Montfort Associação Cultural

20 de janeiro de 2005

Download PDF

Existência do Demônio

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Márcio
  • Idade: 29
  • Localizaçao: São Paulo – SP – Brasil
  • Escolaridade: 1.o grau incompleto
  • Religião: Católica

GOSTARIA DE SEBER DE VIÇEIS SE REALMENTE OS DEMONIOS EZISTEM MESMO PORQUE A PERGUNTA PORQUE EU CONHEÇO UM IRMAO CAMILIANO E ELE ME DISSE QUE O DEMONIO NÃO EZISTIA POR FAVOR TIREM ESSA DUVIDA CRUEL DE MEU CORAÇÃO DE DE JA AGRADEÇO.

Muito prezado Márcio, salve Maria!

O demônio existe, sim. E uma das provas você pode encontrar na própria pessoa desse irmão camiliano, que se apresenta como religioso católico, e que, muito contraditoriamente nega o que Cristo ensinou. O diabo é o pai da contradição.

Nos Evangelhos, Jesus Cristo, — que esse pobre camiliano diz seguir — sempre ensinou que o demônio existia, expulsava demônios dos possessos prevenia os homens a que tomassem cuidado com suas tentações.

E até mesmo Jesus consentiu em ser tentado pelo demônio. Cristo deixou-se mesmo levar pelo diabo até o alto do pináculo do templo, e até o alto de uma montanha.

Mas, para os padres e religiosos modernistas o que diz o Evangelho seria pura lenda.O que Cristo ensinou seria mentira.

Eles só acreditam em “teólogos da duvida e da mentira” dos quais lhes falaram os professores hereges modernistas em seus seminários.

Saiba porém, que a pior cilada que o demônio pode nos montar é fazer crer que ele não existe.

Certa vez, os Apóstolos não conseguiram expulsar o demônio de uma criança possessa, e, depois que Jesus expulsou esse demônio da criança explicou aos Apóstolos que certos diabos, para serem expulsos, é necessário antes fazer muito jejum e oração.

Dos religiosos modernistas atuais, possessos pela heresia, que eles defendem com ódio à Fé e sem argumentos, também só se expulsa a heresia de que estão possuídos com muito jejum e oração.

E também com argumentos.

Eles são cegos que não vêem como o satanismo, hoje, domina o mundo. E, em grande parte, por causa deles.

Rezemos pela conversão desses traidores da Fé.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli.

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: O que fazer quando se quer mudar? - Orlando Fedeli

Oração e Vida Espiritual: Padre Manuel Bernardes: Cântico das excelências do Esposo virgem da Virgem Mãe

Cartas: Profanação na Missa - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais