Montfort Associação Cultural

21 de setembro de 2004

Download PDF

Falácias dos evolucionistas

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Ricardo
  • Idade: 28
  • Localizaçao: Lisboa – Portugal
  • Escolaridade: Pós-graduação concluída
  • Profissão: Advogado
  • Religião: Católica

caro sr fideli:

mais uma vez me subscrevo consigo e o considero um mestre ,nao estando de acordo em algumas questoes: nao e que a minha opiniao valha alguma coisa,mas limito-me a expressa-la.

eu concordo,que o que diz deveria ser pratica corrente,mas no mundo de hoje e irrealizavel.

a culpa disto penso que em parte foi de uma flexibilizaçao excessiva ,mas em parte foi do grande eero que a igreja cometeu:

nao nao me refiro a inquisiçao ,cruzadas ou escravos,mas sim a castraçao da mente.

ai meu caro eu penso que errou(pelo menos o clero).

nao podemos levar uma sociedade pelo medo,sendo isto uma coisa, que comunistas ,nazis,revolucionarios,fascistas,capitalistas e alguns clerigos ainda nao perceberam.

~se calhar nem eu percebi isto nao retira as promessas de cristo nem o facto da igreja ser santa.

o vaticano 2 se fosse cumprido na sua letra podia ser positivo,mas o ser humano corrompe tudo quanto ao vosso criacionismo e que eu acho um pouco(sem ofensa) absurdo,pois a existencia dA EVOLUÇAO OU NAO NADA TEM A VER COM A EXISTENCIA OU NAO DE DEUS.

eu adoraria que o vosso sonho de unidade se cumprisse,mas com 6 bilioes de pessoas so com o maior milagre da historia deus vos pague os vossos escritos: ricardo

Muito prezado Dr. Ricardo, salve Maria!

Antes de tudo, quero agradecer-lhe as palavras de apoio e de elogio para comigo, e para com o trabalho do site Montfort.

O senhor me permita, reparar que a Igreja jamais quis levar a sociedade por meio do medo, embora alguns padres possam ter caído nesse erro. A Igreja sempre salientou a misericórdia infinita de Deus, e condenou o jansenismo e outras heresias que negavam a misericórdia infinita de Deus.

Quanto à sua posição face ao evolucionismo, peço-lhe, meu caro Dr.Ricardo , que leia o que diz um dos maiores evolucionistas atuais, o Professor Lewontin, de Harward:

“Nós ficamos do lado da ciência, apesar do patente absurdo de algumas de suas construções, apesar de seu fracasso para cumprir muitas de suas extravagantes promessas em relação à saúde e à vida, apesar da tolerância da comunidade científica em prol de teorias certamente não comprovadas, porque nós temos um compromisso prévio, um compromisso com o materialismo. Não é que os métodos e instituições da ciência de algum modo compelem-nos a aceitar uma explicação material dos fenômenos do mundo, mas, ao contrário, somos forçados por nossa prévia adesão à concepção materialista do universo a criar um aparato de investigação e um conjunto de conceitos que produzam explicações materialistas, não importa quão contraditórias, quão enganosas e quão mitificadas para os não iniciados. Além disso, para nós o materialismo é absoluto; não podemos permitir que o “Pé Divino” entre por nossa porta.” (New York Reviews of Books, 1987).

Levando em conta tantas variações, fraudes, contradições e absurdos anti-científicos da História da teoria evolucionista, não é de espantar que Marcel de Corte tenha dito dela: “O Evolucionismo toca os sinos para o funeral da inteligência. A inteligência está em perigo de morte”.

Também o evolucionista Jean Rostand escreveu:

“Quant à la réalité de l”évolution organique, ma croyance est inébranlable… Il n”en est pas moins vrai que les explications classiques de la genèse des espèces sont loin de contenter tous les esprits. Pour ma part, je les tiens toutes pour des contes de fées à l”usage des adultes… Il faut avoir le courage de reconnaître que nous ignorons tout de ce mécanisme” (Jean Rostand, Ce Que Je Crois, Grasset, Paris, 1953).

[Quanto à realidade da evolução orgânica, minha crença é inabalável. Não deixa de ser verdade que as explicações clássicas da gênese das espécies estão longe de contentar todos os espíritos. De minha parte eu considero toda como contos de fadas para uso de adultos... é preciso ter a coragem de reconhecer que nós ignoramos tudo sobre esse mecanismo] (Jean Rostand, O que creio, Grasset, Paris, 1953 – Jean Rostand foi Prêmio Nobel de Medicina e defensor do evolucionismo).

Retirei essas citações do trabalho que o site Montfort publicou recentemente sobre o evolucionismo. Nele, o senhor poderá encontrar muitas outras provas sobre as fraudes dessa pseudoteoria científica.

Finalmente, permita-me precisar, meu caro Dr. Ricardo, que não defendemos a Fé católica, tendo em vista um “sonho de unidade”. Não somos ecumênicos, para colocar a unidade antes que a verdade. E pela verdade católica que combatemos, e, se queremos ensiná-la a todos é por duas razões, “chacune suffisante seule”: Primeira e fundamental: Nosso Senhor ordenou aos Apóstolos, e, indiretamente a todo católico: “Ide e ensinai a todos”.

Segunda, porque a verdade é o maior bem existente na terra e a caridade nos manda transmitir esse imenso bem a todos os que pudermos.

Por isso, meu caro Dr. Ricardo, pedimos ao senhor que reze a Deus por nós para que possamos cumprir essa ordem de Cristo, e com esse dever de caridade.

Desejando-lhe um santo Natal, subscrevo-me,

in Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli.

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: A condenação de Galileu - Orlando Fedeli

Cartas: Einstein e a verdade - Orlando Fedeli

Artigos Montfort: Mas que gente ignorante… - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais