Montfort Associação Cultural

6 de fevereiro de 2011

Download PDF

Excomunhões

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Wilson Junior
  • Localizaçao: Rio de Janeiro – RJ – Brasil
  • Escolaridade: 2.o grau concluído
  • Profissão: Auxiliar Adminstrativo
  • Religião: Católica

Caro Professor Orlando e amigos da Montfort, a paz de Cristo!

Gostaria que me ajudasse com uma questão de história, aproveitando o discurso de Bento XVI falando da catequização dos índios.
Adianto que só li as notícias e não o discurso (ainda).
Li no site do GLOBO, por exemplo, que o Papa “errou ao desmentir batismo à força dos índios, diz Funai e especialistas”.

“Para o professor Waldir Rampinelli, especialista em história da América Latina da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), a declaração do Papa ignora a história. “Claro que essa declaração não faz sentido. O Papa deveria ler Bartolomeu de Las Casas (1472-1566)”, diz o professor, referindo-se ao frei defensor dos índios e cronista da conquista da América. “Negar isso é negar o óbvio.”

Para quem não conhece tanto a história como eu, é preciso recorrer à quem tem mais instrução (como o senhor).
Como o senhor analisa a declaração do Papa e as declarações da “Funai e especialistas”?

Lendo o site sobre excomunhão, e que quem está excomungado fatalmente irá para o inferno. Li que as excomunhões de D. Mayer e D. Lefbvre não são válidas, mas e quanto à retirada da excomunhão ao Patriarca ortodoxo da época do cisma (feita por Paulo VI)? Estaria ele retirando a excomunhão apenas do Patriarca atual, então?

Um forte abraço e a paz de Cristo!
Wilson Junior

Data: 23 Maio 2007


 
Muito prezado Wilson,
Salve Maria.
 
     A Funai querer corrigir o Papa é pretensão demais.
     E quem são os “especialistas”? Quem lhes deu esse título de “especialistas”? Eles mesmos?
     A Igreja nunca disse que era permitido batizar pessoas a força. A Igreja sempre ensinou que é pecado batizar uma pessoa que não crê. Por isso Ela sempre obedeceu a Cristo que mandou: “Ide e ensinai“.
 
     Esse “especialista” de Santa Catarina, que cita Las Casas como protetor de índios, não diz que Las Casas tinha índios escravos. Basta uma padre atacar a Santa Igreja para que os “especialistas” o canonizem. Os “especialistas” são especialistas em apoiar toda calúnia contra a Igreja.
     Nunca coloque “especialistas” acima do Papa.
 
     A excomunhão não leva fatalmente para o inferno, porque a pessoa pode se arrepender e obter o perdão. E uma excomunhão só é valida se a pessoa cometeu de fato o ato que implica nesse castigo. 
     Dom Lefebvre e Dom Mayer nunca cometeram o pecado de cisma, pois nunca negaram que o Papa é o chefe da Igreja, Sumo Pontífice e Vigário de Cristo na terra. Por isso a excomunhão que lhes foi imputada não foi válida. Foi nula. É o que o Cardeal Hoyos declarou e o que Bento XVI via reconhecer logo mais, se Deus quiser.
 
     Quanto aos Patriarcas ortodoxos, eles não retiraram a negação da autoridade papal que os colocou fora da Igreja. E enquanto não renegarem a essa heresia e cisma, continuam excomungados.
 
     Um abraço bem amigo
 
In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Meditando sobre a parábola do filho pródigo: ter ou ser? - Orlando Fedeli

Notícias e Atualidades: Declaração da arquidiocese de Olinda e Recife

Cartas: Profeta Ezequiel - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais