senão você não poderá coordenar bem o que você faz na Igreja.
    Os títulos das Campanhas da Fraternidade normalmente seguem o que a ONU — organização inimiga da Igreja — recomenda.
    Que tem a ver “Águas” com a doutrina católica e defesa da Fé ?
    Nada.
    Que tem a ver fraternidade com águas ?
    Nada.
    Isso é gagá.
    Aliás, Fraternidade é palavra revolucionária, porque se quer uma fraternidade sem admitir Deus como Pai de todos os homens, porque Criador deles. Como poderá haver fraternidade se não se admite Adão como pai de todos os homens?
    Essa fraternidade é maçônica e não católica. Em Troyes, lê-se no edifício da Prefeitura o lema da Revolução Francesa posto em pedra: 
    ”La Fraternité ou la mort“. “Fraternidade ou morte”. Esse era um lema que Caim poderia assinar. E os Cains da Revolução Francesa o assinaram com o sangue que escorria de suas guilhotinas.
    A Ecologia, a preocupação com o ambiente, considera crime fazer omelete com ovos de tartaruga marinha. Mas os ecologistas não defendem com igual vigor os embriões humanos.
    Matar tatu é crime. Mas, matar o pai e a mãe pode ser “compreendido” pelo mundo moderno, explicando tudo pelos traumas criados pelas mentiras edipianas inventadas por Freud e sua Psicanálise cabalística. E o criminoso pode dar entrevistas à TV e às revistas mais famosas.
    Você é de Limeira, e eu freqüentemente dou palestras em Campinas, em Barão Geraldo, sede da Unicamp.
Quereria você assistir a alguma palestra minha, quando você poderia me colocar suas dúvidas com mais profundidade?
 
In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Heresias escandalosas de um padre - Orlando Fedeli

Cartas: Bispo Dom Roque Paloschi dá a sagrada Eucaristia para um herege luterano - Orlando Fedeli

Cartas: Escritores e capacidade de debater - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais